Cuidado, seu esmalte é mais tóxico do que você imagina!

Entenda melhor como funcionam e por que existem os esmaltes hipoalergênicos.


r2Lwbab0 origin 33



Quando pensamos em produtos potencialmente alergênicos, dificilmente os esmaltes vêm à nossa mente. Pode parecer estranho imaginar que um pequeno frasco pode conter tantos ingredientes tóxicos e possivelmente nocivos à saúde – mas essa é a realidade. Um estudo realizado pela Universidade de Duke, nos Estados Unidos, revelou que um único vidro pode conter mais de 50 substâncias químicas.

De acordo com Marcella Alves, dermatologista da Clínica Les Peaux, a alergia decorrente dessas substâncias geralmente aparece em forma de dermatite de contato. “Os sintomas não se restringem às mãos e unhas, já que eles aparecem pelo corpo todo, por isso é difícil associar o processo alérgico ao esmalte, o que pode atrasar o diagnóstico”, explica. Ainda assim, alguns sinais devem ser vistos como alerta. “Unhas frágeis, que lascam e quebram facilmente, bolhas de água nos dedos, pálpebras inchadas, coceira em qualquer área do corpo, principalmente nas pálpebras e nos olhos, vermelhidão nos dedos, na palma da mão e no pescoço, ou irritação e até descamação em locais em que a pele é mais fina”, exemplifica Marcella.

Karina Soeiro, mestre em Ciências Farmacêuticas pela USP e consultora em desenvolvimento de dermocosméticos, conta quais são os ingredientes que merecem maior atenção. “O alerta fica, principalmente, para o formaldeído (formol), o tuleno e o DPB (ftalato de dibutilo)”. O primeiro é uma resina que endurece o esmalte; o segundo dissolve essa resina e deixa a textura do esmalte mais leve; e o terceiro dá brilho e evita que ele descasque na unha. “Este trio de substâncias é geralmente o primeiro a ser excluído das fórmulas. Estes esmaltes ficaram conhecidos como 3-free”, explica a expert.

“Os sintomas não se restringem às mãos e unhas, já que eles aparecem pelo corpo todo, por isso é difícil associar o processo alérgico ao esmalte, o que pode atrasar o diagnóstico”, Marcella Alves, dermatologista

Depois desta categoria, foram lançadas versões 4-free, 5-free e até 15-free – os números variam de acordo com a quantidade de ingredientes tóxicos excluídos da fórmula. Não existe, porém, uma regra que diz quais componentes ficam de fora de cada uma dessas fórmulas, isso deve variar entre marcas e produtos. Outro alerta importante é que não existe uma obrigatoriedade para que estes esmaltes passem por testes clínicos que atestem o menor potencial alergênico.

Os esmaltes que levam o nome de hipoalergênico, por sua vez, só podem ter o registro oficial na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) após terem passado por uma série de testes que comprovem sua segurança. Ainda assim, a maioria deles só elimina de sua fórmula o trio considerado tóxico citado acima, mantendo a maior parte dos outros ingredientes.

Por muito tempo, porém, eram poucas as opções de produto na categoria e a qualidade deles nem sempre era das melhores: a pigmentação deixava a desejar e a duração nas unhas era bem mais curta em comparação aos tradicionais. Mas nos últimos tempos, a indústria de cosméticos correu atrás do prejuízo e grandes marcas fizeram lançamentos importantes – inclusive ampliando cartelas de cores e com melhor desempenho. Aqui, fizemos uma seleção com o que há de mais interessante na categoria.

Risqué (Preço médio: R$ 8)

image 99

Todo o portfólio da marca é hipoalergênico, inclusive a linha em gel e os produtos de finalização.Foto: Divulgação

Linha Intense, O Boticário (Preço médio: R$ 11)

image 100

Os esmaltes são hipoalergênicos e 9-free: livres de Tolueno, Formaldeído, Dibutilftalato, Cânfora, Parabenos, Petrolatos, Níquel e Cádmio.Foto: Divulgação

Granado (Preço médio: R$ 34)

image 39

Toda a linha de produtos para unhas da marca é hipoalergênica e 3-free. Além disso, não contém parabenos, formaldeído e cânfora.Foto: Divulgação

Linha Pro+, Avon (Preço médio: R$ 16)

image 40

Com fórmulas livres de formaldeído, tolueno, DBP (dibutilftalato, resina tosilamida e cânfora).Foto: Divulgação

Essence (Preço médio: R$ 13)

image 101

Todos os esmaltes da marca são 9-free. Além disso, são veganos e livres de parabenos e partículas de microplástico.Foto: Divulgação

Para ler conteúdos exclusivos e multimídia, assine a ELLE View, nossa revista digital mensal para assinantes