Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Beleza

5 minutos de beauté com IZA

A cantora é a nova embaixadora da Garnier e sua primeira ação dentro da marca foi colaborar ativamente no desenvolvimento do novo protetor hidratante Uniform&Matte, confira!

Foto: Ju Coutinho

IZA

PUBLICIDADE

Eleita pela revista TIME como uma das líderes da próxima geração, IZA é um dos principais nomes do pop nacional. Dona de hits como "Pesadão" e "Gueto", lançado em junho deste ano, ela segue conquistando cada vez mais o coração dos brasileiros. Agora, chegou a hora de dar um novo salto e mergulhar de cabeça no mercado de beleza. A cantora acaba de tornar-se a mais nova embaixadora da Garnier SkinActive, a linha de skincare da Garnier. Sua primeira missão? Um protetor solar com fator 50 e hidratante com cor que fosse perfeito para a pele negra.

"É uma coisa que não existia antes, por isso estou muito feliz com essa colaboração", disse em entrevista à ELLE sobre o Uniform&Matte. "Foi muito legal, me senti muito participativa, estive muito dentro do processo. Foram todos muito generosos ao ouvirem minhas dicas e observações", contou antes de falar sobre a importância de as pessoas negras protegerem sua pele. "Infelizmente, ser invisibilizada no mercado de cosméticos te faz pensar que como não tem protetor solar bem feito para a sua pele, você não precisa dele. E isso não é verdade", alerta. Abaixo, confira na íntegra o bate-papo que tivemos com a popstar.

Como foi descobrir a sua própria beleza?

PUBLICIDADE

Acho que, como costuma ser para a maioria das meninas pretas, foi doloroso, né? Primeiro que você não se enxerga nos lugares como referência de beleza. Você começa a olhar as novelas, filmes, comerciais e a mocinha, ou aquilo que é tido como bonito, não se parece nada com você. Então, já começa por aí... Você fica achando que, de alguma forma, tem algo de errado com você. Eu sempre fui muito vaidosa, desde muito pequenininha. Naquela época, a gente tinha aquelas revistas – até hoje tem revistas de cosméticos e de coisas que você esfrega o punho pra poder sentir o perfume e tal – a minha mãe sempre foi muito vaidosa, ela gostava muito disso tudo. Mas, quando a gente falava de maquiagem ou de produtos para o corpo, estava tudo muito distante do tom da minha pele. Então, quando você começa a entender que existem marcas, mas nenhuma dessas marcas se aproxima do seu tom de pele, você – de novo – fica achando que tem alguma coisa de errado com o seu tom de pele. Começa achar que é você que não se adequa a esse grande mercado de beleza e isso é muito doloroso. Então, eu fui arranjando formas de me cuidar. Eu não sei se você já fez isso, mas quando eu era mais nova eu queria minhas próprias bases. Eu misturava maquiagem com pozinho, pó com sombra, ia criando as minhas coisas. É óbvio que não ficava completamente adequado, então é muito doloroso você querer se cuidar e ver o mercado inteiro de muitas possibilidades, e essas possibilidades não serem adequadas para você.

PUBLICIDADE

Como é pra você ser a nova embaixadora da Garnier SkinActive? Qual foi o seu papel no desenvolvimento dos produtos?

Para mim, está sendo um momento muito especial. Eu lembro quando eu era mais novinha e não tinha nenhum produto que fosse adequado para minha pele, entrava na farmácia e achava um produto tipo: "Ah, esse aqui se parece um pouco com meu tom mais assim ele é 3x o salário da minha mãe."

Por isso, nesse momento, me sinto muito feliz e emocionada. Isso faz parte da nossa construção de autoestima, da nossa construção de confiança. Faz diferença você se sentir enxergado. É o papo da representatividade que a gente sempre fala e que sempre batemos na mesma tecla. É muito importante quando você chega em alguns lugares e descobre que seus sonhos são possíveis, que o que você quer ser é possível, que você pode, sim, estar onde você quiser e que aquilo tudo é uma possibilidade real para você. É um produto que não é só sobre estética, sabe? Vai cuidar da sua saúde e vai caber no seu bolso.

Falando do meu tom de pele, especificamente, é uma coisa que não existia antes. Por isso, me sinto muito feliz com essa colaboração. Foi muito legal e eu me senti muito participativa. Estive muito dentro do processo, foram muito generosos em ouvir as minhas dicas e observações, considerando que eu não sou cientista, eu sou só uma consumidora. Foi importante saber que eles queriam me ouvir. Eu recebi inúmeras amostras, eu falava algo sobre elas e rapidamente me devolviam como uma outra amostra dizendo: "olha, a gente fez aquilo que você pediu e mais um pouco, dá uma olhada, vê se isso te agrada". E eu sei que isso não foi só comigo, foi uma seleção de mulheres participando dessa co-criação. É muito bonito ver uma marca que está ouvindo da gente, que se preocupa com essas questões como igualdade e inclusão de verdade. Isso é uma realidade que eu me preocupo muito na hora que eu vou escolher meu parceiros, então hoje eu sou só felicidade!

"Nós somos lindas do nosso jeitinho. A partir do momento que a gente se cuida, só intensificamos e potencializamos a nossa beleza", IZA

Como você se relaciona com a sua pele e quais os cuidados diários com ela? Além dos cuidados relacionados a produtos, o que você faz cotidianamente que te proporciona bem estar e saúde mental, afinal, que tempos difíceis, né?

A gente tem falado muito sobre saúde mental nesses últimos tempos e eu acho muito positivo porque a gente precisa da nossa saúde mental em primeiro lugar para que todo o resto funcione. A gente precisa cuidar da gente de dentro para fora. Eu acho muito importante esse momento de autocuidado e do skincare. Não só do skincare, mas esse momento que a gente tem com a gente mesma ajuda a dar uma pausa, parar um pouco de olhar o telefone, que sempre é bombardeado de informações o tempo inteiro. Separar um tempo para gente e fazer um ritual nosso, pelo menos para mim, ajuda muito a despressurizar, a relaxar, a focar naquilo que está acontecendo naquele momento e a cuidar daquilo que é mais importante pra mim, que é meu corpo que é meu templo, minha casa. Porém, acho legal para caramba ficar fazendo aquelas rotinas maravilhosas de skincare que a gente vê na internet! A galera passa muitos produtos, mas eu realmente eu preciso de coisas que sejam mais práticas.

Eu uso bastante água termal ao longo do dia. Ela mantém minha pele hidratada sem sobrecarregar. O mais importante é que eu não durmo de maquiagem de jeito nenhum. Estou sempre usando água micelar para tirar a maquiagem no final do dia. Isso ajuda a minha pele ter uma qualidade melhor. A minha pele não responde bem a dormir com maquiagem, no dia seguinte eu acordo toda cheia de bolinhas, como eu estou trabalhando sempre, eu preciso garantir essa limpeza. Outra coisa muito importante para mim é o protetor solar. Uso, inclusive, dentro de casa. Estou o tempo inteiro exposta à luz nos estúdios, então o protetor solar, na verdade, é o meu maior amigo!

Historicamente, pessoas negras escutam que não precisavam utilizar protetor solar com o argumento de que "a melanina, por si só, já protege". Sabemos que esse é um argumento falacioso. Nesse sentido, você acredita que ser a nova embaixadora pode inspirar pessoas negras a olharem mais para isso?

Infelizmente, ser invisibilizada no mercado de cosméticos te faz pensar que como não tem protetor solar bem feito para a sua pele, você não precisa dele. E isso não é verdade. É importante também dizer que a nossa pele negra é muito propensa a desenvolver manchas. Se você ficar no sol, ou a qualquer momento se descuidar, a manchinha aparece e vai crescendo. A gente já tem manchas espalhadas pelo corpo, eu tenho vários sinais, manchas que são lindas também, mas tem algumas que a gente pode evitar. É muito importante a gente falar sobre isso, pessoas negras precisam mesmo de protetor solar.

Você tem alguma dica de beleza ou de autoamor para compartilhar com nossas leitoras?

Nós somos lindas do nosso jeitinho. A partir do momento que a gente se cuida, só intensificamos e potencializamos a nossa beleza. Eu acredito que o pouco tempo que a gente se cuida, a gente passa a se sentir muito melhor ao longo do dia. Sempre falo para galera beber muita água. Isso faz toda a diferença em nosso organismo, ele funciona muito melhor. Inclusive, a gente que vive no Rio de Janeiro, um lugar quente para caramba, precisamos nos hidratar mesmo. Não só pela nossa saúde, mas realmente na questão da beleza também. A nossa pele fica mais viçosa, tudo fica mais bonito quando a gente bebe água: o cabelo, as unhas e por aí vai. E é isso, se amem, não tem ninguém mais importante e bonita no mundo que você! Não se compare porque isso é uma bobagem. Acho que ser único é o que faz a gente ser inacreditável, então confia na beleza se joga no protetor solar!

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE