Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Moda

Kel Ferey ilumina brilhantismo negro com personages ilustres

Vereadora Erika Hilton, estilista Isaac Silva e bailarina Mona Rikumbi participam de fashion filme da KF Branding na Casa de Criadores; roupas serão rifadas para instituições de caridade.

Fotos: Rikko Oliveira
PUBLICIDADE

Kel Ferey prefere mirar o sucesso do que gastar linhas costurando histórias de fracasso. Prefere o brilhantismo de quem inspira mudanças do que a mudez dos conformados. A coleção que sua KF Branding apresentou na Casa de Criadores trata de conquistas individuais que, a bem da verdade, são coletivas.

Na sala de estar de seu fashion filme, exibido no terceiro dia do evento, a vereadora Erika Hilton, a bailarina Mona Rikumbi e o estilista Isaac Silva, para citar alguns dos personagens que ilustram a coleção, transitam como representação do êxito e de um futuro possível para os negros do país.

A estilista convidou esses amigos e, alguns deles, clientes, para vestir as peças que resgatam o dandismo negro, as estamparias e a cartela vibrante do passado, mas os redesenha para criar roupas relaxadas, confortáveis como o cenário intimista do curta que mais parece videoclipe.

MC Forlan e Kizzy Pitelli são outros nomes que performam na produção na qual as batidas e os acordes de hip-hop embalam os versos declamados em tom de orgulho.

"Eu sigo em frente, eu não me iludo, preto de progresso, sucesso, vitória, acredita, agora é a hora, deixa o preto passar para a comunidade se espelhar", diz um dos trechos musicados.

PUBLICIDADE

Borrifos e grafismos tingem conjuntos bem amarrados de calça e blazer, alguns deles listrados, que se complementam às joias gráficas, algumas minimalistas, mas outras brutas, como as correntes pesadas de ouro justapostas aos looks neutros.

Em uma coleção que versa sobre as trajetórias de sucesso de personagens negros, Ferey vai além e lança uma rifa, por meio de uma plataforma virtual, que pretende angariar doações para instituições voltadas ao auxílio de pessoas pretas, indígenas e homossexuais em situação de risco.

Os prêmios são as próprias roupas usadas por esses personagens vencedores, uma bela forma encontrada pela marca de sair do plano das ideias e incentivar, na prática, o protagonismo negro, ajudando quem também pode ir à sala de estar mas ainda não teve oportunidade.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE