Beleza

Beauty Chat: Camila Pitanga

Fã de experiências olfativas e óleos essenciais, a atriz contou tudo sobre sua rotina de beleza e autocuidado durante o isolamento.

PUBLICIDADE

Quando eu acordo... Confesso que o meu sono tem sido bastante oscilante. Como estou em São Paulo, não durmo tão bem quanto durmo quando estou na Barra do Una, com aquele silêncio, barulho só de passarinho. Acho sono fundamental e acordo bem-humorada. Mas não vou mentir: estou sentindo falta do mato, faz diferença para mim.

Eu começo o meu dia... Sempre fiz ginástica pela manhã. Com o isolamento, isso mudou um pouco. A mesma professora me dá aulas online de ioga e gyrokinesis. Fazemos às 12h30, um horário absurdo que só está sendo possível devido ao isolamento. Fora isso, retomei minhas aulas de inglês, minha aula de piano... Essas coisas me tiram da cama e me animam. Tento fazer de manhã exatamente por isso.

No meu café da manhã... Nossa... Essa é a refeição que eu mais amo. Quase todo dia rola um suco verde que, sim, dá um certo trampo para fazer, mas faz parte do meu ritual matinal. A receita varia de um dia para o outro, mas a base é a mesma: maçã, cenoura, salsinha, hortelã, gengibre, cúrcuma e repolho branco. Pra finalizar, um pouquinho de limão espremido na hora. Fora isso, para comer, eu amo uma tapioca com abacate, com queijo de cabra. Outros favoritos são mamão papaya com limão, iogurte com granola, ovo cozido... E nunca, jamais, pulo o café da manhã!

PUBLICIDADE

Na minha cozinha tem... Olha, ultimamente, o abacate não sai da minha geladeira. Eu gosto demais! Com tapioca, na salada, eu amo... O mesmo vale para o queijo de cabra. Já tive muita ajuda profissional para me educar a respeito da minha alimentação, né? Então, hoje, eu priorizo radicalmente alimentos orgânicos, sazonais. E eu gosto de comer de tudo. Isso é uma benção, sou zero frescura. Tenho diminuído minha ingestão de carne. Já fui bem carnívora, mas com a filha e a namorada vegetarianas faz até mais sentido entrar na delas, ainda que aos poucos.

No meu chuveiro tem... Então, eu sou muito ligada em cheiro, sabe? É isso o que mais me orienta na hora de comprar produtos desse tipo. Então, tenho tido a felicidade de me encontrar na linha da Cris Dios que é toda orgânica e eu adoro. Além disso, tenho várias coisinhas da Weleda para banho: para hidratação, óleos essenciais... Aliás, sempre que eu viajo, trago um cheiro diferente comigo para tomar um banho de banheira ou colocar no aromatizador em dias mais inspirados.

PUBLICIDADE

Para cuidar do meu cabelo... Eu amo os produtos de hidratação da Caudalie. Eu amo de paixão. Eles também têm o Eau de Beauté para inspirar... Cheiro, né? Cheiro me orienta. Adoro!

"Minha autoestima é a de uma mulher de 43 anos que, ao longo de toda uma vida, foi evoluindo. Entendi que a gente tem que se aceitar como é, mas também se dar a liberdade de transformar aquilo que queremos. Liberdade acima de tudo!", Camila Pitanga

Olha, minha autoestima é a de uma mulher de 43 anos que, ao longo de toda uma vida, foi evoluindo, e acho que também o Superbonita (do GNT) me fez ouvir tantas outras mulheres de realidades tão diferentes. Faz a gente entender que a gente tem que se aceitar como a gente é e transformar o que a gente quer. Não encanar uma prisão em nada.

Para arrumar o meu cabelo... Ah, finalização é fundamental! Eu uso um produto já há muito tempo que é o Curls Rock da TIGI para finalizar, ele me ajudar a orientar o cacho. Meu cabelo não é cacheado naturalmente, infelizmente. Preciso dar um pouco de estrutura para que ele fique com volume. E eu gosto de volume. Se eu quiser muito volume, que o cacho venha com tudo, aí eu uso o difusor. Mas, eu tenho gostado muito de um produto da Laces que é o creme de pentear cachos. Eu gosto dele, é mais suave e não dá tanto cacho quando o Curls Rock, mas eu acho que para o dia a dia, essa leveza funciona melhor para o meu visual.

A minha rotina de beleza é... Não sei até que ponto a minha rotina vai ajudar as outras pessoas porque ela foi desenhada especificamente para mim pela minha dermatologista, a Drª Denise Luna Barcelos. Quase tudo o que uso foi manipulado por ela. De qualquer forma, uso uma espuma para lavar o rosto, faço uma hidratação e passo um creme de olhos na sequência. Eu deveria usar aquela pedrinha de jade para fazer massagem, mas confesso que tenho um pouco de preguiça. Agora, sobre maquiagem, eu uso mais quando tenho uma live, uma aula etc. Nessas ocasiões, passo uma base bem de leve que eu adoro que é a da Avène.

Mas, quando eu estou inspirada... Batom! Tenho uma coleção e adoro! De todas as cores. Para mim, é isso: batom e muita máscara. Aliás, nesses últimos dias, tenho me aventurado e usado o delineador. Mais do que um côncavo, gosto do delineado. Fazer a sobrancelha, também. Acho que abre olhar.

O meu perfume é... Olha só que engraçado: de uns tempos para cá, estava bem desanimada de me perfurmar. No entanto, nos últimos dias, entrei na onda de novo. Tenho os mesmos perfumes de sempre: são dois da Comme des Garçons (o Amazingreen e o Wonderwood). O Wood é mais amadeirado, tem mais presença. O Green é mais suave, mais dia a dia. No mais, estava nessa brincadeira do Eau de Beauté da Caudalie, óleos essenciais, uma coisa mais natural... Ah! Lembrei também do Vetivér da L'Occitane que eu amo!

Quando olho no espelho vejo... Bom, eu não sei se é por causa do meu signo. Eu sou muito geminiana, né? Mas, meu ascendente é Virgem. Então, acho que ele traz essa coisa da rotina, uma estabilidade nesses cuidados. Acho que essa estabilidade faz com que você tenha a autoestima meio no lugar. Mas, eu sou geminiana, eu derrubo essas coisas do lugar, volto, fico com preguiça, aí eu volto de novo para os meus rituais de autocuidado... E não sei, acho que a gente é muito de fase. Então, estou me achando bem contraditória nessa resposta. (risos) Olha, minha autoestima é a de uma mulher de 43 anos que, ao longo de toda uma vida, foi evoluindo, e acho que também o Superbonita (do GNT) me fez ouvir tantas outras mulheres de realidades tão diferentes. Faz a gente entender que a gente tem que se aceitar como a gente é e transformar o que a gente quer. Não encanar uma prisão em nada. Nem ficar em uma escravidão por um ideal de beleza (porque é uma furada), mas também entender que se cuidar e criar uma rotina de beleza é autocuidado, que isso não necessariamente está ligado a uma coisa estética, mas sim a trazer boas sensações. Por isso que eu sou tão ligada em cheiro, por exemplo. O tato, também, nesse sentido, na mão, quando eu for colocar o hidratante, não pode ser só a função. De repente, fazer uma exfoliação no corpo e depois colocar um hidratante. Esse rito, esse cuidado que é só para você, me faz bem.

Foto: Tavinho Costa

Para me tornar confiante... Olha, acho que as duas sessões de terapia por semana me fazem muito bem. Fazem com que eu tenha esse rito de contato comigo mesmo, de atualização com as minhas escolhas. Eu já meditei. Mas uma coisa muito importante para mim é que regularmente eu faço consulta com a minha médica Drª Sheila Pessoa Grande. Ela é da antroposofia, uma medicina que entende o corpo de uma maneira em que tudo está conectado às emoções. E o que é vivido, como a gente está digerindo as nossas questões, é material de trabalho da antroposofia para que você possa potencializar a vitalidade, a saúde. É muito comum pensar médico para cuidar de doença, e eu vou na minha médica para alimentar e potencializar a minha saúde.

Meu produto de beleza indispensável... Ah, não é exatamente um produto de beleza, mas eu gosto muito de cheiro em casa, acho superimportante. Eu tenho aqueles aromatizadores, então eu coloco duas gotinhas, dependendo do clima, lavanda, ou uns amadeirados. Eu alterno bastante, eu tenho uma caixa cheia de óleos essenciais.

Sou/estou obcecada por... Ai, eu vi uma série agora que eu amei que se chama I May Destroy You. E eu fiquei muito encantada pelo trabalho da atriz, diretora, roteirista, Michaela Coel. Nossa, muito bacana porque sai do estereótipo, tem uma coisa de uma liberdade, uma honestidade, realmente me impressionou muito. Adorei, fiquei vidrada nessa série.

A última coisa que faço antes de dormir... Estou querendo tirar o mal hábito que é ficar no celular. Para poder descansar mais rápido, não ficar tão ligada. Fora isso, não tenho um rito específico, não. Não sei, só deito e espero o sono chegar.


No Beauty Chat, vamos falar sobre saúde, bem-estar, alimentação, rotinas de beleza, de relaxamento e muito mais com diversos personagens do universo ELLE. Para começar, a icônica atriz Taís Araújo!


A cantora pop respondeu todas as perguntas do nosso Beauty Chat, seção em que descobrimos a rotina de beleza, saúde, alimentação e bem-estar de diferentes personagens do universo ELLE.


Negra Li está gravando um novo disco! Em meio às composições, ela dá conta de cuidar de si e da família enquanto reflete sobre o impacto de sua música na sociedade. No Beauty Chat, a cantora e atriz revela o segredo para não perder o equilíbrio mesmo estando no olho do furacão.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE