Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Os melhores looks do verão 2022 de Michael Kors são o todo rosa, composto de trench coat, blazer e bermuda, o conjunto de camisa e shorts rendados e aquele outro de blusa branca ampla e bermuda bem curta da mesma cor. O motivo do destaque é a objetividade com que expressam expressam algumas qualidades em falta nesta temporada de desfiles em Nova York. São roupas simples sem ser banais, clássicas com corte moderno, práticas ao mesmo tempo que sofisticadas, elegantes até.

Devido à próxima exposição do Costume Institute, do Metropolitan Museum of Art (o Met), sobre moda estadunidense, tem se recuperado algumas noções basilares que constituem o tal estilo norte-americano (ou a ideia que se tem dele). Daí vem aquela noção de sporstwear, roupas práticas e confortáveis, porém não alheias às nuances sazonais da moda. Michael Kors é um dos principais expoentes dessa vertente criativa e, com seu verão 2022, lembra por que.

Ele mostra roupas que a gente possa desejar pura e simplesmente pelo que são. Sem precisar se apoiar em temas, discursos ou qualquer outra efeméride caça-clique, por mais urgente e relevante que seja. Ainda mais depois de mais de ano numa pandemia. Este desfile, apresentado na Taverna Green, ao ar livre e ao som da voz de Ariana DeBose, não é exatamente sobre novidade ou sobre um tema específico. É sobre o prazer de se vestir, de ter experiências presenciais e como peças com design prático e atualizado, podem reforçar tais sensações.

PUBLICIDADE
Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE