Anne Flipo é o nome por trás de La Vie Est Belle, o perfume mais vendido do mundo

A convite da Lancôme, fizemos um workshop com a perfumista e descobrimos cada etapa da criação de seu eau de parfum para a marca.


xLCEFihu AF01 D



CONTEÚDO APRESENTADO POR LANCÔME

Se houvesse uma lista com as fragrâncias mais icônicas da última década, acompanhadas pelos respectivos perfumistas responsáveis por elas, o nome de Anne Flipo apareceria repetidas vezes. Entre tantas criações bem sucedidas, a francesa é a mente por trás de La Vie Est Belle, da Lancôme, nada menos que o perfume mais vendido do mundo. Quando perguntamos a ela sobre a fórmula do sucesso, Anne fala sobre o impacto de uma narrativa bem construída: “Antes de mais nada, um perfumista tem que criar a história que quer contar e aprender a transmiti-la através dos cheiros: é um exercício muito poético e imaginativo”, explica.

La Vie Est Belle é um perfume que celebra a vida, que fala de felicidade – e o desafio de Anne no laboratório era o de resumir esse sentimento em uma fragrância. Para isso, ela escolheu o menos óbvio dos caminhos. “Queríamos criar um eau de parfum com uma pegada mais gourmand, mas não queríamos repetir fórmulas já desgastadas no mercado”, disse durante o workshop ao qual a ELLE esteve presente no IFF (Institute of Flavour and Fragrances) nos arredores de Paris. “Por isso, nós fizemos mais de 5 mil testes antes de chegarmos no resultado ideal. Fechamos nessa versão que tem a íris como ponto de partida.”

AF02 A

 

O óleo essencial de íris é extraído do rizoma da flor e seu perfil olfativo tem características terrosas, amadeiradas, talcadas e florais. Um cheiro complexo que dá um sabor diferente, um quê de surpresa, à pirâmide de La Vie Est Belle. No IFF, tivemos a oportunidade de mergulhar nos três principais acordes do perfume. Primeiro vem a íris com a suas peculiaridades e com a sua personalidade forte. Depois, um acorde de patchouli traz um toque de suavidade e refrescância para a fragrância. Por fim, chegamos ao que Anne Flipo chama de acorde “comestível”. É onde a baunilha, outro dos ingredientes fundamentais de La Vie Est Belle, entra em cena.

Segundo Anne, a chave para desvendar o universo da perfumaria é entender o poder da memória olfativa. Não à toa, ela acredita que a escolha de um perfume não é algo para ser feito apressadamente. “É uma decisão refinada e muito pessoal. Uma fragrância pode trazer à tona diferentes aspectos da sua personalidade, pode realçar um estado de espírito, pode revelar um desejo… No fim das contas, acho que o perfume é a melhor maneira de sonhar e de escaparmos de nós mesmos”, conclui.

Para ler conteúdos exclusivos e multimídia, assine a ELLE View, nossa revista digital mensal para assinantes