PUBLICIDADE

Logo após o assassinato de George Floyd, em maio do ano passado, Christian Louboutin se uniu ao ator e amigo de longa data, Idris Elba, e sua esposa, a modelo Sabrina Dhowre Elba, para pensarem em ações que poderiam gerar mudanças duradouras em relação à injustiça racial. "Havia tantas pessoas fazendo algo naquele momento", disse Louboutin ao The Business of Fashion. "Mas, em vez disso, queria trabalhar em algo para quando as pessoas acreditassem que já não era mais necessário falar sobre o assunto", explicou.

Foto em preto e branco do ator Idris Elba, do designer de sapatos Christian Louboutin e a modelo Sabrina Dhowre Elba  feita em est\u00fadio com fundo preto À partir da esquerda, Idris Elba, Christian Louboutin e Sabrina Dhowre ElbaFoto: Divulgação

Um ano após o incidente, o trio lança uma coleção-cápsula de sapatos batizada "Walk a Mile in my Shoes" (ande uma milha em meus sapatos, em tradução livre), prevista para chegar às lojas no dia 16.06. O lançamento inclui escarpins e sandálias So Kate, duas bolsas, um mocassim, e um modelo de tênis. Todo o lucro será revertido para cinco instituições com foco em racismo, desigualdade e liberdade, nos Estados Unidos, Reino Unido, Somália e Serra Leoa.

Por suas raízes londrinas, Elba escolheu o Immediate Theatre no Reino Unido, que ajuda a educar jovens através das artes e do teatro: "Não havia um teatro ao vivo em Hackney na minha infância, mas agora existe, e permite às crianças uma oportunidade de ganhar confiança através das artes", contou ele.

PUBLICIDADE

Dhowre, que é somali-americana, quis apoiar o Somali Hope Foundation / Somali Hope Academy, que oferece educação gratuita para alunos carentes e está localizado em uma aldeia onde sua mãe cresceu. Eles também selecionaram a Harry Belafonte's The Gathering for Justice, que visa treinar jovens nos Estados Unidos sobre como ser ativistas e líderes; a Fundação Internacional Be Rose de Serra Leoa, que fornece refeições para crianças em idade escolar, e ajuda viúvas com educação e outros recursos; e a Purposeful, uma organização sem fins lucrativos que orienta e educa meninas também de Serra Leoa para serem ativistas.

A coleção reinterpreta alguns dos modelos mais vendidos de Louboutin, com o objetivo de garantir o sucesso da ação. Idris Elba – que desenha sapatos desde os 13 anos – trabalhou com uma equipe para projetar os tênis "1988SL", ou "o sapato Idris", que o ator descreve como "uma peça utilitária, robusta, resistente e projetada para quem ama Louboutin", brincou.

Foto feita em est\u00fadio mostra apenas as pernas de duas modelos negras, a primeira usa mocassins e a segunda usa escarpins, ambos pretos com bordados vermelhos Modelos da coleção "Walk a Mile in my Shoes" de Christian Louboutin, Idris Elba e Sabrina Dhowre ElbaFoto: Divulgação

PUBLICIDADE

"Para nós, esta é uma coleção perene e colaborativa que nos permitirá continuar esse trabalho com diferentes organizações em outras épocas do ano", revela Elba. "Essencialmente, esse projeto é sobre empoderamento. Queremos cobrir o máximo de bases, porque é uma oportunidade incrível de buscar estratégias de sucesso para combater o racismo." Os itens da coleção também foram estampados com a frase tema em letras cursivas e também com uma ilustração colorida, apelidada de "liberdade" e inspirada na planta Strelitzia reginae, original da África do Sul e símbolo de liberdade e imortalidade.

Foto feita em est\u00fadio de sapatos escarpins estampadose A estampa Liberdade, da coleção colaborativa entre Christian Louboutin, Idris Elba e Sabrina Dhowre ElbaFoto: Divulgação

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE