Beleza

Qual é o desodorante perfeito para você?

Em versões de clean beauty, naturais, veganos, com tratamento, de longa duração, altíssima performance ou extremo luxo... Entenda as diferenças entre as opções do mercado antes de eleger esse item (nada básico) da sua rotina de beauté.

PUBLICIDADE

No auge do clean beauty — um conceito que prega uma beleza "limpa", livre de ingredientes tóxicos e prejudiciais à saúde — reparar em cada palavrinha da embalagem é a nova prioridade (e fator decisivo) na hora da compra de qualquer cosmético. Essa ideia não demorou muito a chegar no mercado dos desodorantes, e anda fazendo com que a busca por um cheirinho agradável fique em segundo plano, e abra mais espaço para diferentes skills: durabilidade, indicação dermatológica, estilo de vida, preocupação ambiental e, claro, procedência (de tudo).

Para atender consumidores cada vez mais exigentes, a categoria de desodorantes (res)surge superaquecida e cheia de novidades. Para começar do básico, não é tudo a mesma coisa: "Desodorante é uma coisa e antiperspirante (ou antitranspirante) é outra. O primeiro age amenizando o mau odor ao atacar as bactérias responsáveis por ele. O segundo diminui a produção de sudorese, que é o líquido que a gente transpira", diz a farmacêutica Vânia Leite, presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia. Alguns produtos ainda misturam as duas ações. Mas, de um tempo para cá, a questão ficou um pouco mais complexa do que preferir um ao outro. Qual a sua prioridade? Pode escolher!

Clean Beauty

O termo é relativamente novo e, portanto, com definições ainda confusas. Não há um selo oficial, diferentemente de outras categorias, mas o conceito contempla produtos livres de qualquer ingrediente que possa ser prejudicial à saúde. "Para ser clean, os desodorantes não podem ter álcool, alumínio, triclosan, parabenos, benzofenonas, bisfenol e ftalatos (plástico), petrolato e outros conservantes artificiais", explica a cosmetóloga Mika Yamaguchi, de São Paulo. Mais do que isso, exige-se uma maior transparência das marcas sobre todos os bastidores de produção e alternativas sustentáveis — é preciso que os itens sejam ecológicos da matéria-prima à embalagem. Não confunda fórmulas clean beauty com as naturais: na clean beauty, são aceitos determinados ingredientes sintéticos, desde que eles não burlem nenhuma das regras determinadas.

PUBLICIDADE
  • Desodorante de Sálvia, Weleda, R$ 69,90 (100 ml). Neutraliza o odor por meio de óleos essenciais, sem obstruir os poros. Os frascos são feitos de vidro reciclável, sem aerossóis, alumínio ou outros antitranspirantes.
  • Desodorante Hidratante 45-60 Sem Perfume, Souvie, R$ 49. Com extrato de maçã, óleo de rosa mosqueta e antioxidantes naturais, favorece a regeneração e nutrição da pele. Indicado para peles sensíveis.

Naturais

São aqueles cujos ativos são 100% de origem natural. "No lugar de antissépticos tradicionais, como o triclosan, que inibe o crescimento de bactérias e fungos, as fórmulas trazem ingredientes vegetais como extrato de melaleuca ou citronela", diz Mika Yamaguchi. Diferentemente da clean beauty, essa categoria não permite ativos sintéticos. "O zelo com o meio ambiente é o principal mote", explica a dermatologista Fernanda Casagrade. Há, também, uma valorização do natural e, portanto, os produtos costumam não impedir a transpiração — apenas controlar o odor.

PUBLICIDADE
  • Desodorante relaxante, be.or, R$ 35. Com fórmula hidratante de gel de aloe vera, esta opção tem cheiro de lavanda e conta com óleo essencial de melaleuca que age eliminando fungos e bactérias para neutralizar o odor.
  • Desodorante, Nu Cosmésticos, R$ 48. O pote de 60g pode durar até três meses e, em sua composição, há uma rica mistura de manteigas com óleos essenciais e vegetais que evitam o ressecamento da região e combatem o cheiro do suor.
  • Kristall-Deo Stick Sensitiv Neutral, Alva, R$ 89,90. Reduz a transpiração sem entupir os poros. Não contém álcool, corantes, perfume ou cloridrato alumínio.

Veganos

Aqui, não entra nenhum ativo de origem animal ou que tenha, na cadeia produtiva, qualquer ação que cause o sofrimento dos mesmos. "Normalmente, são livres de alumínios, têm efeito antisséptico e mascaram o odor por meio de óleos essenciais, como lavanda, gerânio ou sálvia", conta Mayara Bravo, dermatologista da Clínica Karla Assed, em Curitiba. As fórmulas costumam ter um apelo mais natural, mas para ser considerado vegano o desodorante não precisa ser 100% natural.

  • Desodorante Tea Tree, Vegana, R$ 17,90. Com fórmula natural, conta com a ação da melaleuca, óleos essenciais de lemongrass, cipreste, alecrim, limão siciliano e lavanda. Sua embalagem é produzida a partir da cana-de-açúcar.
  • Desodorante Natural, Ares De Mato, R$ 43,58. Formulado com enzimas de leveduras, ésteres de citrato, amido de milho, extrato de bambu e óleos essenciais, é 100% vegano e natural.
  • Desodorante Spray Natural Melaleuca e Toranja, Boni Natural, R$ 35,57. Livre de alumínio, mescla melaleuca, aloe vera e alúmen de potássio para garantir efeito antibacteriano, antifúngico e anti-inflamatório.

Com tratamento

Seguem uma linha mais preocupada com o skincare, reunindo outros benefícios além do controle do odor ou do suor. "Há versões indicadas principalmente para peles mais delicadas ou com ressecamento excessivo, como as opções em creme. A substituição do alumínio também é comum nessa categoria, já que ele pode sensibilizar a pele", diz o dermatologista Daniel Cassiano. Forte tendência no skincare, a preservação do microbioma da pele parece estar chegando aos desodorantes: "Ainda vamos ouvir muito sobre os produtos com substâncias menos agressivas, que não alteram tanto o equilíbrio da flora. A ideia é atacar somente as bactérias causadoras do odor e preservar as que são benéficas para a saúde da pele, amenizando as irritações causadas pelas substâncias químicas", afirma a dermatologista Valéria Campos.

  • Deomilk Sensitive, Nivea, R$ 15,90. Enriquecido com vitaminas e nutrientes do leite, ajuda a renovar a pele das axilas sensibilizada ou com irritações. A fragrância levinha, de flores brancas, garante sensação de frescor ao longo do dia.
  • Desodorante para Peles Sensíveis, Vichy, R$ 74,90. Como tem ação calmante, é indicado para peles sensíveis ou sensibilizadas – principalmente pela depilação.
  • Senskin Deo Calêndula, Dermage, R$ 48,90. Mistura ação desodorante e antitranspirante, com um plus de ativos hidratantes, calmantes e antinflamatórios.

De luxo

Diferenciam-se principalmente pelo conjunto da obra: marca, frascos exuberantes e aromas mais elaborados, desenvolvidos pelas maiores casas de fragrância do mundo. Alguns complementam linhas finas de perfumaria — ponto positivo para a temida mistura do perfume com o desodorante.

  • Gabrielle Chanel Déodorant, Chanel, R$ 315. Spray desodorante com notas puras e florais do perfume Gabrielle Chanel: traz um requintado buquê de flores brancas e toque frutado de ylang-ylang.
  • Desodorante Miss Dior, Dior, R$ 215. A fórmula suave e enriquecida com extrato de rosa, proporciona sensação de pele fresca com o mesmo (e delicado) perfume de Miss Dior Blooming Bouquet.

De longa duração

Categoria em constante evolução – e foco das principais tecnologias – traz composições voltadas para a prática de esporte e para quem sofre com suor excessivo. Costumam ganhar pontos pela rápida absorção e pela alta performance contra as bactérias causadoras do mau odor. "As promessas vão de longa duração e efeito prolongado mesmo após as atividades até a liberação de fragrância conforme a movimentação do corpo", conta Valéria Campos.


Os produtos incluídos nesta reportagem foram selecionados pela nossa equipe e contêm links para sites parceiros. Caso você compre produtos linkados no nosso site, podemos receber uma comissão.

Preços pesquisados em setembro/2020

Dos grandes e já renomados ingredientes usados nos cosméticos às novas promessas da indústria, eis aqui seu novo guia de ativos para uma rotina com a sua cara!



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE VIEW, A REVISTA DIGITAL DA ELLE BRASIL