Giovanna Lancellotti

PUBLICIDADE

Quando eu acordo... Não tenho uma rotina fechada, sabe? Quando estou mais tranquila, me permito acordar entre às 10h30 e 11h. Já no ritmo das gravações de Temporada de Verão, da Netflix, as filmagens começavam às 6h e iam até às 18h. Não tenho problemas para acordar cedo. A importância do sono, para mim, é enorme. Ele dita o meu dia. Quando corro demais na semana e não consigo dormir tão bem, uso o final de semana para colocar o sono em dia.

Eu começo o meu dia... Se tenho um tempo livre antes de ir para o trabalho, gosto de me exercitar. Pode ser uma yoga rápida ou um alongamento. Adoro aqueles canais do Youtube que têm vídeos rápidos para despertar com exercícios simples de respiração para esse momento. A música também me ajuda a entrar em uma frequência mais calma. Como sou muito agitada, isso me ajuda bastante. Com a pandemia, passei a me exercitar em casa: gosto de aulas que utilizam o peso do próprio corpo como desafio. Agora, quando estou com personal, gosto de muay thai.

No meu café da manhã... Não sou um exemplo de pessoa que toma café da manhã. (risos) Às vezes, pulo essa refeição porque não tenho muita fome na parte da manhã. Sei que não é o certo, tá? Agora, quando estou em uma rotina de trabalho em que acordo muito cedo, sempre como um ovo mexido, bebo café (eu bebo muito café!) e suco verde.

PUBLICIDADE

Na minha cozinha tem... Eu gosto muito de proteína. Por isso, queijo, ovo, tapioca, guacamole, estão sempre na minha geladeira. Não sou uma pessoa que cozinha tanto, mas, se estou sozinha, acabo tendo que me virar nas coisas mais práticas. Uma omelete ou uma lasanha de berinjela, coisas mais simples de fazer. Agora, quando estou na casa da minha mãe, me permito comer o que tiver, porque sei que não vou ter isso sempre. (risos) A minha alimentação foi um caminho, um processo. Eu sempre gostei de comer muita besteira (salgadinho, fritura, muito doce) e foi algo que, com o tempo, fui vendo que me fazia mal. Hoje em dia não tenho mais a neura que já tive de me preocupar se devo ou não comer algo, antes de um ensaio fotográfico, por exemplo. Quando fazemos as coisas com equilíbrio e com leveza, tudo flui mais fácil.

No meu chuveiro tem... Gosto muito de bucha de banho. Adoro as que fazem espuma com sabonete líquido. Na casa da minha mãe tem banheira, então, às vezes, eu tiro um tempo para tomar um banho longo com sais, para relaxar. Na minha casa, no dia a dia, acaba sendo um ritual, só que mais rápido. Sempre coloco música para tomar banho. Acabo pensando muitas coisas que aconteceram no meu dia enquanto tomo banho.

PUBLICIDADE

"Com a idade, e com o meu trabalho, já me vi de tantas formas, cabelos, corpos e figurinos, que quando você se olha ali, nua e crua, sem maquiagem, você gosta do que você vê. É um papel em branco com mil possibilidades", Giovanna Lancellotti

Para cuidar do meu cabelo... Sempre tive muito cabelo e ele sempre foi grosso, mas depois que fiquei loira platinada mudou um pouco a estrutura do meu fio. Algumas coisas não dão mais certo e outras passaram a dar. Não sei te explicar o que exatamente, mas a química muda mesmo. Por mais que não tenha danificado o fio, ele ficou diferente. Hoje em dia, tenho mais um cuidado ao pegar produtos mais específicos. Antes meu cabelo era virgem, então eu não tinha tanto cuidado com produtos específicos. Hoje em dia tenho essa atenção e gosto muito dos produtos da Wella e da L'Oreal para hidratação profunda.

Para arrumar o meu cabelo... Depois que eu fiquei loira, fui cada vez mais deixando de usar secador, chapinha, babyliss. Eu estou deixando muito meu cabelo natural. Ele sempre foi ondulado. Fiz progressiva quando era mais nova, então tem um restinho, mas o meu cabelo no geral é ondulado, e da pandemia pra cá, tenho deixado natural e isso está fazendo com que a sua forma real volte aos poucos. Estou o amando natural! Uma dica para quem gosta de cabelo ondulado é: quando ele está molhado, faça dois coquinhos, como o da 'princesa Lea', de Star Wars, e depois soltar, ou mesmo quando estiver mais seco, essa técnica ajuda a modelar os fios naturalmente.

A minha rotina de beleza é... Nossa vida é muito corrida. Tem dias que dá pra fazer mil coisas, mas tem dias que não dá para responder um e-mail. Assim, nos dias que eu tenho uma agenda mais livre, gosto de me cuidar, de fazer skincare, hidratação caseira no cabelo... Tenho a pele mista, então eu achei agora um combo de skincare perfeito da Nivea, que é o "Efeito Mate", que eu adoro. Nele, tem um sabonete que faz uma esfoliação leve, porque minha pele é sensível, além de um hidratante que não deixa minha pele oleosa. Às vezes, gosto de passar uma argila verde. Quando estou com tempo, adoro fazer estes tratamentos mais completos. Na pandemia, minha pele melhorou muito e o que tenho usado é protetor solar com cor e blush, que é minha maquiagem na série. Gosto muito deste protetor da Nivea, que tem efeito mate bem sequinho. Agora, o com cor, eu uso o Epsol, que serve como base. Também gosto muito de água termal durante o dia.

O meu perfume é... Meu perfume do momento é o Mademoiselle Chanel. Gosto de usar o mesmo perfume e mudar só em ocasiões muito especiais, ou para uma personagem, porque me ajuda a compor. Mas, na minha vida, sempre uso o mesmo. Gosto de ter a minha marca registrada. Uso muito perfume em casa sim. Adoro cheirinho, incenso, velas...

Quando olho no espelho vejo... Com a idade, e com o meu trabalho, já me vi de tantas formas, cabelos, corpos e figurinos, que quando você se olha ali, nua e crua, sem maquiagem, você gosta do que você vê. É um papel em branco com mil possibilidades. Ainda mais depois desta quarentena, estou em uma fase muito boa de me olhar e me gostar. Estou muito tranquila comigo mesma. Em uma fase muito feliz.

Para me tornar confiante... Sou uma pessoa muito comunicativa, então, quando estou angustiada, converso com meus amigos, com a minha mãe, com a minha empresária... Nunca fiz terapia, mas tenho vontade de fazer. Faço mantras, acendo incenso, faço orações. Eu acredito muito na energia.

No almoço... Gosto de salada, de proteína. Geralmente uma salada com uma proteína. Gosto de tapioca, ovo mexido com guacamole. Se pudesse, eu colocaria abacate em tudo. Como bem, mas eu amo um arroz, um feijão, batata frita e bife. Eu não sou difícil de comer. Meu paladar é até um pouco infantil. Não tenho nenhuma restrição com salada, legumes e frutas. Quando estou na minha casa, sempre comemos em família. Temos a tradição de almoçar todo mundo junto e jantar também juntos, mas quando estou sozinha não vejo problema em fazer isso só.

Meu jeito de me desligar do mundo... Eu me distraio vendo séries, filmes e programas engraçados. Quando estou estressada coloco, por exemplo, Que História é esta Porchat? Música me ajuda muito. Durante a série, voltei a pintar. Como ficava muito tempo isolada no apartamento, enquanto não estava gravando, pintei uma garrafa para cada um do elenco. Gosto de gastar meu tempo livre com arte.

Sou/estou obcecada por... O último livro que li, que foi o da Zibia Gasparetto, Quando Chega a Hora.

Meu ritual noturno de beleza... À noite, meu ritual é maior do que pela manhã. Uso o sabonete da Nivea, que é para esfoliação e passo tônico. Depois que eu preparo a minha pele, uso uns cremes manipulados pelo meu dermatologista, e assim vou intercalando. Às vezes, passo um creminho nas olheiras para prevenção. Durmo com hidratante na boca e também durmo com óleo de coco no cabelo. No outro dia o lavo e ele fica uma seda. Está é uma dica caseira muito boa. Para relaxar eu gosto de acender uma vela, um incenso para ficar mais tranquila. Coloco uma música, sons da natureza para dormir. Este é meu ritual.

A última coisa que faço antes de dormir... Meu hábito indispensável é rezar todas as noites. Agradeço e peço pela minha família, por mim e pelos meus amigos.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE