Beleza

Sobrancelhas descoloridas: tá on!

Com a quarentena nos entregando mais tempo em frente ao espelho, as experimentações e descobertas tornam-se cada vez menos raras. Por causa disso, esta tendência ultra-fashionista está de volta!

Foto: Divulgação/Burberry Beauty

Isamaya Ffrench

PUBLICIDADE

É claro que as sobrancelhas descoloridas não são novidade no mundo da beleza. Vire e mexe, a tendência está de volta. No entanto, o último relatório do Pinterest aponta para a técnica como uma das que mais tem chances de bombar durante este ano. A pesquisa foi feita a partir de uma coleta de dados de mais de 400 milhões de usuários e, segundo ela, as pesquisas para "sobrancelhas descoloridas" cresceram em 160%. Ou seja, apesar de não ser o visual mais usável do mundo, veremos muitas fashionistas de carteirinha apostando na trend.


Fato é que a moda, em especial, adora esse artifício cool que os fios platinados sobre os olhos entregam a quem aposta neles. Não raro vemos marcas como Alexander McQueen, Burberry Beauty e Givenchy clicarem campanhas cuja beleza leva as tais pestanas louras. Como não lembrar, por exemplo de desfiles icônicos como o inverno 2016 de Marc Jacobs que teve até Lady Gaga na passarela? A cantora e atriz ítalo-estadunidense, inclusive, aproveitou a fase descolorida para dar um close no MET Gala com esse look. No mesmo ano, Kim Kardashian também investiu no visual. Fora elas, outras celebridades como Rihanna, Katy Perry, Beyoncé, Cara Delevingne, Amber Rose e Jaden Smith já viveram seu momentinho de sobrancelhas descoloridas.

PUBLICIDADE

"Tinha curiosidade de saber como meu rosto ficaria com os pelos claros e hoje me sinto sexy assim!", Welida Souza

Com a quarentena, ganhamos mais tempo em frente ao espelho e, por isso, experimentações e ousadias estão ficando cada vez mais possíveis. É o que explica a cantora e produtora musical manauara Elisa Maia. "Por conta da segunda onda da Covid-19 em Manaus, no Amazonas, ficamos ainda mais restritos no quesito quarentena. Assim, quase que num surto em resposta ao isolamento, descolori minhas sobrancelhas de madrugada", contou rindo. "Até porque, morando sozinha e estando em casa, estou praticamente livre do julgamento alheio. Eu sei que, como artista, talvez eu tivesse essa licença poética para ultrapassar padrões, mas não é tão simples. Tem sido um exercício criativo muito positivo para mim. Acho que é um jeito de me relacionar comigo mesma de uma maneira mais divertida mesmo em meio a um contexto tão duro", reflete. Elisa aproveita e traz também referências brasileiras da tendência: "Seu Jorge recentemente descoloriu tudo (barba, cabelo, bigode e sobrancelha) e a fotógrafa Helen Salomão."

PUBLICIDADE

Algo muito parecido aconteceu com a beauty artist Welida Souza. Adepta do estilo há algum tempo, a maquiadora e cabeleireira conta que a quarentena também a ajudou a fazer essa mudança. "Tinha curiosidade de saber como meu rosto ficaria com os pelos claros e hoje me sinto sexy assim! Quase como se estivesse meio entediada o tempo todo", brinca.

Para fechar, conversamos com a expert Natalia Martins (@nataliabeauty) para nos ajudar a entrar na trend tomando todos os cuidados necessários. "É claro que o ideal é que o procedimento seja realizado por um profissional especializado", indica. "Ele é que vai poder te orientar da melhor forma de cuidar da região. Além do mais, é preciso verificar se alguma reação alérgica pode surgir com o uso dos produtos." Segundo ela, a famigerada água oxigenada (quase sempre utilizada nos métodos caseiros de descoloração) causa, no mínimo, enfraquecimento dos pelos na região e, no máximo, queda. "Pigmentos orgânicos e hipoalergênicos são os melhores para alcançar um resultado harmonioso e seguro."

Foto: Instagram / @welidaq

Make glossy e sobrancelhas descoloridas são o visual da MUA Welida Souza.


Com o retorno dos anos 2000 à moda, eles voltam a conquistar as cabeças das mulheres que querem fios diferentões sem apelar para as tintas coloridas



Difundidas pela Geração Z, as últimas tendências de beleza incorporam elementos não tradicionalmente belos e questionam o papel social da maquiagem.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE