Kamala Harris em memorial solene aos 400.000 mortos pelo coronavírus nos Estados Unidos.

PUBLICIDADE

Kamala Harris prestou homenagem aos mais de 400.000 americanos que morreram vítimas de coronavírus no último ano, em memorial solene na última terça-feira (19.01), véspera do dia da posse, junto ao seu marido, Doug Emhoff, o presidente eleito Joe Biden, e sua esposa, Jill Biden.

Kamala Harrus Kamala Harris escolheu peça assinada por Kerby Jean-Raymond para a cerimônia, estilista engajado na luta contra o coronavírus Michael M. Santiago/Getty Images

Kamala Harrus

Outra vez, a futura vice-presidente dos Estados Unidos, que tomará posse nesta quarta-feira, usou a moda para reforçar sua mensagem. Para o evento, Kamala vestiu um casaco de um tom terroso da marca novaiorquina Pyer Moss. Quando olhamos para a história da marca, percebemos que sua escolha não é à toa, ela aponta para o que Kamala acredita. O designer da peça e fundador da grife, Kerby Jean-Raymond, é conhecido por lutar contra as injustiças raciais e usa a moda para isso. Filho de imigrantes haitianos, ele teve uma infância difícil e viu boa parte de sua família nos Estados Unidos ser deportada. Você pode ler mais sobre sua história aqui.

Durante a pandemia, ele também se destacou por seus esforços em apoiar empresas locais, a quem doou US$ 50.000. Em março de 2020, Raymond transformou seu escritório em Nova York em um centro de distribuição de máscaras, luvas e outros acessórios usados para prevenir a contaminação pela Covid-19 — depois que sua irmã, profissional da área da saúde, contraiu a doença. Ele também doou US$ 5.000 para a compra desses suprimentos.

PUBLICIDADE

"Esta noite nós lamentamos, mas começamos a nos curar, juntos", disse Harris durante o memorial.



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE