#cdcecd
#000000
#000000
#000000
#cdcecd
#cdcecd
#000000

Sobe o som!

Anthony H. Nguyen, embaixador global da KVD Beauty, é o nome por trás da maquiagem dos videoclipes mais icônicos lançados na última década. Aqui, ele conta tudo sobre sua trajetória e revela os bastidores do seu trabalho.

PUBLICIDADE

O que Adele, Christina Aguilera, Lil Nas X, Jessie J, Rita Ora, Katy Perry, Dua Lipa e Camila Cabello têm em comum? Além de serem gigantes do mundo da música, eles têm Anthony H. Nguyen como maquiador. Conhecido por sua versatilidade com os pincéis, indo dos looks mais conceituais e criativos aos comerciais clássicos, o vietnamita foi responsável por criar a beleza de alguns dos videoclipes mais icônicos da atualidade. Sabe o delineado poderoso de Adele em "Easy on me"? Ou as maquiagens superousadas de Lil Nas X em "MONTERO (Call me by your name)"? Foi obra de Anthony. Agora, ele dá um novo passo importante na sua carreira ao se tornar embaixador global da KVD Beauty. À ELLE Brasil, o maquiador revela o processo de criação por trás de alguns dos seus looks e conta quais são suas expectativas para o futuro da maquiagem.

Qual foi seu primeiro contato com a maquiagem?

Quando eu era mais jovem, queria ser cineasta e fotógrafo – eu produzia curtas-metragens, especificamente filmes de terror. Quando havia sessões de fotos para os meus filmes, eu fazia praticamente tudo: cabelo, maquiagem, styling e cenografia. Foi nessa época que um amigo da minha mãe me deu uma caixa de maquiagem de efeitos especiais (tinha sangue falso, hematomas e todas essas coisas) e esse foi meu primeiro contato com esse universo. Não sabia direito o que estava fazendo, mas adorava qualquer tipo de arte. Na verdade, eu gostava de criar histórias, e isso incluía também criar personagens a partir da moda e da beleza. Eu me apaixonei por esse processo de transformação. À medida que fui ficando mais velho, senti que precisava me concentrar em uma coisa só e realmente estudá-la e fazê-la bem. Decidi, então, que meu foco seria a maquiagem.

PUBLICIDADE

Quando isso virou de fato um trabalho?

Basicamente, comecei a fazer maquiagem no varejo – na verdade, eu estava atrás do balcão vendendo produtos. Ao mesmo tempo, eu trabalhava como maquiador freelancer e fazia muitos trabalhos de graça só para construir um bom portfólio. Foi quando comecei a ter uma rede de contatos de fotógrafos e estilistas e, por isso, fui fazendo muitos ensaios de moda, anúncios e comerciais. Ao longo desse caminho, comecei a ter contato com muitas pessoas do mundo das celebridades.

Rita Ora é uma das clientes VIP de Anthony Nguyen.

Foto: Erik Melvin

Aqui, Rita Ora ostenta uma maquiagem assinada por Nguyen para a festa da Vanity Fair depois do Oscar deste ano.

Foto: Erik Melvin


Como é trabalhar com esses grandes nomes da música?

Sinceramente, nunca canso de me surpreender. Sou muito abençoado e grato por trabalhar com pessoas tão inspiradoras e que admiro tanto. Mas, no final das contas, somos todos apenas humanos. Acho que muitos dos grandes nomes que eu maquiei viram meu trabalho pessoal e os looks que eu fazia em mim mesmo – especialmente para o Halloween e para a cena noturna – e pensaram "nossa, esse cara é muito criativo". Eu sempre fui muito versátil porque fazia tanto looks comerciais quanto conceituais, e é isso que os artistas da música geralmente procuram. Em um videoclipe, por exemplo, tem muito trabalho acontecendo por trás das câmeras e é muito gratificante ajudar a dar vida aos personagens daquela história por meio da maquiagem. É como um mundo de fantasia e é incrível fazer parte dele.

PUBLICIDADE

Como é o processo de criação desses looks para videoclipes?

Fazer videoclipes é provavelmente uma das minhas coisas favoritas, porque eu amo temas e poder fazer parte de uma história. Meu processo criativo anda de mãos dadas com o styling de moda e a direção do filme. É preciso todo mundo para criar um personagem. Então, todos nós trazemos referências diferentes, coletamos imagens e vamos, juntos, criando um moodboard. Mas eu diria que, em 80 ou 90% das vezes, tudo o que planejamos muda no dia da filmagem. (risos) Então, você precisa pensar rápido e estar pronto para mudar tudo a qualquer momento. Mas eu amo isso, porque me dá a possibilidade de ser criativo.

PUBLICIDADE


Paris Jackson é o rosto da nova campanha da KVD que promove o lançamento do Tattoo Pencil Liner.Foto: Tyrell Hampton


Você tem algum visual favorito?

É difícil escolher. Alguns dos meus looks favoritos geralmente são com artistas alternativos, que não estão no mainstream. Mas acho que um dos meus trabalhos mais icônicos provavelmente é o do videoclipe de "MONTERO (Call me by your name)", do Lil Nas X. Fizemos muitos visuais divertidos e criativos, mas que também eram meio sombrios. Em um dos looks, ele usa uma peruca azul alta em um estilo meio rococó. Mas eu quis adicionar elementos diferentes dos anos 1990 e 2000. Basicamente, misturei referências de várias décadas para torná-lo mais ousado e divertido e criei um look com uma sombra azul e uma pequena borboleta prateada na maçã do rosto.

De onde você tira inspiração para criar esses visuais?

Normalmente, eu me inspiro em filmes e passarelas – adoro olhar para a moda de diferentes épocas da história. Mas muito vem também da cena noturna. Quando eu era mais jovem, no começo dos meus 20 anos, eu gostava muito da cena das Club Kids. Tinham drag queens em todos os lugares e todo mundo usava cores divertidas.


"Sinto que a beleza tradicional está meio ultrapassada. A beleza é mais do que o exterior. É sobre quem você é como pessoa, o que te faz rir, com o que você está envolvido, como você ajuda os outros."


Como é ser embaixador da KVD Beauty?

Tem sido um verdadeiro sonho porque eu realmente acredito nos produtos e no que eles representam. É uma marca democrática e inclusiva, que conta com uma gama enorme de cores e variedade de texturas para todos os produtos. Como artista, isso é incrível porque te dá ferramentas para você ser criativo e ousado. É realmente tudo o que eu sempre quis.

Quais são seus produtos favoritos da marca?

O Tattoo Liner, claro, é um dos meus favoritos. Ele tem sido o meu delineador há anos. Lembro quando fiz uma sessão de fotos em uma ilha tropical e precisávamos de algo que durasse o dia todo em um clima úmido. Ele foi o único produto que permaneceu o dia inteiro na pele – por 16 horas em uma tempestade tropical! Mas também amo muito a Superpomade, que é um gel colorido de uso universal: serve como delineador, sombra, pode ser aplicado nos lábios e também para preencher as sobrancelhas. Ele vem em diversas cores que podem ser misturadas para criar novos tons. É um produto muito versátil e, por isso, é ótimo para sessões de fotos, mas também para o dia a dia. Ah, agora estou apaixonado pelo novo corretivo Good Apple. Ele cobre tudo e não tem textura pesada. É supermacio e dura o dia todo.


Os corretivos da linha Good Apple estão entre os produtos favoritos de Anthony Nguyen na KVD Beauty.Foto: Divulgação


A beleza, especialmente a maquiagem, está muito presente nas redes sociais, as quais têm um impacto muito grande nas tendências. Isso interfere no seu trabalho?

Sim, muito! Antigamente, precisávamos planejar e calcular tudo. Costumávamos pensar nas coisas por meses e apresentá-las ao mundo em um pacote. Mas hoje tudo é tão rápido, há coisas surgindo a cada segundo, as tendências vêm e vão tão rapidamente, que não há muito como planejar algo com antecedência. Além disso, as pessoas querem ver os bastidores, acompanhar o processo, e não apenas ver o resultado final. Eu acho que as redes sociais oferecem coisas boas, mas também podem ser muito perigosas. São incríveis porque são uma plataforma para todo mundo acessar informações e aprender coisas novas, além de ver, experimentar e compartilhar diferentes looks. Porém são também tóxicas, porque criam um mundo falso de fantasia, que nos faz sentir como se tivéssemos que viver de acordo com expectativas que não são realistas. Mas, no geral, eu apenas tento manter minha presença digital positiva e inspirar a todos através da arte.

Qual a principal evolução que você enxerga na beleza nos últimos anos?

Estando na indústria há cerca de 15 anos, eu definitivamente consigo ver grandes mudanças, e elas são muito positivas! A inclusão, por exemplo, é uma necessidade para qualquer marca que queira entrar em cena agora. É necessário ter tons para todas as peles – isso não era um padrão antes, mas agora é uma obrigação! Por isso marcas como a KVD foram e são tão importantes, pois todos precisam se sentir envolvidos e especiais.

O que você espera para o futuro da maquiagem?

Ele será definitivamente muito mais experimental. Sempre haverá espaço para os clássicos, como uma pele iluminada, um bom contorno ou sobrancelhas lindas. Mas, no que diz respeito às tendências, o futuro será colorido – seja com pequenos toques ou muita cor. E também vai ser brilhante! As pessoas vão ter a mente mais aberta para experimentar coisas novas e vão se jogar sem tanto medo. Além disso, eu sinto que a beleza tradicional e convencional está meio ultrapassada. A beleza é mais do que o exterior. É muito sobre quem você é como pessoa, o que te faz rir, com o que você está envolvido, como você ajuda os outros. As pessoas estão deixando de lado a ideia da supermodelo, com o rosto e o corpo perfeitos. Estamos muito mais confortáveis com nossa própria pele e cada vez mais celebrando quem somos como pessoas e o que nos torna únicos e diferentes – e isso é provavelmente a coisa mais bonita que existe.