Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Beleza

Os segredos do sucesso (e das sobrancelhas!) de Anastasia Soare

Em entrevista exclusiva, a fundadora da Anastasia Beverly Hills (que acabou de chegar no Brasil!) compartilha sua trajetória para chegar ao posto de "rainha das sobrancelhas" e dá dicas para alcançar o visual icônico.

Divulgação: Anastasia Beverly Hills

Anastasia Soare, fundadora da Anastasia Beverly Hills

PUBLICIDADE

Se você pensar em sobrancelhas impecáveis, o único nome que deve aparecer em sua mente é o da romena Anastasia Soare. Na verdade, você também pode pensar em Jennifer Lopez, Victoria Beckham e Kim Kardashian – apenas algumas das sobrancelhas de Hollywood que Anastasia já cuidou em seus 30 anos de carreira. Ela também é fundadora de uma das marcas mais queridinhas da beleza, a Anastasia Beverly Hills, que desembarcou este mês no Brasil. A ABH conta com um portfólio completo de itens de maquiagem e, claro, uma gama enorme de produtos especificamente pensados para cuidar dos pelinhos. Não precisamos dizer, então, que o título de "rainha das sobrancelhas" não é à toa, né? Para nossa sorte, ela bateu um papo exclusivo com a ELLE Brasil e compartilhou desde alguns de seus maiores segredos de maquiagem até a sua escalada para o sucesso no mercado da beleza.

Como você começou a trabalhar com sobrancelhas? Especialmente durante uma época em que elas não eram exatamente algo com que as pessoas se preocupavam.

Quando cheguei aos Estados Unidos, fiquei um pouco surpresa que as pessoas não se preocupavam com sobrancelhas. Porque na Romênia, quando eu ia fazer tratamentos na pele, a esteticista sempre fazia as minhas. Foi isso que me fez virar a chave! Nessa época, eu já tinha muitos clientes famosos e participava de muitas matérias em revistas. Em 1998, eu apareci no programa da Oprah e ela tinha muita influência no mundo inteiro. Assim, aos poucos, acho que as pessoas começaram a perceber que sobrancelhas eram importantes. Em 2000, eu lancei minha linha de maquiagens em lojas de departamento e comecei a divulgá-la aos poucos. Só 10 anos depois que realmente comecei a ficar conhecida e, com as redes sociais, a marca meio que explodiu.

PUBLICIDADE

"Quando comecei, ninguém criava produtos específicos para sobrancelhas."

O que inspirou esse método de fazer sobrancelhas, que ainda hoje é tão icônico?

Quando eu estava nas aulas de arte do colegial, na Romênia, tinha uma professora que sempre dizia o quão importante as sobrancelhas eram na hora de desenhar um retrato. Se você quisesse mostrar alguma emoção, de tristeza à surpresa, era só mudar as sobrancelhas. Foi ela quem me mostrou a técnica da proporção áurea, que Leonardo Da Vinci usou em todas suas obras. Nessa época, eu nem imaginava que um dia estaria trabalhando com beleza. As minhas sobrancelhas eram fininhas, como se tivessem sido feitas com lápis, e arredondadas. Percebi que elas faziam com que eu parecesse sempre surpresa nas fotos. Então, fui pesquisar como melhorá-las. Assim, desenvolvi a técnica de desenhar as sobrancelhas a partir da estrutura óssea natural do rosto e vi muita diferença. Então, comecei a fazer nos meus clientes!

PUBLICIDADE

O método mudou ao longo dos anos?

Não. A teoria é baseada na proporção áurea de cada um. O que eu defendia nos anos 1990, continuo defendendo agora, 30 anos depois. Não muda porque é ciência, não é moda. Se quiser adicionar tendência, faça colorida, em ombré, mais escura, mais clara… use diferentes produtos. Mas o formato delas deve permanecer o mesmo. É claro que existe um visual quando você tem 20 anos e outro quando você tem 60. Com o passar dos anos, com o surgimento de rugas e os olhos ficando mais caídos, você pode deixar as sobrancelhas mais curtas na ponta externa para levantar um pouco o rosto. Deixar elas mais cheias também deixa o visual mais jovial.

Brow Gel, Anastasia Beverly Hills Brow Gel, Anastasia Beverly HillsDivulgação: Anastasia Beverly Hills

Você chegou aos Estados Unidos como imigrante, falando muito pouco inglês. Como você encontrou seu lugar no mercado de beleza?

Eu sabia que queria ser significativa, fazer algo que amava e que fosse importante. Sempre me interessei por beleza, mas consegui um emprego como esteticista por necessidade. Como imigrante, esse era um trabalho que eu poderia fazer sem precisar falar o idioma. Enquanto trabalhava, percebi uma lacuna gritante no mercado – ninguém estava prestando atenção nas sobrancelhas. Tive o insight de que talvez a mesma razão áurea que aprendi na escola de arte poderia ser aplicada para modelar sobrancelhas, trazendo equilíbrio e proporção aos rostos dos meus clientes. O efeito foi transformador, e o "fazer as sobrancelhas" se espalhou como um incêndio.

Como foi a jornada entre abrir seu primeiro salão e depois decidir lançar uma marca?

Com o aumento da demanda pelos meus atendimentos, deixei de alugar uma sala em um salão de beleza e abri meu próprio espaço em 1997. Quando comecei, ninguém criava produtos específicos para sobrancelhas. Para criar o formato perfeito para meus clientes, eu preenchia as sobrancelhas com a minha própria mistura caseira de sombra, aloe vera e vaselina. Mas é claro que eles voltavam para casa no final do dia e enxaguavam. Eles queriam algo que pudessem usar como parte de sua rotina diária de beleza. Tive que começar do zero! Foram meses viajando para a Itália, fazendo várias tentativas no desenvolvimento da fórmula para garantir que ela funcionasse com a qualidade que eu precisava. Quando lancei a primeira linha de produtos Anastasia Beverly Hills, em 2000, ela conquistou uma categoria completamente nova no mercado de beleza.

"Nosso ethos é que a beleza é sobre equilíbrio e proporção – não perfeição. Isso começou com o desenvolvimento da técnica da razão áurea."

O que você diria que é a base da Anastasia Beverly Hills? Quais são as coisas que sempre farão parte do DNA da marca, além de todas as tendências e mudanças que acontecem em torno dela?

Nosso ethos é que a beleza é sobre equilíbrio e proporção – não perfeição. Isso começou com o desenvolvimento da técnica da razão áurea. Agora, cada lançamento de produto é inspirado pela capacidade única da maquiagem de criar equilíbrio facial, simetria e proporção. Do nosso kit de contorno clássico ao batom líquido até o recém-lançado corretivo Magic Touch, permanecemos fiéis ao nosso princípio fundamental. Isso enquanto trabalhamos para preencher lacunas com produtos de alta qualidade que terão desempenhos consistentes para a nossa comunidade.

Sabemos que quando alguém decide incorporar um novo produto em sua rotina de beleza, isso é feito após uma consideração cuidadosa. É pouco provável que você experimente um produto se não souber como usá-lo, para o que ele serve ou que especificamente ele pode fazer por você. É por isso que sempre produzimos tanto conteúdo educacional para acompanhar cada novo lançamento. Assim, o consumidor pode ver tutoriais, seguir guias e ler dicas profissionais. Temos todo um departamento dedicado à educação, para que nossa comunidade possa aprender o quanto quiser e tirar o máximo proveito dos produtos.

Onde você busca inspiração para criar novos produtos? Quão envolvida você está no processo de desenvolvimento?

A Anastasia Beverly Hills solta tendências e é inovadora. Mesmo no começo, nos anos 1990, eu criei uma linha de produtos baseada nos meus clientes e em suas queixas – sobrancelhas ralas ou cheias, pelos mais finos, outros que cresciam para cima, cicatrizes, etc. Além disso, lançamos produtos com uma diversidade de cores grande, da mais clara à escura, porque eu tinha clientes de todos os lugares do mundo e de etnias diferentes. Logo no começo, nós tínhamos, por exemplo, produtos para ruivas. Todo mundo dizia que não ia ter muita procura, e eu respondia: "Eu não ligo! Elas são clientes e nós precisamos ter produtos para elas". Então mesmo quando inclusão não era tendência, eu queria ser inclusiva. Queria que todas as mulheres tivessem as sobrancelhas equilibradas. Então, toda vez que crio um produto, é sempre baseado na necessidade dos meus clientes – eu os escuto. Aliás, ainda faço sobrancelhas, então isso ajuda a entender essas necessidades. Trabalho constantemente em novos produtos, mas nem sempre eles são lançados porque, às vezes, a aplicação acaba sendo diferente ou a fórmula não tem estabilidade o suficiente. Eu e minha filha, que é responsável pelas maquiagens, desenvolvemos tudo. Mas não só isso, nós ainda aprovamos todos os lotes. É uma loucura! E fazemos isso porque, por exemplo, em cada fórmula tem uma mistura de cores, feitas com pigmentos naturais. Então digamos que o vermelho de um lote foi comprado da Espanha e de outro veio do Brasil – um deles pode ter um tom mais amarelado, enquanto o outro vem com fundo azulado. Mesmo se usarmos a mesma fórmula, só essa pequena diferença vai mudar a cor final do produto. Provavelmente ninguém acredita nisso, mas é verdade: eu aprovo todos os lotes de itens para sobrancelhas e minha filha supervisiona os de maquiagem. Mas nós amamos! Para nós é importante manter a qualidade do produto. Trabalho para as minhas clientes, elas são chefes – e elas querem o melhor e merecem o melhor.

"Mesmo quando inclusão não era tendência, eu queria ser inclusiva. Queria que todas as mulheres tivessem as sobrancelhas equilibradas."

Quais produtos você usa diariamente nas sobrancelhas? Qual é o produto que você não abre mão?

Eu nunca saio de casa sem o Brow Wiz. Ele trabalha com sombreamento e detalhes finos, pode preencher áreas esparsas, bem como adicionar dimensão de maneira extremamente suave e natural. Basicamente, posso criar sobrancelhas perfeitas para mim, não importa onde eu esteja. No momento, também estou amando o Brow Freeze para usar com junto com o Brow Powder Duo. Ele cria um efeito laminado lindo e moderno.

Brow Freeze, Anastasia Beverly Hills Brow Freeze, Anastasia Beverly HillsReprodução: Instagram

A Anastasia Beverly Hills foi uma das primeiras marcas de beleza a investir nas redes sociais e a colaborar com influenciadores. Quão envolvida você está neste processo? As redes sociais afetam o desenvolvimento de produtos e o trabalho da marca em geral?

Graças à minha filha Norvina, atual presidente da ABH, fomos os primeiros a estar no Instagram. Ela viu a oportunidade da marca se expandir por meio das redes sociais e construir um relacionamento especial com os usuários. Sabendo que nem todo mundo usaria os itens de maquiagem da mesma forma, ficamos animados em compartilhar a diversidade que havia no que todo mundo estava criando. Adotar essa abordagem básica de envio de produtos nos ajudou a construir relacionamentos incríveis, a ponto de podermos fazer colaborações com artistas talentosos ao longo dos anos. Nossa comunidade no Instagram agora é de quase 20 milhões, e ainda adoro pesquisar nossas hashtags para me inspirar em artistas e seus incríveis talentos.

Nesse sentido, o que você vê como a próxima grande tendência para maquiagem e sobrancelhas?

A individualidade está em alta. Por muito tempo, a beleza teve essa mentalidade de tamanho único, e eu realmente dou crédito às redes sociais por ajudarem a quebrar essa crença. A definição de beleza é tudo o que um indivíduo faz dela! É diversificada, inclusiva e criativa. Encontrar seu estilo pessoal único e apoiar os outros em suas próprias jornadas é o que eu prevejo como tendência.

Quais são suas expectativas para Anastasia Beverly Hills no Brasil? Quais produtos você acha que farão grande sucesso com o consumidor brasileiro?

A comunidade de beleza brasileira é ousada, apaixonada e destemida. Acho que os brasileiros vão adorar criar sobrancelhas esculturais e detalhadas com produtos como Brow Pen e Dipbrow Pomade. Nosso novo corretivo Magic Touch combinado à nossa Luminous Foundation para corrigir, iluminar e desfocar, dando um efeito de segunda pele para deixar a beleza natural brilhar. O nosso batom líquido não é um favorito à toa – ele fornece uma cor duradoura e de alto impacto. Finalmente, mal posso esperar para ver os looks de carnaval vibrantes e criativos criados com as paletas de sombra.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE