Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Quentinhos e estilosos, os casacos são nossos melhores amigos no inverno. Das jaquetas cheias de personalidade ao elegante sobretudo, há sempre aquele modelo que ganha o nosso coração para ser usado a todo momento e também aqueles que a gente ama ter no armário para arrasar em ocasiões específicas. Para quem está em busca de sugestões, aqui vai uma série de opções clássicas e eficientes perfeitas pra fugir do frio e compor looks marcantes.

Perfecto

Frequentemente associada aos músicos de rock, motociclistas e bad boys dos anos 1950, é a mais clássica entre as jaquetas de couro. Suas características fundamentais são o fechamento transversal com zíper e as lapelas semelhantes às de um paletó, com botões de pressão na ponta. Aposta perfeita para quem curte um visual com viés rocker.

Ela foi criada em 1928 por Irving Schott, imigrante russo que dividia uma marca de roupas para motociclista com seu irmão nos Estados Unidos. O nome foi uma homenagem ao seu cigarro favorito. No começo, as de cor marrom eram as que faziam mais sucesso, mas, a partir dos anos 1950, as pretas se tornaram desejo absoluto, principalmente após Marlon Brando aparecer vestindo uma no filme O Selvagem.

Inspirações para usar jaqueta perfecto

Edward Berthelot / Getty Images

Parka

Com tecido impermeável, muitos bolsos, capuz e amarração na cintura, a parka é uma jaqueta usada originalmente por militares. Ela é uma versão menos pesada do anorak, invenção dos esquimós para dar conta do frio polar. O modelo acabou se popularizando após virar hit entre os adolescentes da subcultura britânica mods nos anos 1960. Suas cores são sempre clássicas, como o cáqui e o chumbo, mas o verde é a mais comum.

Atualmente, é possível encontrá-la com detalhes variados, como os modelos sem capuz, com capuz removível, as de pelo interno ou com detalhes em couro. Devido à versatilidade e à proteção contra a umidade, é muito querida por quem pratica esportes de aventura, mas também é perfeita para criar produções urbanas, principalmente em cidades que têm tendência à chuva fina, como São Paulo e Londres.

Inspirações para usar parka

Melodie Jeng / Getty Images

Doudone ou puffer

Também impermeável, a doudoune ou puffer é marcada pela textura acolchoada criada em matelassê. Por ser bem quentinha e resistente à água, costumava ser usada em locais que nevam, mas vem ganhando outros territórios nos últimos anos por sua estética moderninha e pegada oversized, principalmente após aparecer nas semanas de moda.

É ótima para levar em viagens, já que não amassa e não pesa muito. Aliás, o primeiro casaco acolchoado foi criado nos anos 1930 para ser uma solução prática e eficaz contra o frio, dispensando muitas camadas. O responsável foi Eddie Bauer, que quase perdeu a vida após sofrer hipotermia em uma viagem de pesca e decidiu ele mesmo dar um jeito de se manter aquecido e seco com uma única peça que fosse consideravelmente leve.

Inspirações pra usar doudoune ou puffer

Jared Siskin / Getty Images

Sobretudo

O sobretudo tem caimento pesado e cobre o corpo quase todo, parando abaixo dos joelhos. Mais usado em países de frio intenso, não deixa de ser uma opção para quem busca uma roupa elegante para se aquecer. O nome vem justamente da sua função que é estar sempre por cima de todas as camadas, inclusive de outros casacos se for preciso.

Foi criado como vestuário masculino formal no século 18 e seu design servia como uma forma de representar o status social de quem vestia. Não demorou para que fosse incorporado pelas classes trabalhadoras e, com o passar dos anos, foi adaptado para novas versões. Nos anos 1980, tornou-se um dos elementos essenciais do power dress e acabou incorporado aos guarda-roupas femininos como peça básica. Em climas mais amenos, é indicado optar por trench coats, sua versão mais leve e que funciona principalmente como corta-vento.

Inspirações para usar sobretudo

Donell Woodson / Getty Images

Suéter 

O suéter é uma roupa toda fechada feita de tricô ou moletom que, por sua vez, costuma ser constituído de fibras de algodão ou lã. Dá conta tranquilamente do frio do outono, mas nos dias mais intensos de inverno funciona melhor na rua como uma segunda camada debaixo de outro casaco – o que pode resultar em composições cheias de estilo, aliás.

Existe uma variedade de modelos para todos os gostos. Gola alta, maxigola, gola v, gola redonda, estampados, lisos, com tramas diversas, mais finos, mais grossos (os chamados pulôveres), com a modelagem ajustada à silhueta, mais largos... A combinação dessas características vai definir se a peça é mais despojada ou elegante.

Inspirações para usar suéter

Melodie Jeng / Getty Images

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE