Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Já faz alguns meses que a moda – e o mundo – caiu de amores pelos cogumelos. O assunto, aliás, foi até pauta de matéria no Vol. 4 da edição impressa de ELLE. É que, em meio ao caos e distanciamento social, muita gente começou a se interessar pelo poder transformador de substâncias psicodélicas, como a psilocibina, princípio ativo dos famosos cogumelos mágicos. Em paralelo, o documentário Fantastic Fungi, disponível na Netflix, reforçou a curiosidade sobre esses organismos que não são plantas nem animais, mas essenciais à vida no planeta. Na moda, não foram poucas as marcas que embarcaram nessa viagem lisérgica. A mais recente delas é Stella McCartney com seu verão 2022.

No início do ano, a estilista anunciou que iria utilizar um couro feito de cogumelos na produção de suas roupas e acessórios. Desde 2017, Stella trabalha com a empresa Mylo, no desenvolvimento de peças feitas a partir de couro de micélio (um tipo de fungo) produzido em laboratório. Em março, o material sustentável já havia aparecido em uma campanha (em um cropped e uma calça) da grife e agora estreia também na passarela com a bolsa Frayme Mylo.

Segundo a estilista, essa é a primeira vez que a matéria-prima, que não mata animais nem desmata árvores, está pronta para ser comercializada em escala maior. Serão 100 unidades da bolsa produzidas.

PUBLICIDADE

A novidade serviu de incentivo para Stella realizar o desfile, que não estava no calendário oficial da semana de moda de Paris. Em entrevistas após a apresentação, ela revelou que decidiu participar do evento há apenas 10 dias.

Para acompanhar toda a revolução que acompanha a primeira bolsa feita inteiramente de couro de micélio, bodies, leggings, macacões e toda uma sorte de roupa recortadas, assimétricas e grudada ao corpo tomam o corpo num desfile cheio de energia – como há tempos não se via nas apresentações da marca. Os looks monocromáticos são coloridos de verde, azul, vermelho e coral e alguns ganham complementos de blazers, casacos oversized e calças amplas. Estampas psicodélicas e uma versão impressa de um toile de jouy com desenhos de cogumelo reforçam o momentinho fungi da coleção.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.