Ronaldo Fraga explica figurino da última turnê de Milton Nascimento
PUBLICIDADE

Ronaldo Fraga fingiu naturalidade quando chegou a Juiz de Fora (MG) para tirar as medidas de seu maior ídolo na MPB. Milton Nascimento ouviu pacientemente as ideias do estilista mineiro contratado para criar o figurino da turnê que encerrará sua carreira nos palcos, a partir de junho, no Rio. “Pensei nas veredas em vermelho”, disse Ronaldo, a quem Milton respondeu só um “adoro vermelho”. “Para a noite do Sertão, pensei num azul profundo.” “Adoro azul”, retrucou a “voz de Deus”, como Elis Regina apelidou o amigo e compositor de “Maria, Maria” (1979).

Fraga fingiu até quando não aguentava mais esperar uma resposta da equipe do cantor após ele enviar, pelo correio, numa sexta-feira de março, aquele tipo de “manto da anunciação” –o vermelho (na foto acima)–, e a “farda do imortal” –tingida de azul profundo (abaixo)– para a aprovação do ídolo. Foi o filho dele, o estilista conta, quem mandou a foto do cantor coberto de lágrimas com suas peças. Só aí relaxou e não fingiu mais o nirvana particular.

O músico Milton Nascimento usa "farda" criada por Ronaldo Fraga para sua última turnê. A peça é inspirada na obra de Arthur Bispo do Rosário e na trajetória do compositor carioca.Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

"Milton me disse que havia superado todas as suas expectativas. Se eu tivesse de definir que minha carreira exisitiu para eu chegar em algum lugar específico, diria que foi para esse momento”, derrete-se odesigner, que já fez de peças de teatro a figurinos para bandas de rock e é nome incontornável do que entendemos por moda essencialmente brasileira.

O tema que alinha as peças do espetáculo A Última Sessão de Música foi explorado por Fraga, em 1996, em um desfile do Phytoervas Fashion, embrião da São Paulo Fashion Week. Os emblemas do artista sergipano Arthur Bispo do Rosário, com destaque para o Manto da Apresentação, serviram de base para a colcha de ideias bordadas no manto de cores quentes que recobre Milton. Sua inspiração, porém, não parte da ideia de juízo final como na peça icônica de Bispo do Rosário.

“Não combinava em nada [com o show], que é uma celebração. Ele surge como síntese das marcas deixadas por uma trajetória incrível dedicada à música. Busquei elementos e palavras do repertório para compor a peça, que deveria ser claramente brasileira e lhe colocar num lugar de nobreza, que é o seu lugar”, resume o estilista.

Detalhes do manto criado por Ronaldo Fraga para Milton Nascimento. Entre os bordados, há trechos de composições e as cores do nascer do sol entre as montanhas de Minas Gerais.Divulgação Ronaldo Fraga

Essa primeira peça traduz o nascer do sol nas veredas, inclui teclados que se transmutam em uma cobra para, depois, virar uma onça negra. Trechos de músicas de Milton Nascimento acompanham a imagem de um violão, um manifesto feito “num momento em que a cultura brasileira é tão demonizada e, também por isso, devemos vestir nosso mestre como um rei”. Então, como em um traje de rei, a peça foi forrada com seda e brocados dourados por dentro, algo que Fraga lamenta não ser perceptível.

O cantor e compositor Milton Nascimento no dia em que Ronaldo Fraga (à dir.) foi até ele tirar suas medidas.Divulgação Ronaldo Fraga

A roupa de baixo, a farda, expressa o luar do Sertão, que tem uma lua cheia gigantesca no peito bordada em linha. O look é de linho e conserva os traços pueris da obra do estilista, que afirma ter passado 40 dias no processo de confecção e cujos bordados tiveram a mão de sua amiga de longa data, a bordadeira Stella Guimarães, do Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.

Aqueles que não conseguirem ingresso para o show de Milton Nascimento –o músico anunciou outras quatro datas em São Paulo após o frenesi do anúncio–, poderá pelo menos ver ao vivo como trabalha o homem por trás de seu figurino.

É que o estilista acaba de abrir um segundo endereço em Belo Horizonte, no terceiro andar do Mercado Novo, que vem sendo tomado por bares e um público jovem nos últimos anos. No Ateliê Vivo Ronaldo Fraga (abaixo), o estilista e sua equipe trabalham livres de paredes.

Quem passar pelo corredor onde está localizado o novo espaço, que, além de loja, também receberá festas e dispõe de um piano para pianistas amadores arriscarem algumas notas, poderá ver o trabalho minucioso de feitura das peças ao vivo.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.