• ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI

skincare-acne

PUBLICIDADE

Uma das patologias de pele mais frequentes – e também das que mais afetam a autoestima de homens e mulheres – a acne atinge 56,4% da população adulta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), e 80% dos adolescentes entre 11 e 20 anos.

O alto índice de casos e tamanho incômodo que as temidas marquinhas vermelhas causam fazem com que dermatologistas, cosmetólogos e a indústria de beleza reúnam grandes esforços na busca por alternativas que ajudem a driblar o problema. "A acne é uma patologia multifatorial, então o melhor plano de ação é associar tratamentos tópicos, medicamentosos e tecnologias que ajudem a barrar a inflamação", diz a dermatologista Fernanda Porphirio, dermatologista da Clínica Vanité, em São Paulo. Como existem diferentes causas e tipos de acne, somente um dermatologista é capaz de prescrever a melhor associação para cada caso.

"O uso de antibióticos no tratamento da acne, uma conduta consolidada e utilizada há muito tempo, vem sendo colocada em xeque. Essa já foi por muito tempo a única forma de tratamento disponível, mas também isso nos levou à resistência das bactérias e consequentemente à ineficiência do tratamento", conta a dermatologista Edileia Bagatin, Coordenadora do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Professora da Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

PUBLICIDADE

"As luzes azul e vermelha têm ação antiinflamatória e bactericida e atualmente já podem até ser usadas em casa como parte do tratamento", Valéria Campos, dermatologista

A discussão se dá em um momento em que há um leque cada vez maior de alternativas e novas tecnologias para ajudar no combate à acne. Entre as novidades, está uma maior atenção para a microbiota: "Quando em equilíbrio, fungos, bactérias e outros microrganismos que residem na pele ajudam a manter o pH, a hidratação e a prevenir doenças e condições cutâneas indesejadas", explica a dermatologista Valéria Campos, de São Paulo. Para isso, muitas marcas passaram a incluir prebióticos na fórmula de seus produtos, que são nutrientes capazes de estimular a proliferação das bactérias chamadas "do bem".

Outro ponto importante é a proteção da barreira cutânea – aquela que age como um verdadeiro escudo da pele e ajuda a manter a hidratação. Quando ela é atingida por produtos que retiram demais a oleosidade do rosto, pode acontecer o temido efeito rebote: que é quando a pele produz mais sebo para compensar a perda. Consequentemente, o ambiente fica mais propício para o surgimento de acne. Daí a importância de utilizar produtos que permitam a higienização da pele sem abrir mão dessa proteção. Atualmente, o que não faltam são opções no mercado que consideram essa questão.

PUBLICIDADE

Já nos consultórios dermatológicos os holofotes estão no tratamento feito com bioestimuladores: "Os bioestimuladores de colágeno auxiliam muito nas cicatrizes de acne porque fazem uma renovação celular, melhoram a qualidade da pele e a produção de colágeno, tornando-a mais firme e melhorando o aspecto dos furinhos que ficam após o quadro inflamatório", afirma a dermatologista Mariana Fernandes, do Rio de Janeiro.

Lasers específicos e luzes de LED também estão em alta, com novidades tanto nas clínicas quanto para o homecare. "As luzes azul e vermelha têm ação antiinflamatória e bactericida e atualmente já podem até ser usadas em casa como parte do tratamento. O laser fracionado não ablativo é a melhor opção para tratar em consultório. Eles geram um processo natural de cicatrização, formando novos e mais saudáveis tecidos, diminuindo a inflamação, inibindo a produção de sebo pela glândula sebácea e prevenindo cicatrizes", afirma Valéria Campos.

Na onda de cosméticos cada vez mais personalizados, a Formel Skin possibilita através da telemedicina (e de um questionário enviado para cada paciente), o envio de uma linha antiacne completa e formulada especificamente para as necessidades de cada pele. O acompanhamento virtual e contínuo permite, inclusive, que o tratamento seja adaptado e modificado conforme os resultados vão sendo apresentados e analisados por especialistas.

PUBLICIDADE

Recentemente, também pipocaram nas prateleiras novas opções para cuidar da pele acneica ou com tendência à oleosidade em casa. As novidades vão de protetor solar ultraleve a adesivos com microagulhas capazes de aumentar a absorção dos ativos pela pele. Confira!

Loção Secativa de Espinhas, Océane Femme

Foto: Divulgação

Acabou de chegar e já gerou bastante burburinho. Com ácido salicílico, cânfora e calamina, a loção bifásica promete secar a acne, reduzir a vermelhidão e acalmar a pele enquanto você dorme. Aplique de forma localizada, somente sobre a lesão.

Máscara Antiacne, Sallve

Foto: Divulgação

Um dos integrantes de uma linha nova e completa antiacne da marca, essa máscara de argila verde ajuda a desobstruir os poros, reduzir a vermelhidão, amenizar o excesso de oleosidade. Além disso, ajuda a prevenir o surgimento de novas marquinhas, já que também tem ação antisséptica e bactericida.

Protetor Solar Aqua Fluid Tonalizante FPS, Adcos

Foto: Divulgação

De textura aquosa ultrafluida e rápida absorção, esse protetor solar de amplo espectro de proteção tem ação antioxidante, restaura a barreira cutânea, hidrata e controla a oleosidade da pele enquanto disfarça imperfeições.

Adesivo Facial Trouble Cure, Acropass

Foto: Divulgação

Com a presença de microagulhas dissolventes, que penetram na pele para uma maior absorção dos ingredientes da fórmula, esse adesivo promete reduzir a inflamação, atenuar cicatrizes e tratar a acne de maneira rápida. Contém óleo de melaleuca (anti-inflamatório e antisséptico), ácido salicílico (atua removendo as células mortas), niacinamida (renovação celular) e ácido hialurônico (auxilia a cicatrização).

No Maskne Spray Antiacne, Luv Skin

Foto: Divulgação

Feito para driblar uma das principais queixas de pele enfrentadas durante a pandemia – a maskne, ou acne decorrente do uso de máscara facial – este fluido com ácido salicílico e mentol tem ação antibacteriana, antiinflamatória e seborreguladora. Apesar da origem, também ajuda a evitar a acne em outras situações.

Dermopure Sérum Efeito Triplo, Eucerin

Foto: Divulgação

De ação "três em um", reúne tecnologias e ativos consagrados para combater a acne, as marcas escuras decorrentes da inflamação e a produção em excesso de oleosidade e brilho. Tratamento completo!

Tônico Facial Minimizador de Poros com Esqualano, Biossance

Foto: Divulgação

Combina ingredientes suavizantes e hidratantes, como o esqualano, com extrato de casca de salgueiro branco, uma fonte botânica de beta hidroxiácido (de ação semelhante à do ácido salicílico), para controlar a oleosidade e esfoliar a pele suavemente, sem ressecar.

Sérum Antioleosidade e Antiacne Normaderm Phytosolution, Vichy

Foto: Divulgação

Com prebióticos que atuam no equilíbrio da microbiota, este sérum foca na hidratação e no fortalecimento da pele e de suas funções protetoras contra poluição, estresse e outros fatores externos que agravam a produção de oleosidade e a acne.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.