Vestido de seda rosa desenhado por Alexander McQueen para a Givenchy em 1999.

PUBLICIDADE

Uma coleção de peças que remonta a história da alta-costura no século 20 irá a leilão na França, entre os dias 11 e 12 de fevereiro. Modelos assinados por Coco Chanel, Elsa Schiaparelli, Hubert de Givenchy e Alexander McQueen estão entre os highlights do evento, que acontecerá na casa de leilões Cornette de Saint-Cyr, em Paris. Os itens poderão ser arrematados tanto pessoalmente, quanto pela internet.

Dos 545 itens à venda, 445 foram doados pela Maison de Mode Méditerranée à Marseille, uma incubadora de talentos para jovens estilistas da França e Mediterrâneo. Os outros 100 fazem parte da coleção pessoal do ex-presidente francês François Mitterrand.

"Queremos dar uma nova vida a essas peças — seja em um museu ou no guarda-roupa de alguém", disse Hubert Felbecq, diretor da casa de leilões Cornette de Saint Cyr.

Entre os destaques do evento estão uma capa de veludo vermelho-rubi da Chanel, de 1922; um vestido estilo Belle Époque em seda rosa, desenhado por Alexander McQueen para a Givenchy, de 1999 (foto que abre a reportagem); e um casaco da Maison Schiaparelli de 1938, parte da da coleção "Zodiaque". Também estarão à venda os figurinos desenhados por Christian Lacroix para uma produção de 1988 da peça "Goethe - Wilhelm Meister".

PUBLICIDADE

Os lances iniciais vão de 150 euros, para as peças que não são assinadas, à 15.000 euros, para os designs mais raros.

Todas as 545 peças ficarão expostas entre 3 e 10 de fevereiro na sede Cornette de Saint-Cyr, em Paris, e podem ser vistas pelo público — respeitando, claro, as medidas sanitárias impostas pela pandemia de coronavírus. Também durante o período, Fotos dos itens também estão disponíveis no site cornette-desaintcyr.com.

Divulgação

Christian Dior, Primavera/1952.

Para entender de vez o que é a Alta-Costura, não deixe de ouvir (ou ler) nosso episódio de podcast sobre ela.


Pela primeira vez na história a semana de alta-costura foi realizada durante uma pandemia e precisou se adaptar para o formato digital. Neste Pivô, a gente explica o que faz com que uma produção ganhe o status de alta-costura e dá um review do último evento.


Sem grandes emoções, desfiles digitais de alta-costura buscam refletir parte das emoções e sentimentos durante a pandemia.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE