#efdfe0
#000
#ca6801
#efdfe0
#ca6801

Ponto de interrogação

Do que se trata afinal essa coisa de divar?

PUBLICIDADE



Uma diva é uma diva é uma diva é uma diva.

Parece que nunca deixam de chegar. Algumas resistem fazendo sentido para gerações. Outras dão o seu recado em algumas temporadas e depois desaparecem.

Diva é inspiração. Às vezes é a voz, um jeito, o look, o movimento. Tem o hype, a grana, o mercado. Mas uma coisa é fazer sucesso, acumular seguidores, outra é ser diva.

Toda diva tem hit, mas nem todo hit é coisa de diva, claro. O hit da diva repete diferente. Te faz querer ser um pouco, ter um pouco daquilo. Mas não basta copiar a roupa, o cabelo, as coreografias. Talvez você pense que quer fazer igual em algum sentido, mas esse também não é exatamente o lance.

Não é sobre ser cópia nem stalker, pelamor. Não é ela nem é você. É uma coisa que cria um terceiro espaço onde, cara, coisas malucas podem acontecer.

Diva pode ter redes poderosíssimas, mas não é blogueira nem influencer. O nível de conexão que ela alcança é outro. Não pode ser só questão de número, produto, publi e marketing pessoal. Diva não é Barbie cenário, dessas chatas que só vivem de foto: hotel, paisagem, casa decorada, prato, sorriso padrãozinho e cara de pato. Diva quando fala com você, não importam a marca da sua roupa e nem onde você está.

PUBLICIDADE

Tem gente chamada de diva sem ser. Grande coisa, o golpe taí, distraiu caiu.

Diva traz a ideia de deusa, aquelas coisas. Só que coisa divina em sentido humano figurado. A diva tem babado. Irremediável neon, sabe como? Difícil de explicar.

Diva é longe e perto. Diva é um hit no repeat que, conforme o tempo passa, você ouve de novo e descobre uma mensagem escondida pra quando você, enfim, pudesse ouvir. Estava lá o tempo todo e foi criada agorinha, as duas coisas.

Diva é mais do que ela, vai além da pessoa. A pessoa que vive a diva, ela tem problemas, dor de barriga, saco cheio, vontade de sumir. Não é que a pessoa seja a realidade e a diva um personagem, uma máscara. A realidade da diva é que se faz de outro jeito. Mas se o corpo é o mesmo, como faz? Afe, olha a diva no divã. De que maneira isso funciona, não saberia dizer assim. Pergunta pra diva e pra parceira dela. Ou dele. Ou dely. Ou delx.

Será que a diva é mulher? Não sei. Tem rolado mais diva com mulher ao longo da história, mas não é uma regra, de jeito nenhum. Pela maioria e talvez pelas origens é que a gente diz a diva. Mas binarismo é coisa que não impede que haja diva. A diva. O diva. Y diva. X diva.

PUBLICIDADE

O que é diva, afinal? Sei lá.

Diva é diva é diva é diva é diva.