Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Lifestyle

Resolva sua refeição em até 30 minutos


Cuscuz marroquino, arroz de camarão, risoto de cogumelos, shakshuka… Quem tem pressa pode comer muito bem, como provam essas dez receitas rápidas que selecionamos para você.

Foto: Divulgação / Carlota
PUBLICIDADE

Há dias em que estamos dispostos e com tempo para passar horas na frente do forno e do fogão. Já em outros – na verdade, a maioria deles – tudo o que queremos e precisamos é de um prato caseiro e saboroso com preparo vapt-vupt (essa expressão é cringe?). E, de preferência, que nem precise de acompanhamentos. Pois esse é justamente esse o foco desta reportagem! Reunimos dez receitas fáceis e rápidas, assinadas por experts da gastronomia, que vão ajudar você a ampliar seu repertório de pratos rápidos, deliciosos e fáceis de fazer. Há desde opções no estilo lanche caprichado, como o beirute de berinjela e abobrinha, até preparos que também fazem bonito no jantar para convidados, como o risoto de três cogumelos ou o arroz de camarões. Sem falar de maravilhas regionais, como o baixaria, um prato típico do Acre. Não vão faltar boas ideias para a sua próxima refeição express!

Receita de risoto de 3 cogumelos

risoto de cogumelos na panela de ferro

Na receita de Tiago Navarro, o arroz é cozido em duas etapas.

Foto: Divulgação

"Essa é uma das nossas receitas de que mais gosto, pois além de saborosa (o encontro dos cogumelos com parmesão fica sensacional) é muito prática de fazer. É um prato que funciona muito bem sozinho, mas também fica ótimo com acompanhamento."

Tiago Navarro, chef da Casa Porteña, restaurante com cozinha inspirada na culinária argentina, e que acaba de ganhar sua segunda unidade no bairro de Higienópolis, na capital paulista.

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 30 minutos

Ingredientes

1 xícara de chá de arroz arbório
½ copo de vinho branco seco
1 colher (sopa) cheia de manteiga sem sal
1 colher (sopa) cheia de cebola branca picada
½ xícara de chá de shimeji
1 colher (sopa) cheia de funghi seco já hidratado
1 colher (sopa) cheia de cogumelos-de-paris
1 copo de 250 ml de caldo de vegetais
1 xícara de queijo parmesão ralado
Sal a gosto

Modo de preparo

1. Em uma frigideira, coloque o arroz arbório, 500 ml de água e o vinho. Cozinhe em fogo médio sem mexer por cerca de 7 minutos e reserve.

2. Frite na manteiga os cogumelos cortados grosseiramente, juntamente com a cebola, em fogo baixo (até a cebola ficar transparentes).

3. Em seguida, acrescente o arroz, o caldo de legumes e uma pitada de sal.

4. Mexa até o caldo quase secar (de 10 a 15 minutos).

5. Acrescente o parmesão (deixe um pouco reservado para a finalização dos pratos), desligue o fogo e misture tudo.

6. Prove a quantidade de sal e, se achar necessário, acrescente mais.

7. Nos pratos, coloque o risoto e decore com alguns cogumelos e o queijo parmesão por cima.

Receita de shakshuka

shakshuka

Shakshuka: o nome é complicado, mas a receita é molezinha.

Foto: Divulgação

"Pratos com ovos me fazem lembrar memórias afetivas da infância no Rio Grande do Sul. Cresci numa família de origem italiana, onde a fritatta com ovos, copa ou salame feitos pelo meu avô era uma farra no café da manhã dos domingos em Porto Alegre. E também ovos com tomates ou com espinafre em cima do pão. O shakshuka que fazemos hoje no Carlota leva berinjela, abobrinha e pimentões, além de ervas e especiarias, uma espécie de ratatouille com ovos e tomates. É superpossível fazer em casa e é uma ótima opção para aqueles dias em que queremos comer algo bem comfort food."

Carla Pernambuco, chef do Carlota, restaurante com cozinha de inspiração brasileira e multicultural no bairro de Higienópolis, na capital paulista.

Rendimento: 4 porções.
Tempo de preparo: 30 minutos

Ingredientes

1/2 colher de chá de cominho em grão, amassado no pilão
1/2 xícara de azeite
1 cebola média em rodelas
1 berinjela pequena com casca, cortada em cubos médios
1 abobrinha pequena com casca, cortada em cubos médios
1 pimentão vermelho, em tiras de 2 cm
1 pimentão amarelo, em tiras de 2 cm
2 colheres (chá) de açúcar mascavo
Folhas de tomilho picadas
1 colher (sopa) de salsa picada
1 colher (sopa) de coentro picado, mais algumas folhas para decorar
6 tomates maduros, sem pele nem sementes, picados
1/2 colher (chá) de fios de açafrão
1 pitada de pimenta-caiena
1/2 xícara de água ou mais, se necessário
8 ovos caipiras
Sal e pimenta preta
Páprica defumada
Pão torrado de sua preferência

Modo de preparo

1. Numa frigideira grande, toste o cominho, acrescente as cebolas e o azeite e salteie (tudo em fogo alto).

2. Acrescente os pimentões, a berinjela, o açúcar e as ervas e continue a cozinhar (em fogo médio) até que os pimentões estejam cozidos (o que vai levar aproximadamente 15 minutos).

3. Acrescente a abobrinha, os tomates e a pimenta-caiena e um pouco de sal e pimenta. Deixe cozinhar em fogo baixo durante 10 minutos e, ao poucos, acrescente 1/2 xícara de água para que a mistura tenha uma consistência de molho de tomate. Prove e ajuste os temperos.

4. Divida a mistura por 4 frigideiras/panelinhas individuais.

5. Aqueça o molho, faça dois buracos na mistura em cada frigideira ou panelinha e preencha cada um com um ovo. Ajuste o sal e cozinhe em fogo baixo ou até que os ovos estejam cozidos com a gema ainda mole (não precisa mexer, a ideia é que os ovos fiquem inteiros até chegar ao prato)

6. Polvilhe com coentro fresco e páprica defumada e sirva, preferencialmente, com uma fatia de pão torrado à sua escolha.

Dica: em vez de fazer em frigideiras individuais, você pode fazer quatro ovos por vez (ou quantos couberem) em uma frigideira grande.

Receita de baixaria

prato com arroz, carne moida, cuscuz, salada de tomate e ovo frito

Que baixaria boa!

Foto: Raul Fonseca

"A baixaria é a refeição oficial no pós-balada dos jovens acreanos. A ideia é misturar todos os preparos e fazer uma baixaria no prato – daí o nome da receita, supertradicional! Se quiser deixar o prato ainda mais gostoso, vale regar o cuscuz com manteiga derretida quando estiver pronto e temperar a carne com um pouco de pimenta-de-cheiro picada na hora de refogar."

Amanda Vasconcelos, cozinheira responsável pela Casa Tucupi, restaurante multicultural com tempero acreano no bairro da Vila Mariana, na capital paulista.

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 30 minutos

Ingredientes

Cuscuz de milho
200 g de flocos de milho
1 xícara de água
Sal a gosto
Carne moída
300 g de carne moída (patinho ou acém)
1 cebola pequena
4 dentes de alho
3 pimentas-de-cheiro
1 fio de óleo
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Cheiro verde a gosto (salsinha, cebolinha e coentro)

Salada de tomate
1 tomate picado
1 porção de cebolinha picada
1 limão
1 fio de azeite
Sal a gosto
Para finalizar
2 ovos

Modo de preparo

Cuscuz de milho

1. Coloque a farinha de milho numa vasilha, acrescente a água aos poucos para hidratar, misture com sal a gosto e reserve por uns 5 minutos para a massa absorver a água.

2. Acomode o cuscuz na parte de cima da cuscuzeira ou panela à vapor, sem apertar. Preencha a parte de baixo da panela com um pouco de água e cozinhe em fogo médio por aproximadamente 15 minutos. Seu cuscuz de milho deve ficar fofinho.

Carne moída

1. Em uma frigideira, refogue (em fogo alto) a cebola e o alho com um fio de óleo.

2. Acrescente a pimenta-de-cheiro sem sementes e a carne moída. Em fogo alto, doure a carne sem mexer até que ela pare de soltar água. Depois, mexa até obter uma carne dourada, uniforme e sequinha.

3. Para finalizar, acerte o sal, adicione pimenta-do-reino a gosto e finalize com o cheiro verde.

Salada de tomate

1. Pique o tomate (em cubos e sem sementes), tempere com o suco do limão, um fio de azeite, cebolinha picada e sal a gosto.

Montagem

Junte todos os ingredientes em um prato e finalize com um ovo frito de gema mole. Na hora de comer, misture tudo no prato.

Receita de cuscuz nordestino com ovos mexidos, queijo e cebolinha

cuscuz nordestino

Com ovos e queijo, o cuscuz vale por uma refeição.

Foto: Divulgação

"Esse é um cuscuz feito no vapor, como manda a tradição nordestina, mas que encontra alguns elementos da cozinha típica do sudeste, como o queijo branco, além da cebolinha, que dá um toque especial na finalização. É uma refeição rápida, com ingredientes fáceis de achar, e muito saborosa."

Fábio Vieira, chef do Santo Grão, casa que investe em cafés especiais e em uma cozinha variada e saudável. Há unidades em São Paulo e em Curitiba.

Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 1 porção

Ingredientes

80 g ou 1 xícara (chá) de farinha de milho
10 gotas ou 1 colher (sopa) de limão-cravo
2 ovos
2 colheres (sopa) manteiga
3 fatias finas de queijo branco
1 colher (sopa) cebolinha cortada fina
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

1. Hidrate a farinha de milho com água suficiente para deixá-la úmida e deixe descansar por 3 minutos.

2. Leve para cozinhar em uma cuscuzeira durante 10 minutos, em fogo baixo.

3. Desfaça o cuscuz com um garfo.

4. Disponha uma colher (sopa) de manteiga na frigideira e coloque o queijo branco, cortado em pedaços pequenos. Deixe por alguns segundos.

5. Acrescente o cuscuz logo em seguida e misture bem. Adicione os ovos, a cebolinha e as gotas de limão, ajuste o sal e a pimenta-do-reino. Misture bem durante menos de 1 minuto, em fogo médio. O queijo não vai derreter por completo, a ideia é que ele fique em pedaços dentro do cuscuz. Está pronto para servir.

Receita de spaghetti pomodoro com stracciatella

Espaguete com burrata

Invista numa boa burrata e tenha uma refeição incrível em questão de minutos.

Foto: Divulgação

"Um espaguete com um bom molho caseiro de tomate já é ótimo. Quando acrescentamos a burrata, fica melhor ainda! Ela dá aquele toque especial, que faz toda a diferença nessa receita comfort food de fácil execução."

David Kasparian, chef do Stella, restaurante e bar no bairro dos Jardins, na capital paulista, com cozinha contemporânea brasileira.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 2 porções.

Ingredientes

160 g de espaguete de grano duro
100 g de burrata
100 g de cebola em cubos
100 g de cenoura em cubos
600 g de tomate italiano maduro
2 dentes de alho
50 ml de azeite
2 colheres (sopa) de manjericão genovês (de folhas grandes)

Modo de preparo

1. Com uma faca, corte um x na base dos tomates.

2. Em uma panela com água fervente, branqueie os tomates (cozinhe em fogo alto por 4 minutos). Em seguida, retire a pele. Corte em cubos e reserve.

3. Refogue a cenoura no azeite por 1 minuto e, em seguida, adicione a cebola (tudo em fogo médio).

4. Quando a cebola começar a ganhar cor, acrescente o tomate em cubos e cozinhe até desmanchar e o molho ganhar textura (mais ou menos 15 minutos).

5. Finalize o molho com manjericão.

6. Em uma panela com água fervente, cozinhe a massa de grano duro até ficar "al dente".

7. Despeje a massa sobre o molho, salteie e sirva com a burrata.

Receita de beirute de berinjela e abobrinha com queijo de cabra

Beirute de berinjela

Berinjela e queijo de cabra, combinação dos deuses.

Foto: Divulgação

"Esse sanduíche é perfeito para uma refeição rápida, leve, nutritiva. Fácil de fazer, agrada tanto os vegetarianos quanto qualquer pessoa que busque alimentos ricos em sabor. Se você não tiver pão sírio em casa, esse recheio é muito versátil e combina com todo tipo de pão."

Tales Pelini, chef do Origem 75, restaurante em Vinhedo, no interior de São Paulo, focado em cozinha variada feita com ingredientes orgânicos.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 4 beirutes

Ingredientes

1 abobrinha orgânica
1 berinjela orgânica
1 cebola branca
10 ml de azeite de oliva
Raspas de limão-siciliano a gosto
30 g de queijo de cabra
Sal e pimenta branca moída a gosto
4 pães sírios médios

Modo de preparo

1. Em uma frigideira preaquecida, coloque o azeite e a cebola cortada à julienne (em tiras finas) e deixe cozinhar por 3 minutos em fogo médio.

2. Acrescente a berinjela e a abobrinha cortadas em tiras finas e compridas. Deixe cozinhar por aproximadamente 5 minutos (virando os lados), até dourar. Tempere com sal e pimenta branca moída a gosto. Desligue o fogo e reserve.

3. Preaqueça uma frigideira e coloque sobre ela um pão sírio inteiro. Deixe 2 minutos de cada lado em fogo baixo.

4. Em seguida, coloque os legumes em uma das metades. Distribua um pouco do queijo de cabra e finalize com as raspas de limão-siciliano.

5. Feche o beirute dobrando o pão ao meio (formato de uma meia-lua) e deixe cozinhar por 2 minutos em fogo baixo. Vire o sanduíche e deixe mais 2 minutos.

6. Em um prato, corte o sanduíche ao meio e sirva.

Receita de lasanha de pupunha com queijo vegano e ragu de cogumelo

Lasanha de pupunha

Se você encontrar palmito pupunha já cortado em lâminas, está com a vida ganha.

Foto: Divulgação

"Leve e saborosa, essa receita é vegana e também low carb. Seu preparo é rápido e mesmo quem não tem tanta intimidade com a cozinha vai conseguir prepará-la facilmente."

Luciane Recco, chef do Empório Frutaria, na capital paulista, mercado e restaurante focado em produtos frescos e orgânicos e que oferece uma culinária saudável.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 2 porções

Ingredientes

200 g de palmito pupunha laminado para lasanha*
100 g de queijo vegano em fatias finas (à sua escolha)
250 g de cogumelo shimeji e paris picados
1 xícara de molho shoyu
1/2 xícara de água
2 colheres (sopa) de sumo de limão
1 colher (sopa) de gengibre fresco picado
Folhas de capim-cidreira
1 colher (sopa) de açúcar demerara
Cebolinha picada à gosto

*Alguns mercados vendem o palmito pupunha já cortado dessa maneira.

Modo de preparo

1. Para o molho, ferva o shoyu, a água, o gengibre, as raspas do limão, a cidreira e o açúcar demerara por 5 minutos.

2. Coe esse molho e acrescente o suco de limão.

3. Refogue em uma frigideira os cogumelos no azeite com um pouco do molho em fogo alto por 5 minutos. Reserve.

4. Em uma outra frigideira, grelhe as lâminas de pupunha até ficarem douradas dos dois lados. (cerca de 2 minutos de cada lado em fogo alto) .

5. Em seguida, monte algumas camadas nessa ordem: pupunha, queijo vegano e cogumelo refogado.

6. Finalize com o molho reservado e a cebolinha picada por cima.

Receita de tartiflette du savoyard (queijo reblochon, batata, cebola e bacon)

Batata gratinada

Batata, queijo e bacon, quem resiste?

Foto: Wellington Nemeth

"Esse prato é uma das especialidades da região de Haute-Savoie, na França, minha terra natal. É um prato aconchegante feito para compartilhar, perfeito para servir num almoço de família ou para reunir os amigos à mesa."

Alain Poletto, chef do Bistrot de Paris, charmoso restaurante em uma viela no bairro dos Jardins, na capital paulista, com menu repleto de clássicos da culinária de bistrô francesa.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 1 porção

Ingredientes

100 g de queijo reblochon
150 g de batata
30 g de cebola
50 g de bacon
1 colher (sopa) de creme de leite fresco
20 g de manteiga com sal

Modo de preparo

1. Cozinhe as batatas com casca em água e sal por 10 minutos.

2. Após cozidas, remova a casca e corte em lâminas de 2 cm de espessura.

3. Em uma panela, derreta a manteiga e refogue a cebola com o bacon por 2 minutos ou até ficarem dourados.

4. Em uma travessa pequena, coloque esse refogado, acomode as batatas por cima e cubra totalmente com o queijo reblochon e a colher de creme de leite fresco. Leve ao forno preaquecido a 200ºC para gratinar por 15 minutos (ou até dourar).

5. Sirva com uma salada e vinho branco seco para harmonizar.

Receita de cuscuz marroquino

cuscuz marroquino

O cuscuz pode receber os ingredientes que você quiser: vasculhe a geladeira!

Foto: Divulgação

"Ele vale por uma refeição completa e é um prato bem versátil: vai bem com vários legumes e também com diversas carnes, ou seja, você pode fazê-lo mudando os ingredientes de acordo com o que tem na sua geladeira. E o melhor: é muito fácil de fazer."

Amilcar de Azevedo, chef do Nou, restaurante de culinária contemporânea e variada, com três unidades na capital paulista.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 2 porções

Ingredientes

Mistura

1 peito de frango em cubinhos
1 bife de cordeiro em cubinhos
750 ml de caldo de legumes
1 alho picado
½ cebola picada
1 colher (chá) de cúrcuma
1 pitada de pimenta síria
1 pitada de sal
1 xícara de brócolis em cubos
3 colheres (sopa) de alho-poró em cubos
1 cenoura em cubos
100 g de ervilha torta em pedaços não muito pequenos

Cuscuz

2 xícaras de cuscuz marroquino
2 xícaras de caldo do preparo das carnes (etapa abaixo)
1 colher (sopa) de manteiga sem sal

Finalização

Caldo de legumes reservado
Manteiga

Modo de preparo

Mistura

1. Refogue o alho e a cebola em um fio de azeite na frigideira (em fogo médio).

2. Acrescente o peito de frango, o cordeiro, a cúrcuma e a pimenta síria e doure bem em fogo alto (aproximadamente 5 minutos).

3. Adicione o caldo de legumes (reserve ½ xícara para a finalização ) até cobrir o frango e o cordeiro e deixe cozinhando uns 18 minutos em fogo médio.

4. Após o cozimento, separe as carnes e reserve o caldo para hidratar o cuscuz.

5. À parte, branqueie todos os legumes (cenoura, brócolis, alho-poró, a ervilha torta) e corte em cubinhos. Para branquear, cozinhe rapidamente os legumes em água fervente, escorra e dê um choque térmico com água gelada para cessar o cozimento.

Cuscuz (como hidratar)

1. Espalhe o cuscuz numa assadeira rasa, adicione a mesma medida de caldo quente reservado das carnes e a colher de manteiga. Deixe hidratar uns 6 minutos, aproximadamente. Vá soltando o cuscuz com um garfo.

Finalização

1. Em uma frigideira, coloque o cuscuz hidratado, as carnes e os legumes. Acrescente um pouco de manteiga e o caldo de legumes reservado. Mexa por 5 minutos em fogo médio e está pronto para ser servido.

Receita de arroz de camarão

arroz de camarao

O caldo feito com cascas de camarão potencializa o sabor do prato.

Foto: Divulgação

"Meu sonho de criança era que chovesse peixinhos e camarões junto com a chuva. Eles vivem na água, não? Já adulta, faço questão de ser aquela cozinheira que faz chover pescados à mesa. Peixe e camarão são ingredientes com os quais amo trabalhar – e adoro comê-los também! Essa receita é simples e faz muito sucesso aqui no restaurante.Usando poucos utensílios e o mínimo do seu tempo, rapidinho poderá chover camarão por aí também."

Talitha Barros, chef e dona do Conceição Discos & Comes, restaurante descolado no bairro da Santa Cecília, na capital paulista, famoso por seus pratos com arroz e seu pudim de leite sem furinhos.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 2 porções.

Ingredientes

500 g camarão rosa médio fresco e limpo (reserve as cascas!)
2 cebolas bem picadas
4 dentes de alho picados
3 ramos de tomilho fresco desfolhado
50 ml óleo de girassol
100 ml azeite de oliva
1/2 maço de salsinha
1/2 maço de cebolinha
1/2 maço de coentro
300 g tomate picado
100 g arroz agulhinha branco
Sal

Modo de preparo

1. Ferva as cascas do camarão em 200 ml de água por 3 minutos e coe. Reserve


2. Refogue em uma panela 1 cebola e 2 dentes de alho em 25 ml de óleo de girassol (fogo médio).

3. Em seguida, adicione o arroz cru. Refogue por mais 2 minutos e adicione 200 ml de água fria. Coloque sal, mexa e tampe. Deixe em fogo alto. Quando levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente 15 minutos.

4. Em uma frigideira, refogue o restante da cebola e do alho, com o tomilho em 25ml de óleo. Doure os camarões, por uns 2 a 3 minutinhos.


5. Adicione o arroz cozido, misture tudo e regue levemente com o caldo das cascas.

6. Finalize com o tomate picado, o azeite, a salsinha, a cebolinha e o coentro.


Dica: raspe um limãozinho-siciliano por cima antes de servir para dar um frescor especial!


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE