PUBLICIDADE

Quando eu acordo… O sono é tão importante para mim que, na verdade, me preparo muito mais para chegar nele do que para sair dele. Então, antes de dormir, faço um chá de alguma erva calmante (camomila, melissa, capim-limão), tomo um banho bem gostoso com a luz baixa, às vezes, acendo uma vela, coloco uma música… No quarto, ligo um vaporzinho de óleo essencial, passo meus cremes no rosto e me dou bastante carinho.

Eu começo meu dia… Abrindo a janela para ver como ele está. Às vezes, nasce uma nova jaca, percebo as folhas da mangueira nascendo cor-de-rosa antes de ficarem verdes. Dou uma olhada na obra do vizinho que está ficando bonita, quem sabe mais uns dois meses esse barulho acaba. Gasto um tempo na janela esperando o café passar. Café forte e amargo e sempre depois de já ter comido algo. Tem dias que eu coloco para tocar uma playlist que tenho no Spotify (é aberta, quem quiser, é só chegar…) chamada "Pra começar".

No meu café da manhã… Cada época descubro uma coisa nova. Meus preferidos são pão, abacate e ovo ou aveia, leite de amêndoas, morango, mirtilo, linhaça, semente de girassol, nozes e néctar de coco. No inverno, mingau de tâmaras, às vezes um pão com manteiga e queijo. Aquele pão francês fresquinho, socorro, como eu amo! Gosto do clima das manhãs desde quando morava com meus pais. Ficávamos horas conversando e contando os nossos sonhos. Hoje, faço isso com a Marta, minha namorada. Papeando e comendo para o dia começar.

PUBLICIDADE

Na minha cozinha tem… Nossa, comer para mim é um prazer! Desde que me livrei das paranoias chatíssimas de engorda aqui, cuida ali, não pode não sei o quê, tenho me divertido demais na cozinha. Sou vegetariana há alguns anos, então os vegetais são sempre os protagonistas. No que cozinho, sempre tem muitas sementes e grãos: castanhas, lentilha, feijão… E muito tempero, também! Adoro cominho, cardamomo, canela, pimenta, diferentes tipos de sal… A cozinha é meu parque de diversões.

No meu chuveiro tem… Velas, açúcar, mel e um potinho para fazer meus banhos de ervas. O mel e o açúcar eu uso como esfoliante para o rosto e corpo. Fora isso, um monte de potinhos de shampoo, cremes e sabonetes. Gosto de alternar entre eles a cada dia.

Para cuidar do meu cabelo… Aprendi que meu cabelo tem muitas personalidades (risos). Se eu repito por muitos dias o mesmo shampoo ou creme, ele acha chato. Então, fico alternando. E penteio com calma e carinho porque ele é muito fininho e dá muito nó, ainda mais grande como está agora.

PUBLICIDADE

Para arrumar o meu cabelo… Deixo ele secar naturalmente sem ficar mexendo muito. Assim, os cachos e ondas tomam forma. Depois de seco, solto a raiz com meus dedos. Dia sim, dia não, uso alguns cremes para finalizar. E corto sempre na lua cheia porque amo volume!

O melhor conselho que já recebi de alguém… Que carinho é das coisas mais preciosas. Com os outros e comigo. Do prazer e da alegria podem nascer coisas poderosas. Que cuidar do meu bem-estar é cuidar do futuro.

A minha rotina de beleza é… Eu estudo óleos essenciais, então uso muito na beleza e na vida. Quem se interessar, sugiro muito consultar uma aromaterapeuta. É muito legal entender a potência das coisas que vêm da natureza. No mais, faço máscaras de argila e mel semanalmente. Esfolio o rosto com mel e açúcar e outros creminhos. Sempre faço uma massagem também que ajuda na circulação e relaxa os músculos da face. Aprendi com a Carla Biriba, cabeleireira e maquiadora. Mas, minha rotina de beleza é também dormir bem, comer bem, gozar, beber um bom drinque, assistir um filme, escrever…

"Aprendi a amar minhas dobrinhas, meus pelos, minhas manchas, cicatrizes, minha história", Bruna Linzmeyer

Mas quando estou inspirada… Então… Vou te contar que há alguns meses criei o "Brindr" no meu Instagram. É uma espécie de correio elegante com aplicativo de paquera. As pessoas mandam recados anônimos para seus crushs e eu leio as mensagens no IGTV (risos). E, quando eu estou gravando o programa a única regra é me divertir: faço o que me dá vontade com o cabelo, a roupa, o cenário, a luz… Um dia fiz um bigode de batom por cima da boca, já fiz delineados irregulares nos olhos, fico pintando a cara. Para mim, maquiagem é brincadeira, é farra. Se não, fica muito chato, tenho ascendente em aquário, sabe? Não posso com um "tem que" (risos). Ah, e amo batom cremoso porque é bem flexível: vira blush, vira sombra, vira tudo. E aquelas paletas coloridonas, claro!

O meu perfume é… Não uso perfume no corpo. Foco nos óleos essenciais. Às vezes, passo no pulso, mas também uso na casa, incensos naturais, queimo ervas secas e pau de canela. Cheiro é incrível… Cria memória afetiva, é um negócio incontrolável. Acho bem poderoso.

Quando olho no espelho vejo… Vejo uma criança muito sapeca, uma adolescente faminta de mundo e uma calma conquistada ao longo dos anos. Vejo também a alegria de ter muitas dentro de mim. Aprendi a amar minhas dobrinhas, meus pelos, minhas manchas, cicatrizes, minha história.

Para me tornar confiante… Antes de mais nada, como bem. Comer o que eu quero e o que me faz bem é fundamental. Depois, alimento e converso muito com os seres espirituais que me acompanham, as bruxas, os seres da floresta, os orixás… Rezo, agradeço, ofereço e peço. Faço psicanálise há alguns anos (mas recomendo cuidado, já tive péssimas experiências de lesbofobia e repressão dentro do consultório). Frequento uma osteopata que trabalha com acupuntura e microfisioterapia. Medito, faço amor, danço, estudo…

bruna-linzmeyer-bruna-castanheira Bruna Linzmeyer é fã de óleos essenciais.Foto: Bruna Castanheira

No almoço… Minha alimentação é baseada em vegetais. Amo arroz com feijão, couve e farofa. Um clássico que está na minha mesa toda semana, sem falta. E fico descobrindo novos encaixes, novas combinações de alimentos. São muitas possibilidades, a cozinha é um mundo gigante. Tenho almoçado com a Marta, minha namorada, e a gente fala muito sobre nossos trabalhos, sobre manter o carinho nos processos. Falamos sobre o mundo, sobre ter prazer, sobre a babosa precisar de mais sol, "será que a obra do vizinho vai acabar um dia?". É muito bom ter um amor como o nosso.

Meu jeito de me desligar do mundo… Essa é simples: banho! Acho que é a água que é meio mágica, sei lá.

Meu produto de beleza indispensável… Mel, babosa e açúcar!

Sou/estou obcecada por… Palavras e comunicação. Acho que sempre fui, mas estou mais porque estou trabalhando, escrevendo roteiros e poesias. Então, as palavras têm se feito muito presentes. Essa obsessão/superinteresse tem se dado desde quando eu fiz um curso sobre poesia e palavras com Elisa Lucinda, alguns cursos de cinema, teoria queer e comunicação até ter tido a experiência de escrever um curta-metragem com Marta Supernova, chamado "Tomate-Canoa", e estar escrevendo dois longa-metragens: um em parceria com a cineasta Julia Zakia, sobre um triângulo amoroso sapatão e outro estou escrevendo sobre uma história que se passa em Corupá, cidade que cresci.

Meu ritual noturno de beleza… Costumo fazer uma misturinha para passar embaixo dos olhos: pomada de calêndula da Weleda, óleo essencial de girassol ou gergelim e algum óleo essencial de copaíba ou lavanda.

A cantora pop respondeu todas as perguntas do nosso Beauty Chat, seção em que descobrimos a rotina de beleza, saúde, alimentação e bem-estar de diferentes personagens do universo ELLE.


Fã de experiências olfativas e óleos essenciais, a atriz contou tudo sobre sua rotina de beleza e autocuidado durante o isolamento.


Negra Li está gravando um novo disco! Em meio às composições, ela dá conta de cuidar de si e da família enquanto reflete sobre o impacto de sua música na sociedade. No Beauty Chat, a cantora e atriz revela o segredo para não perder o equilíbrio mesmo estando no olho do furacão.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE