#fff

Carta da editora

Um ano de ELLE View

PUBLICIDADE


E aqui estamos nós, um ano depois, na edição de aniversário da ELLE View. Quando lançamos a revista digital, em julho do ano passado, não tínhamos referência no Brasil (ou mesmo no mundo) do que esse projeto poderia vir a ser. A ideia de criar uma publicação que explorasse as ferramentas do mundo digital parecia tão óbvia e urgente quanto incerta. É verdade que, com a pandemia, diversas revistas tiveram que se adaptar a versões online, mas o que vínhamos vendo por aí lembrava mais um produto mimetizado do impresso do que algo nativamente digital. A ELLE View virou o nosso laboratório e temos muito orgulho das 12 edições que colocamos no ar nesses últimos meses: testamos ferramentas imersivas, matérias interativas, editoriais exclusivos, muitos vídeos e conversamos com pessoas incríveis para capas e recheio.

Para esta data, também queríamos fazer algo especial e fomos buscar um ponto de encontro que tivesse estado presente em todos esses meses de existência da revista. O riso, é verdade, pode não ser a primeira coisa que vem à nossa cabeça, mas, ao mesmo tempo, o quanto ele não nos ajudou a passar por esse período?

Esta edição é dedicada ao humor, aos criadores que nos fizeram atravessar os últimos meses com mais força, ao Paulo Gustavo, ao sentimento que, de uma forma ou de outra, nos liga uns ao outros. Todo mundo fala e é verdade: os brasileiros têm uma relação muito íntima com memes e piadas. De acordo com uma pesquisa feita pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas, no começo da pandemia, 42% das interações dos brasileiros nas redes sociais foram relacionadas ao humor. Algumas vezes, isso pode representar certa apatia, como se estivéssemos tão acostumados a sofrer que não lembrássemos do importante período de luto ou de revolta. Então, é sempre bom ficarmos atentos. Mas, em outras, como explica Vivian Whiteman no texto que abre a edição, o humor pode passar mensagens de formas muito mais efetivas porque ele ajuda a desmontar nossas defesas. "O humor pode deslocar parte do afeto negativo que surgiria se abordássemos a questão pelo modo reflexivo, didático, filosófico."

Para personificar a ideia, convocamos Esse Menino, Pequena Lo, Samantha Schmütz e Supremmas a encarnar super-heroínas e super-heróis. Como a criatividade é a praia deles, pedimos para que cada um escolhesse o personagem que gostaria de interpretar e qual poder desejaria ter.

Esse Menino virou a Palhaça Conceito e foi fundo no papel: "Um superfã de comédia cansado de ver humoristas hétéros de sapatênis fazendo sempre as mesmas piadas foi mordido por uma drag queen radioativa e, agora, combate a sua arqui-inimiga, A Normatividade".

Já Samantha, a Super Sam, definiu que a voz seria o seu poder. Não tinha como ser mais clara, uma vez que a atriz vem se posicionando há algum tempo sobre como pessoas com visibilidade deveriam usar mais esse recurso tão valioso. Grande Lô é a versão mágica da Pequena Lô, que usa sua muleta como dispositivo para encher o mundo de autoconfiança e amor (a semelhança com a realidade não é mera coincidência). Por fim, a Supremmas, que já tem nome de super-heroína, resolveu elevar a sua arte de se transformar à máxima potência, se metamorfoseando para se infiltrar no poder.

Para esta edição, conversamos com novas e consagradas vozes do humor, algumas caíram sem querer nesse mundo, outras, sempre sonharam com ele. Também exploramos a relação da moda e da beleza com a área, que tem se intensificado ao longo dos anos. E ainda criamos um repositório de vídeos para ser acessado sempre que uma boa risada se fizer necessária.

Ao editar as matérias desta ELLE View, fiquei pensando que é um disparate que algo tão múltiplo, que consegue nos divertir, emocionar, revoltar e transformar não seja mais reconhecido como são outras expressões artísticas. Fazer rir é um talento lapidado de quem faz e um presente para nós, que consumimos. Esta edição é um muito obrigada a esses super-heróis da comédia.

Um beijo,

Nathalia

Ps.: Também convidamos o grupo Breguissimxs, donos das melhores paródias de campanhas de moda no Instagram, para criar alguns memes que estão espalhados pela edição e um pack de figurinhas para a fashionista comediante que existe dentro de nós. É só clicar aqui para baixar e colocar no seu WhatsApp.