Beleza

Beauty chat: Juliana Alves

Co-wash, banhos de óleo e aplicações periódicas de vinagre são alguns dos segredos da atriz para elevar seu cabelo à máxima potência.

Foto: Guilherme Lima

Juliana Alves

PUBLICIDADE

Quando eu acordo… Preciso muito do sono para ficar disposta e realizar bem as minhas atividades. Não tenho um horário certo para acordar e, na minha profissão, tanto pode ser às 6h, às 8h ou às 10h, depende do trabalho que eu estiver fazendo. Mas, nos dias de folga, acordo por volta de 8h ou 8h30, que é o horário minha filha acorda.

Eu começo o meu dia… Começo o dia fazendo um exercício rápido de respiração. Quando consigo fazer minhas atividades físicas logo de manhã, me sinto melhor.

No meu café da manhã… Desde novinha, gosto daqueles cafés da manhã bem completos e coloridos. No geral, no dia a dia, preparo uma "banonoca" (banana batida com ovo, na frigideira), um chá ou ovos com uma pitada de orégano, iogurte sem lactose e sempre alguma fruta.

Na minha cozinha tem… Ao longo dos anos, fui entendendo como meu organismo funciona e o que me faz bem. Então, em certos momentos, cuido mais detalhadamente das minhas refeições. Procuro estar atenta, mas sem neuroses. Na minha geladeira sempre tem maçãs, mas elas não ficam muito tempo lá. (risos) Sempre tem legumes e verduras, própolis para tomar com limão ao acordar e óleo de coco.

PUBLICIDADE

No meu chuveiro tem… Uso três tipos de sabonetes diferentes: co-wash (que tenho usado mais), além do shampoo e máscara de hidratação capilar.

Para cuidar do meu cabelo… Meu cabelo é extremamente cheio, então eu tenho que estar sempre atenta ao meu couro cabeludo. Além de substituir o shampoo por co-wash na maioria das lavagens, alterno alguns banhos de óleos e aplicações periódicas de vinagre na raiz.

Para arrumar o meu cabelo… Quando não estou de tranças, finalizo o cabelo com leave-in e, dependendo da ocasião, também faço fitagem com gel próprio para cabelos crespos e, se for preciso, seco com difusor, jogando a cabeça para baixo, para dar mais volume!

"Vejo que as coisas são muito transitórias, que tudo é muito passageiro e ilusório. Então, me divirto, tenho empatia por todas as mudanças", Juliana Alves

A minha rotina de beleza é… Assim que acordo, higienizo a pele com uma espuma de limpeza, aplico vitamina C e, depois, passo um filtro solar com pigmentação. Antes de fazer qualquer maquiagem, uso um hidratante que tem efeito primer e, sempre que eu termino um trabalho, uma gravação, tiro logo a maquiagem com removedor. Quando minha pele está oleosa, aplico algum produto que seja secativo. Antes de dormir, às vezes, uso um tônico e também um hidratante próprio para o meu tipo de pele. Também faço uso frequente de água termal, quando percebo que minha pele está mais sensível e que ela precisa de um cuidado a mais. Faz toda diferença para a minha pele.

PUBLICIDADE

Mas, quando eu estou inspirada… Faço máscaras de argila e máscaras com melaleuca. Já no cabelo, invisto em alguns penteados diferentes, como agora, que coloquei tranças rosas e elas contribuíram muito para a mudança de astral, de energia que eu estava buscando. Estou sempre procurando fazer alguma coisa que me estimule. Gosto de brincar com o meu visual para movimentar alguma coisa que eu quero e geralmente funciona. Os cuidados com a beleza, para mim, são muito mais que vaidade, estão associados a um autocuidado.

O meu perfume é… Não uso perfume todos os dias, mas é impressionante como tem alguns dias que eu coloco e assim que sinto o cheiro meu astral já melhora, melhora minha disposição, fico mais animada, fortalece a minha autoestima. Eu tenho gostado muito também de fragrâncias naturais. Um que eu gosto muito é que tem gengibre na fragrância, não é um perfume caro, mas não é fácil de achar e, sempre que alguém viaja, eu peço para trazer. Mais do que passar o perfume em mim, gosto muito de perfumar a minha casa. Então, algo que faz parte da minha rotina é borrifar algumas essências em ambientes da casa e, de vez em quando, acender alguns incensos também. Isso contribui muito para a harmonia da minha casa e para a minha harmonia também.

Quando olho no espelho vejo... Tenho me divertido muito com o que eu vejo no espelho. Não levo minha aparência tão a sério quanto levava antes. Eu vejo que as coisas são muito transitórias, que tudo é muito passageiro e ilusório. Então, me divirto, tenho empatia por todas as mudanças. E sempre fico me perguntando: qual vai ser o próximo visual? Como vou estar daqui a um ano? O que um próximo trabalho vai me exigir ou me proporcionar, sabe? Tenho essa relação de desapego pela imagem e muita gratidão por ter atingido essa maturidade.

Para me tornar confiante… Faço alguns exercícios rápidos de respiração quando acordo. De tempos em tempos, escolho algum tipo de mentalização para fazer durante alguns dias. Faço uma terapia chamada ThetaHealing, com uma psicóloga. Tenho buscado fazer as coisas que eu gosto. Agora voltei a fazer aulas de canto e dança, e isso tem me feito bem. Quando você observa seu processo, observa a sua habilidade naquilo, isso traz uma autoconfiança também. É aquele momento em que você se diverte e percebe o quanto você consegue se divertir, independente do que esteja acontecendo.

No almoço… Posso dizer que a regra do meu almoço é não ter regras... (risos) Às vezes, eu, meu marido Ernani e minha filha Yolanda, comemos todos juntos na mesa. Às vezes, eu como sozinha, às vezes como no chão, no sofá, na área externa da casa... Principalmente por causa da pandemia, acabei diversificando a forma como eu faço minhas refeições. Mas, de uma maneira geral, meu prato é muito colorido e saudável. Isso é o que mais acontece, mas eu não tenho uma rigidez. Às vezes, fazemos uma comida diferente aqui em casa para todo mundo compartilhar e a gente compartilha, somos felizes assim.

A receita que eu mais amo… A comida que mais dá aquele calorzinho no coração, sem dúvidas, é a feijoada da minha mãe!

Meu jeito de me desligar do mundo… Ultimamente, tem sido muito difícil fazer isso. Confesso que é uma busca diária ter esses momentos. Sei que tem muita gente também passando por isso, é realmente difícil se desligar até por causa dos últimos acontecimentos, nossas preocupações em torno dos nossos trabalhos, da situação do mundo, do nosso país. Na medida do possível, tento estar em contato com a natureza, tomar banho de mar ou estar em contato com a água de alguma forma. Mas, quando não é possível fazer isso por conta da nossa rotina, é respirar e fazer um tipo de meditação e achar esse lugar seguro de reconexão dentro de nós para ter mais energia para tocar a vida e melhorar nisso tudo que estamos vivendo.


Embaixadora da Redken, a atriz conta como cuida dos seus cabelos e qual é a sua relação com o universo da beleza.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE