PUBLICIDADE

O traje de Amazona deu lugar a um luxuoso macacão dourado em Mulher-Maravilha 1984, segundo filme da franquia da super-heroína que estreou no Brasil em 17.12. A maquiagem de Diana Prince, no entanto, seguiu na contramão do glamour e a extravagância dos anos 1980, para adotar um visual mais clean, que se aproxima do que Gal Gadot, a atriz israelense que interpreta a protagonista, usa no dia a dia.

Em entrevista ao site americano Allure, a atriz explica por que abandonou o tradicional batom vermelho: "Ela trabalha disfarçada. Ela é alta, não passa despercebida — achamos que com um batom escuro ela apenas chamaria mais atenção".

Gadot conta que a princesa Amazona herdou muito de sua rotina de beleza pessoal: sutil, que gaste a menor quantidade de tempo e produtos possível. "Costumo misturar um pouco de base com creme hidratante e espalhar no rosto com os dedos", revela a atriz. "Também uso um pouco de lápis de olho, delineador, blush e rímel. Ela precisa parecer saudável."

Reabertura das salas de cinema

Mulher-Maravilha 1984 estreou no Brasil em meio a segunda onda da pandemia de coronavírus no país. Originalmente, o filme chegaria aos cinemas em agosto, mas foi adiado primeiro para outubro, depois para dezembro deste ano.

PUBLICIDADE

No entanto, ainda que o número de infecções pela doença em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro tenha aumentado expressivamente no último mês, o público tem voltado, gradualmente, a frequentar as salas de cinema, respeitando as medidas sanitárias impostas pelo Ministério da Saúde. O longa da super-heroína levou 8,4 milhões de pessoas aos cinemas no fim de semana de estreia, segundo levantamento da ComScore Brasil.

Mulher-Maravilha 1984 | Trailer Legendado DC Fandome www.youtube.com



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE