Lifestyle

Receitas de massa para fazer em até 30 minutos

E não é macarrão instantâneo, não! Com bons ingredientes e a técnica certa, você faz refeições de respeito em apenas meia horinha.

Foto Kirill Rudenko/Getty Images
PUBLICIDADE

Ela nunca deixa você na mão. Seja em um almoço de domingo ou em um jantar apressado no meio da semana, em porção individual ou em quantidade para um batalhão, a massa está aí para resolver o cardápio do dia. Para ajudar a ampliar o seu repertório, reunimos aqui dez receitas rápidas e fáceis de fazer, indicadas por experts da cena gastronômica nacional.

Quase todos os pratos podem ser feitos em até 30 minutos. E os que extrapolam esse limite só pedem um pouco de planejamento para agilizar. Você pode preparar com antecedência e congelar o caldo usado no zarusoba, por exemplo. Ou providenciar um nhoque de uma boa rotisseria e se dedicar só ao preparo do molho em casa.

Tem opção com e sem carne, com ingredientes que costumamos ter em casa ou para aquela ocasião em que você quer experimentar algo diferente, preparos mais clássicos e outros mais autorais. Veja qual receita dá match com a sua vontade e bom apetite!

Receita de penne ao pesto, do restaurante Gero Panini

Foto: Divulgação

"Parte da minha família é da província de Gênova, e foi lá que aprendi, ainda bem jovem, essa receita com a minha avó. Aliás, o pesto nasceu justamente nessa região. Esse prato é muito leve, extremamente aromático e me traz muitas memórias boas." - Luca Gozzani, chef executivo do Grupo Fasano. Essa receita faz parte do menu das unidades do Gero Panini, em São Paulo.

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 3 porções

Ingredientes
300 g de penne (de preferência, de grano duro e com ranhuras para incorporar melhor o molho)
½ xícara de pinoli
2 xícaras de manjericão fresco higienizado
1 xícara com partes iguais de queijo parmesão e pecorino ralados (ou somente com parmesão)
1 dente de alho descascado
1 ½ xícara (chá) de azeite
Sal a gosto

Modo de Preparo
1. Aqueça uma panela com água até levantar fervura, acrescente a massa e cozinhe pelo tempo indicado na embalagem ou até que esteja al dente.
2. Enquanto isso, no processador (ou liquidificador), coloque o alho, o azeite e o queijo.
3. Adicione o manjericão e bata até triturar as folhas usando a função pulsar, para que o manjericão não esquente e fique escuro.
4. Em cada prato, coloque uma porção da massa, acrescente o pesto (em temperatura ambiente) e finalize com pinoli.

Receita de espaguete de frutos do mar, do restaurante Muquifo

Foto: Gustavo Steffen

"Essa é uma receita que trouxe para o menu do Muquifo, pois quis incluir um prato que fizesse os clientes sentirem o sabor de estar na Ilhabela, mesmo comendo esse prato aqui em São Paulo. Os frutos do mar e os temperos usados no preparo me lembram muito a época em que morei por lá e, por isso, se tornou um prato afetivo." - Renata Vanzetto, chef do Muquifo (restaurante com receitas de família, que tem esse espaguete entre os hits do menu) e de outras casas na capital paulista, como Ema, MeGusta, e Matilda.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: de 5 a 6 porções

Ingredientes
500 g de espaguete de grano duro
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de manteiga
2 dentes de alho picados
1 xícara (chá) de vinho branco seco
½ pimenta dedo de moça, sem sementes, picada
Salsinha picada a gosto
2 limões-sicilianos
2 filés grandes de tilápia (cerca de 250 g), cortados em iscas
2 xícaras (250 g) de mexilhão
1 xícara (150 g) de vôngole fresco
2 xícaras (250 g) de lula fresca, cortada em anéis
Pão italiano quente para acompanhar

Modo de Preparo
1. Ferva 5 litros de água com duas colheres (sopa) de sal e cozinhe a massa por 8 minutos.
2. Enquanto isso, numa frigideira grande, em fogo alto, aqueça o azeite e refogue o alho picado até perfumar.
3. Junte o peixe em iscas e a lula e refogue por 30 segundos.
4. Junte o vôngole, o mexilhão, acrescente o vinho branco e aqueça levemente.
5. Acrescente a massa já cozida e junte 1/2 xícara da água do cozimento.
6. Cozinhe até espessar, em fogo alto, por cerca de 1 minuto. Desligue o fogo.
7. Tempere com salsinha picada, pimenta dedo-de-moça, limão (caldo e raspas) e finalize com uma colherada de manteiga. Sirva com pão italiano quente!

Receita de spaghetti al limone, do restaurante Quincho

Foto Mari Sciotti

"Tenho o paladar bem cítrico, que combina muito com essa receita delicada e refrescante! E o spaghetti é o meu formato de massa favorito! Além disso, é um prato simples de preparar e versátil – cabe em várias ocasiões. Uma dica? Essa é uma ótima opção para um almoço em um dia ensolarado, com uma taça de vinho rosé gelado acompanhando!" - Mari Sciotti, chef do restaurante Quincho, na capital paulista, especializado em pratos vegetarianos.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: Serve 4 pessoas

Ingredientes
400 g de spaghetti (preferencialmente, de grano duro., número 5)
1/2 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 limão-siciliano (suco e raspas)
250 ml de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de manteiga
Cebolinha fresca
Azeite
Sal
Pimenta-do-reino

Modo de preparo
1. Numa panela com água fervente salgada, cozinhe a massa pelo tempo indicado na embalagem ou até que esteja al dente.
2. Enquanto isso, aqueça uma frigideira, coloque o azeite e refogue a cebola e o alho.
3. Tempere com uma pitada de sal, pimenta-do-reino e deixe dourar.
4. Acrescente a manteiga, as raspas e o suco de 1 limão. Deixe apurar por alguns minutos e acerte o tempero.
5. Acrescente o creme de leite e deixe apurar por mais alguns minutos. Prove o tempero e acerte o sal e a pimenta.
6. Misture a massa ao molho cremoso de limão.
7. Finalize o prato com mais raspas de limão-siciliano e cebolinha fresca picada.

Receita de gnocchi de batata-roxa, fonduta de grana padano e pistache, do restaurante Cantaloup

Foto: Bruna Cashy

"A fonduta é um molho cremoso muito simples e versátil, originário da região do Piemonte, no Norte da Itália, fronteira com a Suíça e França. É a terra das trufas e do Barolo, mas também de queijos de alta qualidade, como o grana padano piemontês e o fontina (base original da fonduta, que é uma prima do fondue). No Cantaloup, juntamos esses dois ícones piemonteses, a fonduta e o grana padano, mas pode-se variar com gruyère, que fica muito bom. E, como se trata de uma receita de uma região vinícola, nem precisa dizer que harmoniza muito bem com vinhos." - Valdir Oliveira, chef do restaurante Cantaloup, de São Paulo. No menu da casa, há referências à diversas cozinhas do mundo, como a italiana – inspiração desse prato.

Tempo de preparo: 25 minutos para o gnocchi e 10 minutos para o molho (no dia da pressa, vale comprar gnocchi pronto, não necessariamente de batata-doce)
Rendimento: 10 porções

Ingredientes

Gnocchi
2 kg de batata-doce roxa, cozida e amassada
400 g de farinha de trigo
100 g de queijo grana padano ralado
100 g de manteiga
2 g de sal

Fonduta de grana padano
300 g de queijo grana padano ralado
600 ml de creme de leite
100 ml de leite
100 g de pistache

Modo de preparo

Gnocchi
1. Combine todos os ingredientes e misture com as mãos até obter uma massa homogênea.
2. Divida a massa em pequenas bolas de massa e enrole no formato de um cilindro comprido.
3. Corte o cilindro no formato de gnocchi, no tamanho de sua preferência.
4. Cozinhe o gnocchi em água fervente. Quando estiverem cozidos, eles vão subir e boiar. Retire com uma escumadeira e reserve.

Fonduta de grana padano
1. Em uma panela (preferencialmente, antiaderente) leve o leite à fervura e acrescente o creme de leite.
2. Em fogo médio, incorpore o queijo, mexendo sempre para dissolvê-lo, por aproximadamente 6 minutos.

Finalização
Acomode o gnocchi no fundo do prato e regue com o molho. Salpique pistaches picados por cima e bom apetite.

Receita de Rigatoni alla siciliana, do restaurante Vinheria Percussi

Foto: Divulgação

"Essa era uma das receitas que meu pai preparava pra gente em casa, por isso tenho muito carinho por ela. Colocamos no menu do restaurante durante alguns anos e sempre fez muito sucesso. Neste momento, não está no cardápio fixo, mas eventualmente entra no Menu del Giorno." - Silvia Percussi, chef da Vinheria Percussi, de São Paulo, restaurante de gastronomia italiana contemporânea.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: Serve 4 pessoas

Ingredientes
400 g de Rigatoni (de grano duro)
2 berinjelas japonesas picadas em cubinhos
1 pimentão amarelo, sem pele, em cubinhos
1 pimentão vermelho, sem pele, em cubinhos
1 xícara de parmesão ralado
12 azeitonas pretas
2 filés de anchovas
8 tomates pelados
Salsinha, alho, azeite, sal e pimenta-do-reino

Modo de preparo
1. Em uma frigideira, refogue o alho no azeite.
2. Coloque a berinjela, os pimentões, o tomate, as anchovas e as azeitonas e tempere com a pimenta. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos em fogo médio.
3. Enquanto isso, numa panela com água fervente salgada, cozinhe a massa pelo tempo indicado na embalagem ou até que esteja al dente.
4. Acerte o sal e sirva a massa com o molho. Acrescente no prato a salsinha e o parmesão.

Receita de spaguettoni carbonara

Foto: Divulgação

"Essa minha versão para o molho clássico italiano surgiu depois de vários experimentos na cozinha e é muito influenciada pelo gosto da minha mulher, a Larissa, que adora molhos mais consistentes. Por isso, caprichei nas quantidades de queijo e ovo. Durante a quarentena, criamos um kit com esse prato para as pessoas finalizarem em casa e fez muito sucesso!" - Chef Gustavo Rigueiral, que junto com Larissa Januário, comanda o projeto Jantar Secreto, que acaba de voltar com seus eventos presenciais na capital paulista e segue também com menu degustação no delivery.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: Serve 2 pessoas

Ingredientes
250 g de spaghettoni
150 g de queijo pecorino romano ralado
150 g de queijo parmigiano reggiano ralado
2 ovos inteiros
2 gemas
150 g de guanciale (tipo de bacon não defumado italiano)
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo
1. Coloque uma panela grande com bastante água para ferver.
2. Em uma cumbuca, junte os queijos, os ovos e uma pitada de pimenta-do-reino e misture até obter um creme. Reserve.
3. Enquanto isso, fatie o guanciale em tiras não muito finas, coloque em uma frigideira e leve ao fogo para tostar. Quando estiverem dourados e crocantes, retire do fogo e coloque num prato sobre papel-absorvente. Coe a gordura da frigideira e reserve.
4. Quando a água estiver borbulhando leve a massa para cozinhar. O truque é deixar a massa cozinhando por 3 minutos a menos do que o indicado na embalagem, porque o cozimento será finalizado na frigideira.
5. Na mesma frigideira, coloque um pouco da gordura do guanciale e duas conchas da água do cozimento da massa. Deixe reduzir a cerca de ⅓ do volume.
6. Escorra a massa, mas reserve um pouco da água do cozimento e mantenha esse líquido fervendo. Coloque a massa na frigideira, junto com a redução. Cuide para que sempre tenha líquido na frigideira – se secar, coloque mais uma concha da água do cozimento reservada.
7. Quando a massa estiver bem quente e tiver completa o tempo de cozimento, desligue o fogo e adicione a mistura de ovos e queijos. Misture vigorosamente para obter um creme espesso. Se ficar muito grosso, coloque mais um pouco da água do cozimento, mas jamais volte a frigideira para o fogo. Se fizer isso, o molho vai coagular e ficará com aspecto de ovos mexidos.
8. Sirva a massa em pratos fundos com o guanciale crocante por cima.

Receita de tagliatelle à bolonhesa, do restaurante K.sa Restaurante

"Essa foi a primeira receita que fiz quando comecei a me arriscar pilotando o fogão. Ela é ótima para os momentos em que você não está com muito tempo para se dedicar a algo muito elaborado. Além disso, é leve, saborosa e a noz-moscada dá aquele toque especial ao preparo." - Claudia Krauspenhar, chef do K.sa Restaurante, em Curitiba, especializado em gastronomia contemporânea.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: Serve 5 pessoas

Ingredientes
500 g de massa (tagliatelle ou fettuccine, massa fresca ou massa seca).
500 g de carne moída (patinho, coxão mole ou alcatra)
1 cebola picada
1 dente de alho picado
50 g de bacon picado
1 cenoura picada
2 latas de tomate pelado
200 ml de vinho tinto (como Chianti ou Pinot Noir)200 ml de leite
50 ml de azeite de oliva
50 g de manteiga
1 folha de louro
sal
Pimenta-do-reino à gosto
Noz-moscada

Modo de preparo
1. Em uma panela de fundo grosso derreta a manteiga junto ao azeite.
2. Leve o bacon, a cebola e a cenoura para refogar até dourar bem. Junte o alho e deixe-o apenas suar.
3. Acrescente a carne e refogue em fogo alto. Despeje o vinho tinto e mexa bem para desgrudar tudo que ficou na panela.
4. Acrescente as latas de tomate e amasse para desfazê-los, deixando o molho bem pedaçudo, bem rústico. Junte o louro, tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
5. Junte o leite e deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 25 minutos, até que o molho reduza e fique bem saboroso. Finalize com a noz-moscada.
6. Enquanto isso, numa panela com água fervente salgada (preferencialmente, com sal grosso), cozinhe a massa pelo tempo indicado na embalagem ou até que esteja al dente.
7. Leve a massa para terminar de cozinhar dentro do molho por 1 ou 2 minutos. Coloque uma porção da massa com o molho nos pratos. Se quiser acrescentar ainda mais sabor a essa receita, prepare fatias de bacon crocante para servir sobre o prato.

Receita de gnocchi cacio e pepe al profumo di tartufo, do restaurante Mondo Gastronômico

Foto: Divulgação

"Aprendi essa versão, que tem um sabor potente, com a minha mãe, que a fazia em dias de 'preguiça', quando não queria ter muito trabalho na cozinha...." - Murilo Mattos, chef do restaurante Mondo Gastronômico, de cozinha italiana, na capital paulista.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: Serve 4 pessoas

Ingredientes
600 g de gnocchi de batata
500 ml de creme de leite fresco
250 de pecorino romano ralado fino
1 colher (sopa) de azeite de trufas
½ colher (sopa) de fécula de batata diluída em um pouco de água
Pimenta-do-reino moída na hora
Ciboulette picada finamente, para decorar

Modo de Preparo
1. Coloque uma panela com água salgada para ferver.
2. Rale o queijo pecorino finamente.
3. Em outra panela, aqueça o creme de leite, sem deixar ferver.
4. Adicione o queijo e mexa constantemente, até que o queijo esteja completamente incorporado.
5. Acrescente, aos poucos, fécula diluída, mexendo sempre. Caso a mistura empelote, bata no liquidificador ou no mixer de mão até a mistura ficar lisa.
6. Adicione a pimenta-do-reino a gosto e o azeite de trufas.
7. Coloque o gnocchi para cozinhar na água fervente. Depois que eles boiarem, deixe cozinhar por 1 minuto e transfira para o molho.
8. Cozinhe o gnocchi por uns 3 minutos na fonduta para que ela ganhe cremosidade e o gnocchi segure um pouco o molho em si.
9. Sirva em um prato fundo com uma pitada de pimenta moída na hora, um fio de azeite e a ciboulette picada
Dica: se quiser, adicione 2 colheres (sopa) de avelãs picadas, douradas na manteiga e temperadas com sal e pimenta-do-reino.

Receita de Zarusoba, do restaurante Aizomê

Foto: Rubens Kato

"É uma receita clássica japonesa, e a melhor forma de apreciar uma boa massa feita de trigo sarraceno japonês. Bem saboroso, saudável e perfeito para os dias quentes, pois é superleve e refrescante! Esse é um prato que sempre comemos em casa, especialmente no final de ano. É costume dos japoneses que a última refeição seja o soba, pela simbologia dos fios, que representam o desejo de vida longa. No Japão se consome quente, mas como aqui é verão, consumimos geladinho!" - Telma Shiraishi, chef do Aizomê, restaurante de culinária japonesa em São Paulo.

