Dois anos de ELLE View

Em julho de 2020, entrava no ar a primeira edição da nossa revista digital mensal para assinantes, em um formato inédito no mercado brasileiro. Relembre com a gente algumas das capas, reportagens e também os ensaios preferidos da equipe da ELLE.

PUBLICIDADE

Parece que foi ontem… Mentira. Tanta coisa aconteceu no mundo nos últimos dois anos que parece ter se passado uma década desde que a gente comemorou o lançamento da primeira edição da ELLE View, no dia 13 de julho de 2020.

A proposta nunca foi modesta. Nossa revista digital mensal para assinantes lançou um formato inédito no Brasil, com reportagens e ensaios que misturam fotos, vídeo, áudio e recursos interativos para surpreender o leitor.

Há também, claro, espaço para o bom e velho texto. Entender o papel da moda no contexto atual, discutir padrões de beleza e as mudanças provocadas pela tecnologia – não só no mercado, mas na sociedade de maneira geral – são alguns dos assuntos que estão sempre por aqui.

A seguir, você confere uma lista com algumas das capas, reportagens e ensaios preferidos da nossa equipe, publicados desde a estreia da ELLE View. Leia, veja, clique, assista, ouça… E divirta-se!




Cápsula do tempo

É uma obra de arte interativa? É um manifesto? É o registro de uma era? A capa da nossa primeira edição é tudo isso e muito mais. A convite da ELLE View, artistas de diversas áreas pensaram em uma mensagem que gostariam de enviar para alguém no futuro. Cartas, colagens, vídeos, valia tudo nessa cápsula do tempo digital. Tem Criolo lendo uma carta para a mãe, Karol Conká falando para o filho, Linn da Quebrada conversando consigo mesma. A deusa Elza Soares fez diferente e voltou ao passado para mandar um recado para a neta. São mais de 20 mensagens em formatos diferentes, que se abrem a cada clique na tela. Você pode arrastar e redimensionar as janelas abertas para criar a sua própria capa. Dá para passar horas nessa viagem no tempo.

PUBLICIDADE


Novas tecnologias para quem?

Você já ouviu falar de racismo algorítmico? Pois ele é mais corriqueiro do que se imagina. Com tecnologias desenvolvidas por e para grupos brancos hegemônicos, não é de admirar que o funcionamento de aplicativos, programas e outros aparatos seja deficitário no quesito diversidade. Nessa reportagem, explicamos o que é o racismo algorítmico e o que pode ser feito para acabar com ele. Não deixe de ler também o texto complementar "Parece bug, mas é racismo mesmo", que relata situações absurdas provocadas por tecnologias excludentes.


Por que a beleza ainda importa tanto?

Nesse verdadeiro dossiê, levantamos o que está por trás dos padrões de beleza e como isso vem mudando (ou não) através dos tempos. "Acho que essa foi uma matéria muito importante para entender até o que seria a editoria de beleza na ELLE nesse novo momento da revista no Brasil. Foi a partir dessa reflexão que a gente entendeu como deveria tratar o assunto por aqui: misturando a leveza de quem busca por um escapismo e a profundidade de quem sabe como a beleza ainda tem um longo caminho a percorrer para se tornar mais democrática e, portanto, mais verdadeira", resume nosso editor de beleza, Pedro Camargo.

PUBLICIDADE


Olho no olho

Outra publicação que deu logo no início o tom da abordagem da beleza na ELLE foi essa mistura de ensaio, vídeo e depoimento de pessoas de diferentes lugares do Brasil, escolhidas entre os nomes do nosso open casting (lembra do #olhaelle?). Os 15 leitores e leitoras escolhidos contaram para a nossa reportagem o que realmente enxergavam ao se ver no espelho.


Liberdade projetada

Fotos e imagens em movimento, com projeções de pássaros voando, criam um clima meio mágico nesse editorial de moda, que foi produzido durante a quarentena, em meio àquela vontade coletiva de fugir para outro planeta.


Moda dos crias

Mistura de reportagem e ensaio, a " Moda dos crias" mostra a importância da periferia e de estilos musicais, como o funk, o trap e o grime, na construção da estética contemporânea. É a quebrada pautando a moda!

PUBLICIDADE




Dançar para não dançar

E que tal uma capa com visão de 360 graus? Na ELLE View, tem! Para a edição dedicada à dança, foram produzidas seis capas com pessoas se movimentando ao som de diversos ritmos, em diferentes lugares. Clicando e arrastando o mouse, você pode passear pelas locações, que vão do alto de uma laje a um parque cheio de árvores.

Por uma dança que cure

“Tempos difíceis exigem danças furiosas”, diz Gal Martins, idealizadora do Zona Agbara. O coletivo artístico, que emociona plateias desde 2016, mostrou toda a força e a beleza de corpos negros, gordos e nus nesse ensaio inesquecível, acompanhado de depoimentos inspiradores.


Strike a pose

Prepara-se para um mergulho na cultura Ballroom, esse "mundo possível reimaginado", como diz a atriz Jonovia Chase. Nessa reportagem, com direito a vídeo, você vai entender as origens do movimento e como ele vai muito além das danças e das performances (incríveis, aliás) para ser um lugar de acolhimento e fortalecimento de corpos dissidentes.


Twitter – A thread

Política, BBB, sexo, série, comida… Não tem assunto proibido no Twitter. Para contar a história da mais eclética das redes sociais, o formato não poderia ser outro. Segue o fio!


Z-pop: check

De Malía, no Brasil, ao quinteto Itzy, na Coreia do Sul, passando por Marie Ulven, na Noruega, e Willow Smith, nos Estados Unidos, as garotas da Geração Z mostram seu som multifacetado e conquistam legiões de pessoas nas redes sociais. Já é fã? Quer conhecer melhor esses e outros nomes? Então, aumente o som para curtir essa reportagem com os destaques do novíssimo pop.




Meu querido, eu sou empresária

Ela cresceu em frente às câmeras, virou incontáveis memes, lançou bordões e conquistou o Brasil. Pouco depois do seu aniversário de 18 anos, Maisa Silva posou para um ensaio e conversou com a reportagem sobre sua trajetória, sua relação com a moda e a nova etapa da vida, como empresária.




MC Carol no front

Uma das entrevistas mais compartilhadas da ELLE View foi com MC Carol, estrela da capa de janeiro de 2021. De coração aberto, Carol falou sobre desafiar padrões e construir sua autoestima, relembrou a infância e os perrengues do início da carreira e ainda respondeu a uma rodada de perguntas de colegas, como Letrux, Jup do Bairro, Pepita, Emicida e outros artistas.


Nunca quis ter outro nariz até ver um melhor no Instagram

Selfies, filtros, superexposição, julgamento constante: as redes sociais mudaram não só as relações entre as pessoas, mas também a nossa autopercepção. Nessa reportagem, analisamos como as mídias digitais aumentam a pressão estética e acabam por banalizar cirurgias plásticas.




Quando o Carnaval chegar

Pois é, era fevereiro de 2021 e a gente não estava a-cre-di-tan-do que não ia ter Carnaval. Nessa capa em formato de vídeo, tem melancolia e um pouco de frustração, mas tem, principalmente, muita esperança e empolgação antecipada pelo Carnaval que virá. Que ainda não foi em 2022, mas, em 2023, ah, sim, ele virá.


Raio-X de um desfile

Não catou a referência? Aquela peça lembrou algo que você já viu? O que o estilista quis dizer com aquele look, pelamor? Todos os meses, no "Raio-X de um desfile", a gente elege e destrincha uma apresentação marcante da temporada. A estreia da seção foi em março do ano passado, com a primeira coleção de Gabriela Hearst para Chloé, na temporada de inverno 2021.




Luísa Sonza

A capa da ELLE View com Luísa Sonza foi feita em um momento especialmente turbulento na vida da cantora. Luísa enfrentava o auge dos ataques de haters, que, a troco de nada, a responsabilizavam pelo triste episódio da morte do bebê prematuro do seu ex-marido, o humorista Whindersson Nunes. Nessa entrevista, ela falou pela primeira vez sobre o caso, num relato triste, mas corajoso, contra a misoginia e a violência nas redes sociais.




Super-heróis do humor

Pequena Lo como Grande Lo, Esse Menino como Palhaça Conceito, Emma como Supremma e Samantha Schmütz como Super Sam: na edição de julho de 2021, que teve o humor como fio condutor, mestres do riso na TV e nas redes sociais exibiram seus superpoderes na capa da revista. Afinal, para fazer a gente rir na atual conjuntura, só mesmo sendo super-herói, né?




Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Gloria Groove

O que pode ser melhor do que uma Luísa Sonza, uma Pabllo Vittar e uma Gloria Groove na ELLE View? Várias Luísas, Pabllos e Glorias! Em setembro de 2021, na edição dedicada ao pop, essas estrelas se multiplicaram nas capas, que foram construídas em cima do conceito de sósias, clones e repetição, tão presente na pop art. Parte de um projeto com a Amazon Music, as imagens e os filmes também foram reproduzidos por outras mídias e canais digitais.




ELLE TV

Na nossa incansável busca por novas formas de surpreender o leitor, surgiu a ELLE TV, uma reportagem em formato de vídeo, que remetia à estética da MTV nos anos 1990. Em sua estreia, em setembro de 2021, a ELLE TV falou da relação de amor entre a cultura pop e a moda.




Final girl

Foto, muita tinta vermelha e até agulhas à la Hellraiser: a cantora Duda Beat encarou tudo isso e muito mais para estrelar a capa e o ensaio de outubro de 2021, inspirado em clássicos do horror. O resultado é de arrepiar!


Elas são o terror…

Bruxas disfarçadas de patricinhas? Nesse ensaio de beleza, você escolhe se quer ver as modelos com looks coloridos e cheios de brilho ou na versão mais sombria, com penteados e make com um quê de gótico. É só acionar a chave "light mode" ou "dark mode". Magias da ELLE View!




Alcione e Ludmilla

Não é sempre que a gente consegue reunir duas divas numa mesma capa. Esse encontro histórico entre Alcione e Ludmilla aconteceu em novembro de 2021 e rendeu, além dos ensaios e das entrevistas, esse vídeo delicioso publicado no nosso Instagram.


Hack ou hype?

O que não falta no TikTok é truque de beleza que promete fazer milagre. Mas será que tudo aquilo funciona mesmo? Para descobrir, acesse essa reportagem, veja o truque, dê sua opinião e confira nosso veredito: é hack ou hype?



Marina Sena

A ELLE View pode orgulhosamente dizer que foi uma das primeiras publicações a dar a Marina Sena o espaço que ela merece – e sabia que conquistaria. Na entrevista publicada em dezembro de 2021, a cantora conta que sempre foi uma diva pop, mas não tinha dinheiro. Depois de conferir a capa e o ensaio, só nos resta deitar para esse sorriso!


Quando se trata do futuro, para onde o passado nos levará?

Peças icônicas revisitadas, modelos redescobertas, o boom do vintage: o TikTok, quem diria, ajudou a criar uma onda de nostalgia na moda. Nessa reportagem, analisamos os motivos por trás disso e os riscos de enxergar o passado sempre por lentes cor-de-rosa.




Moda em movimento

Bom humor, leveza e diversão também têm espaço garantido na moda da ELLE View. E tudo isso está reunido no vídeo e no ensaio com Michelli Provensi sobre patins, capa da edição de fevereiro de 2022. Michi desliza, rodopia, dança, ri e lembra que a moda também pode trazer mais alegria à vida.




As mulheres e o tempo

Alessandra Berriel, Marina Dias, Pathy Dejesus e Silene Zepter: quatro modelos que fizeram história na moda estrelam as capas da edição que aborda moda, beleza e outros temas sob a perspectiva das mulheres acima dos 45 anos. Da escolha por tingir ou não os cabelos brancos aos relacionamentos maduros, a revista mostra como a liberdade – e não os limites impostos pela sociedade – pode pautar essa nova fase da vida.




Tasha & Tracie e a nova cena do rap

Elas compravam e customizavam roupas de brechó, produziam seus próprios editoriais de moda e chamaram a atenção do mercado. Depois, partiram para a música e conseguiram também seu espaço lá. Tasha e Tracie, as irmãs que criaram um estilo muito próprio, conquistaram a capa de abril de 2022, que trouxe o universo do rap como destaque. Para quem já é fã e para quem quer entender por que a cultura hip-hop é fundamental na cena contemporânea.




Moda que muda

E não dava para deixar de fora desta lista o editorial de moda da edição passada, que trouxe as marcas que participaram do #MovimentoELLE, o projeto solidário da ELLE que incentiva o desenvolvimento sustentável dos pequenos empreendedores. Com garra, ética e criatividade, 22 marcas de todo o país mostram novos caminhos possíveis para a moda brasileira.