Cultura

Novo documentário aborda movimento "Free Britney", que pede a liberdade da princesa do pop

Criada pelo New York Times e disponível na plataforma Hulu, a nova série documental "Framing Britney Spears" mostra a batalha da cantora, que está há 13 anos sob tutela de seu pai, sem poder controlar o próprio dinheiro, carreira e, de certa forma, vida.

Foto Valerie Macon/Getty Images
PUBLICIDADE

Quando tinha 26 anos, em 2008, Britney Spears entrou em um processo de tutela que dura até hoje e que fez de seu pai o responsável por, basicamente, toda a sua vida. Atualmente, com 39 anos, Britney já deu diversas pistas de que não estaria satisfeita com essa situação, o que desencadeou uma série de manifestações por parte de seus fãs, primeiramente, e depois por celebridades, pela liberdade da cantora. Agora, uma nova série documental do New York Times joga mais luz sobre o caso ao entrevistar pessoas-chave da vida de Britney e também os fãs que fizeram o movimento "Free Britney" crescer.

Framing Britney Spears estreou no canal FX e também na plataforma Hulu (não disponível no Brasil), no dia 5.2, e conseguiu entrevistar Felicia Culotta, uma amiga da cantora de longa data que esteve ao seu lado durante de boa parte de sua carreira, o executivo de marketing que originalmente criou a imagem da estrela do pop e advogados envolvidos no caso.

Protesto de apoiadores do movimento #FreeBritney em Los Angeles, em setembro de 2020. Protesto de apoiadores do movimento #FreeBritney em Los Angeles, em setembro de 2020.Foto Frazer Harrison/Getty Images

Protesto de apoiadores do movimento #FreeBritney em Los Angeles, em setembro de 2020.

"Minha cliente me informou que ela tem medo de seu pai. Ela não performará novamente se seu pai estiver encarregado de sua carreira", disse seu advogado em novembro a um juiz, como revelou o New York Times. Alegações como essa fizeram com que não apenas os fãs da cantora, mas também a mídia passasse a investigar os termos desse processo de tutela, que muitas vezes parece ter sido feito contrariando os desejos de Britney Spears. Todo o caso está envolto em um grande debate que revela como a sociedade costuma enxergar e enquadrar facilmente mulheres como loucas e incapazes, muitas vezes, com base em suposições.

PUBLICIDADE

A nova série documental faz uma longa pesquisa nos arquivos de imagens e vídeos para selecionar momentos marcantes que mostram como a estrela foi crucificada em 2008, quando passava por momentos complicados na vida pessoal, e teve que lidar com a perseguição de paparazzi e da mídia.

Um dos acontecimentos mais emblemáticos, que aparece em Framing Britney Spears, é um episódio do programa "Family Feud", onde competidores deveriam responder gritando "algo que Britney Spears tenha perdido no ano passado". As respostas esperadas giravam em torno de "seu marido, seu cabelo, sua mente, seus filhos e sua dignidade". As arquivistas Johanna Schiller, Melanie Bencosme e Isabelle Larreus trabalharam com a diretora do documentário Samantha Stark. "Britney foi tão documentada e tanta coisa sobre ela está por aí que houve um excesso de material. O mais desafiador foi encontrar e escolher momentos nesse oceano de coisas que não tenham sido muito vistos ainda", explicou Johanna Schiller.

PUBLICIDADE

Desde que o documentário foi lançado, personalidades do entretenimento como Sarah Jessica Parker e Courtney Love se manifestaram a favor de Britey, esta levantou um novo trending topic, que pedia desculpas à cantora por ela ter tido que lidar com tanta perseguição ao longo dos anos. Hayley Williams também escreveu sobre o caso: "Nenhuma artista hoje teria que suportar a, literalmente, tortura que a mídia/sociedade/misóginos causaram sobre ela. A conversa sobre saúde mental, culturalmente, não estaria onde está sem o horrível preço que ele teve que pagar".

Uma nova audiência está marcada para este mês.

Assista abaixo ao trailer de Framing Britney Spears:

The New York Times Presents "Framing Britney Spears" (Official Trailer) www.youtube.com

Com 30 anos de carreira, há muito para se lembrar e celebrar de Britney Spears. Nesta quarta-feira (2.12), selecionamos 39 momentos, em seu aniversário de 39 anos, que nos fizeram ainda mais apaixonados por ela.


Em sua coluna, Erika Palomino comenta as séries e filmes disponíveis em plataformas digitais mais comentados e interessantes do momento.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE