Lifestyle

Você sabe mesmo o que é canjica?

No BBB, o líder Gil pediu canjica para sua festa. Mas atenção, produção! A canjica nordestina não é aquela que se come no sul do país.

Foto: Patricia Oyama
PUBLICIDADE

Gil Nogueira, o líder da semana no Big Brother Brasil, pediu para ter canjica no cardápio da sua festa, na quarta-feira. O público logo alertou a produção do BBB pelo Twitter: não confunda a canjica nordestina com aquela servida no Sul do país! Nos estados do Nordeste, a canjica é similar ao prato conhecido como curau em outras regiões, com a diferença de que leva também uma dose de leite de coco. Já aquela canjica feita com milho branco, servida em festas juninas, é chamada no Nordeste de mungunzá. Regionalismos esclarecidos, a receita, em si, é facinha de tudo. Ficou com vontade de comer a canjica do Gil? É só seguir a receita abaixo:

Receita de canjica nordestina

Rendimento: 4 a 6 porções
Tempo de preparo 40 minutos + o tempo de geladeira

Ingredientes
3 espigas de milho
1 xícara de leite
1 garrafinha de leite de coco (200 ml)
1 xícara de açúcar
Canela para polvilhar

Modo de fazer

1. Descasque, limpe e debulhe as espigas de milho.

2. Coloque os grãos de milho e o leite no liquidificador. Bata para triturar bem e passe a mistura por uma peneira grossa.

3. Junte o milho batido com leite, o leite de coco e o açúcar em uma panela e leve ao fogo baixo.

PUBLICIDADE

4. Vá mexendo sempre, até a mistura dar uma boa engrossada e o milho ficar completamente cozido. Ele tem que perder aquele gosto de cru. Cuidado que espirra!

5. Tranfira a mistura para uma travessa grande ou potinhos individuais. Espere esfriar um pouco, cubra com papel filme e leve à geladeira.

6. Quando estiver geladinho, polvilhe com canela e sirva!



Pudim, lasanha, estrogonofe... Mesmo preso na xepa do BBB, o rapper continua com o paladar exigente. Se você curte um cardápio mais variado, confira essas preparações com queijo, goiabada e outros ingredientes vetados pelo parceirão de Arthur.


Está na sofrência por causa do cancelamento das festas juninas? Afogue as mágoas nos quitutes típicos. Em sua coluna de estreia, Patricia Oyama revela os erros que cometeu até conseguir fazer a receita do sagu perfeito.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE