PUBLICIDADE

Na segunda semana de março deste ano, o São Paulo Fashion Week anunciou que a sua edição de número 49, que aconteceria no final de abril, estava cancelada. A medida veio antes mesmo do coronavírus avançar no Brasil, surpreendendo alguns, já que o isolamento social ainda não era a realidade do país. Porém, bastou alguns dias para que a quarentena fosse implementada e as aglomerações proibidas.

A quinquagésima edição, no entanto, programada para novembro, seguia agendada. Essa seria uma temporada especial, onde seria realizado o projeto Festival SPFW +, em comemoração aos 25 anos da semana de moda. Para isso, nos últimos meses, a equipe do São Paulo Fashion Week desenhou um formato híbrido, de acordo com os protocolos de saúde, pensando em uma estrutura física reduzida e com restrição de público. Porém, nesta semana, o evento informou que, ainda assim, a realização não seria segura.

"Concluímos que seria inevitável a concentração de inúmeros profissionais que atuam nos bastidores dos desfiles e que, apesar de todos os cuidados, ficariam expostos a riscos. Diante da perspectiva ainda incerta de solução para o quadro de emergência sanitária, a nossa prioridade mais do que nunca é a segurança das pessoas", comunicou o São Paulo Fashion Week na noite da última quarta-feira (02.09).

PUBLICIDADE

O que foi decidido, então, é que o projeto Festival SPFW + será transferido para 2021. Além disso, entre os dias 04 e 08 de novembro, data que aconteceria a semana de moda presencialmente, haverá um evento digital para celebrar os seus 25 anos, contando com uma agenda de conteúdos históricos e inéditos.



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE