#6e796c
#e2ddd4
#1d1f22
#1d1f22
#e2ddd4

Da pista aos pincéis

Tom Pecheux declara amor às pessoas por trás da maquiagem e conta à ELLE Brasil como chegou à cadeira de diretor criativo de uma das marcas mais relevantes do mercado de beleza internacional: a Yves Saint Laurent.

PUBLICIDADE

A carreira de Tom Pecheux é de fazer inveja a qualquer aficionado por beleza e moda. Ao longo de seus 30 anos no mercado, o atual diretor criativo da linha de maquiagem da Yves Saint Laurent já colaborou com outras marcas de luxo, como Gucci e Burberry – quase sempre ao lado de seus parceiros de longa data, a editora de moda Carine Roitfeld e o fotógrafo de moda Mario Testino. Mas como foi que o jovem apaixonado por confeitaria foi parar no mais alto panteão da maquiagem fashionista?

"Eu adorava assistir a minha mãe cozinhar com amor para a nossa família. Nossos melhores momentos sempre foram à mesa. No entanto, quando entrei para as cozinhas profissionais, não encontrei esse mesmo calor", relembra em entrevista à ELLE Brasil. Aos 18 anos, no entanto, em meio às suas primeiras noitadas em Paris, na boate Le Palace, foi que a paixão por maquiagem aflorou: "As mulheres da noite me inspiraram muito. Fiquei fascinado pelas criaturas das pistas de dança".

Fã de um olho preto muito bem esfumado, não demorou muito para, entre um agito e outro, conhecer Roitfeld e Testino. "Trabalhar com eles era fantástico, criativo, divertido, espontâneo. Mais do que tudo, éramos um time, uma família. Compartilhávamos cada pensamento e vivemos cada minuto com paixão e respeito entre nós", conta o beauty artist francês. Em 2017, finalmente, ele decidiu dizer sim à proposta feita pela Yves Saint Laurent. Hoje, ele é responsável pela criação de todas as cores, texturas e imagens por trás de cada produto da casa.

PUBLICIDADE
"As mulheres da noite me inspiraram muito. Fiquei fascinado pelas criaturas das pistas de dança."

Sobre seu processo criativo na YSL, Pecheux conta que, na maioria das vezes, seu trabalho em um produto começa na estaca zero. "São raros os momentos em que temos que fazer algo porque o mercado está ditando essa necessidade. De todo modo, mesmo quando isso acontece, não podemos ignorar nunca o DNA de estilo da marca. Minha missão é reforçar o olhar da grife em cada item que lançamos", explica. Não à toa, de acordo com ele, seu maior desafio hoje é o de não cair nas armadilhas de um mercado cada vez mais volátil devido ao advento das redes sociais e da internet como um todo.

Por isso, estar de olhos abertos o tempo inteiro é fundamental. "Gosto das ruas, das galerias de arte, do cinema, da música, do meu bairro, de todos os cantos do mundo. É preciso estar atento ao passado e ao presente para conseguir construir o futuro", defende. Depois de declarar seu amor pela maquiagem, Pecheux deixa um conselho para os novos maquiadores e maquiadoras que estão começando agora a sua aventura no mercado: "Faça por amor às pessoas e não aos pincéis. Mantenha as portas da criatividade sempre abertas, acredite em você, faça o seu melhor e, se um dia o sucesso chegar, não deixe o ego te destruir".

PUBLICIDADE