Tempo de preparo: 30 minutos (mais 40 minutos para fazer o caldo básico)
Rendimento: 4 porções

Ingredientes

Caldo básico (dashi)*
500 ml de água mineral
1 pedaço de cerca de 5 cm de alga kombu
1 colher (café) de iriko** (peixinhos secos)
½ xícara de katsuobushi (lascas de peixe bonito curado e seco)

*Você pode preparar o caldo com antecedência e deixar congelado por até 1 mês.
**Dica da chef: o iriko é opcional. O dashi básico leva kombu e katsuobushi. Você pode acrescentar outros ingredientes que contribuem com o sabor umami, como cogumelo shiitake, dependendo da preparação ou disponibilidade de produtos.

Zarusoba
4 porções (200 g cada porção) de macarrão do tipo soba
4 xícaras de dashi
100 ml de shoyu claro
100 ml de saquê mirin
4 colheres (sopa) de cebolinha finamente cortada
1 colher (sopa) de wasabi em pasta
½ folha de nori finamente cortada

Modo de preparo

Caldo básico (dashi)
1. Coloque o kombu e o iriko em uma panela com a água e deixe repousar por uns 20 minutos, pelo menos.
2. Ligue o fogo e deixe o mais baixo possível, para aquecer lentamente.
3. Quando começarem a surgir bolhas retire o kombu (pode ser utilizado em outra preparação) e acrescente o katsuobushi.
4. Antes do ponto de fervura, desligue o fogo e deixe repousar até que todos os ingredientes assentem no fundo da panela.
5. Coe cuidadosamente e reserve.

Zarusoba
1. Cozinhe o soba em 2 litros de água fervente pelo tempo indicado na embalagem. Não deixe cozinhar demais.
2. Escorra e enxague o macarrão em água corrente fria.
3. Para o caldo, aqueça o saquê mirin em uma panela e deixe evaporar o álcool.
4. Adicione o shoyu e o dashi e ferva para incorporar todos os ingredientes. Deixe esfriar em temperatura ambiente e leve à geladeira para esfriar.
5. Divida o soba em 4 pratos ou esteiras de bambu próprias para servir e guarneça com as tirinhas de nori. Coloque o caldo em 4 cumbucas individuais e sirva com uma porção de cebolinha e de wasabi à parte. Cada um se serve mergulhando o soba no caldo frio, temperando a gosto.

Receita de trio di mare alla griglia, do restaurante Vicoboim

Foto: Divulgação


"
Criei essa receita muito inspirado pela cozinha da Sardenha, grande referência para mim quando se trata de gastronomia italiana. Ela é leve, refrescante e combina muito com as altas temperaturas. Justamente por isso, acabei de colocar no menu do restaurante." - Igor Witer, chef do restaurante Vicoboim, na capital paulista, voltado para a gastronomia italiana.

Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 1 porção

Ingredientes
150 g de taglioni (massa fresca, preferencialmente, ou al nero di seppia, como na foto)
150 g de creme de leite fresco
30 g de parmesão ralado
15 ml de suco de limão-siciliano
2 unidades de lagostim G, com casca
2 unidades de camarão rosa GG
3 unidades de lula baby
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Azeite

Modo de preparo
1. Cozinhe a massa em água fervendo com sal. Escorra um pouco antes do ponto al dente, para terminar de cozinhar no próprio molho.
2. Enquanto isso, em uma panela pequena, leve ao fogo baixo o creme de leite e o parmesão até reduzir, por aproximadamente 5 minutos.
3. Acrescente o suco de limão, sal e pimenta. Reserve.
4. Em uma frigideira com um pouco de azeite, grelhe por alguns minutos os camarões (sem casca), a lula e os lagostins (com casca, cortados ao meio, com a carne virada para a frigideira) temperados com um pouco de sal e pimenta-do-reino. Reserve.
5. Coloque a massa quase pronta dentro da panela com o molho de creme de leite e aqueça rapidamente.
6. Em um prato de sua preferência, sirva a massa já incorporada ao molho e disponha os frutos do mar sobre ela.



E quem não precisa, né, gente? Mas há alternativas melhores – e muito mais gostosas – do que bolacha recheada e outros ultraprocessados. Confira 12 receitas fáceis e ligeirinhas para matar aquela vontade de comer um doce em grande estilo.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE