Moda

Kris Van Assche deixa a Berluti

Estilista belga ocupou o cargo de diretor criativo da grife de moda masculina nos últimos três anos.

Thierry Chesnot/Getty Images
PUBLICIDADE

O estilista Kris Van Assche deixou o cargo de diretor criativo da Berluti, depois de três anos à frente da marca. O anúncio foi feito nesta terça-feira (20.04) por Alexandre Arnault, CEO do conglomerado LVMH, da qual faz parte a grife de moda masculina.

"A fim de manter nosso compromisso com nossa capacidade e inovação, decidimos que a Berluti deve seguir seu ritmo e lhe demos liberdade para seguir seu próprio calendário de apresentações", disse Arnault em comunicado à imprensa. "Gostaria de agradecer pessoalmente ao Kris, que durante sua jornada com a LVMH, mostrou um talento notável para a moda masculina. Ele trouxe sua visão pessoal a Berluti, integrando novas formas a sua assinatura."

"Acredito que me tornei um estilista melhor com meu trabalho na Berluti, e não poderia agradecer mais ao estúdio e seus artesãos. Eu sempre amei trabalhar com ateliers — seja alfaiataria, calçados ou artigos em couro — e o nível de empenho em qualidade e pesquisa daqui é realmente estimulante", escreveu o estilista em um post no Instagram.


Antes da Berluti, Kris Van Assche trabalhou durante 11 anos como estilista da Dior Homme. Antes dele, Alessandro Sartori, Ermenegildo Zegna e Haider Ackerman foram diretores criativos da marcai.

PUBLICIDADE

O estilista não falou quais serão os próximos passos de sua carreira, nem a Berluti anunciou quem será o novo diretor criativo.



Em seus quase 40 anos de trajetória, Marc Jacobs nunca teve medo de seguir seu próprio "feeling" em uma carreira criativamente audaciosa. Relembre a história do estilista nova-iorquino, da infância sofrida à marca Heaven, sua mais nova aposta.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE