Ensaios de Joan Didion ganham edição brasileira

No embalo do lançamento da edição brasileira de Rastejando até Belém (1968), primeira coletânea da autora, relembramos fatos marcantes de Didion.

Puxa vida!

Colunista tenta vencer os clichês (e a timidez) para escrever sobre a importância do ídolo Caetano Veloso para o Brasil durante a pandemia.

PUBLICIDADE
Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE