Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI

delilah

PUBLICIDADE

CONTEÚDO APRESENTADO POR ESPIRITO BIRD

Certo dia, o maquiador e cabeleireiro britânico Rupert Kingston estava dando uma aula de penteados em Londres. À procura de uma modelo com longas madeixas, ele encontrou naquele mesmo estúdio em que lecionava uma fotógrafa com o exato perfil para aquele job. A profissional em questão se chamava Juliet White. Foi assim que ele conheceu sua esposa e atual sócia da empresa que tocam juntos: a delilah cosmetics, uma marca vegana e cruelty-free de beleza que tem como objetivo dissipar pelo mundo o estilo inglês de pensar maquiagem.

Não à toa, todo o conceito da marca gira em torno da cultura britânica. "Nosso logo é a rosa do tipo delilah, um símbolo clássico da beleza inglesa. As nossas embalagens também são todas rosé gold, um tipo de ouro introduzido no Reino Unido pelo rei Henrique VIII para substituir o dourado de seu predecessor", explica. De acordo com ele, hoje em dia, as mulheres inglesas estão mais corajosas quando o assunto é maquiagem. "Antes, acho que tinha uma coisa muito ligada ao estilo bem natural que é mais popular no norte da Europa. Agora, estamos vendo isso mudar. As cores ainda são mais sóbrias, mas acho que o look mais querido por aqui é uma pele com leve brilho, bochechas rosadas (amamos blush!) e um smokey eye bem delicado", resume.

PUBLICIDADE

"A maquiagem pode ser uma ferramenta fantástica para a autoconfiança. Quero que meus produtos tenham esse efeito na vida das pessoas", Rupert Kingston

delilah Os produtos da delilah cosmetics chegam ao Brasil pela Espirito Bird, o marketplace de luxo que está trazendo as marcas internacionais mais interessantes do mercado de beleza para cá.Foto: Thiago Bonilla para Espirito Bird


O segredo do sucesso da marca está no background de Rupert e no seu compromisso com a natureza. Antes da delilah cosmetics, ele já trabalhou como diretor criativo de uma série de marcas grandes do mercado de beleza e, a partir do que aprendeu lá dentro, montou a sua própria iniciativa. "Tem muitas grifes que a gente ama por aí e que se dizem cruelty-free, mas, na verdade, vendem na China onde é obrigatório testar seus produtos em animais. A certificação do PETA é muito importante para a gente. Levamos isso muito a sério dentro da empresa", declara. "Sempre fui muito criativo, gosto de estar perto de cores e texturas, e acho que a maquiagem pode ser uma ferramenta fantástica para a autoconfiança. Quero que meus produtos tenham esse efeito na vida das pessoas."

PUBLICIDADE



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE