PUBLICIDADE

CONTEÚDO APRESENTADO POR O BOTICÁRIO

Você já pensou no processo de confecção de uma fragrância, desde a ideia inicial até o momento em que é envasada para se transformar no signature scent de alguém? No vídeo abaixo, conheça o passo a passo dessa empreitada que envolve grandes especialistas e mais de 2.500 opções de ingredientes combinados numa alquimia de essências e álcool. "Temos a oportunidade de trabalhar com perfumistas de Paris, Nova York, de todas as partes do mundo. Eles vão interpretar a ideia que a gente teve num processo de criação e lapidação da fragrância que dura, em média, entre seis meses e um ano. Mas não há um limite: a fragrância The Blend, do Boticário, por exemplo, levou quatro anos e mais de 1900 versões para chegar à fórmula que consideramos perfeita, à venda no mercado. É como uma alta-costura: são vários ajustes até que a roupa fique perfeita", conta o especialista em perfumaria do Núcleo de Inteligência Olfativa do Grupo Boticário, Cesar Veiga.

As etapas de criação de uma fragrância são cheias de detalhes tão interessantes quanto curiosos: é o caso da maceração, quando a fórmula "descansa" para fixar e equilibrar todas as nuances das notas olfativas diluídas no álcool. "Em termos de matérias primas, também há muito o que contar, mas acho que vale a pena destacar uma curiosidade: há uma crença de que as matérias primas são líquidas, e na verdade há resinas e até pós que são misturados até ficarem completamente dissolvidos para a criação de um perfume", diz Fernanda Nunes Silva, Fine Fragrance Development Director da Firmenich, uma das maiores casas de fragrâncias do mundo. Outro mito que cai por terra é o da fixação. "Fixador é uma lenda na perfumaria, isso não existe. O que você precisa é criar uma base sólida para segurar a estrutura olfativa. Isso é feito com as notas que são menos voláteis, como as madeiras, a baunilha, o âmbar e o musk. São as chamadas notas de base. Em cima desse bolo, você coloca os coadjuvantes, entre eles as notas frutais, como a bergamota, a laranja, o limão, e as especiarias, como a pimenta, o cravo, a canela", destaca Cesar.

PUBLICIDADE

Pronta a fragrância, há ainda um universo de nuances a serem descobertas e experimentadas. "É como contar uma história onde a combinação de belas palavras traduz a emoção e a assinatura em forma de perfume", compara Fernanda. Quer saber mais sobre o enredo por trás de cada frasco? Reveja as colunas de A Perfumista para descobrir mais:

PUBLICIDADE


Não é uma ciência exata, mas há algumas maneiras de identificar e aprender a escolher aquela fragrância que te tira do lugar comum olfativo.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE