Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

A atriz Cicely Tyson morreu nesta quinta-feira (28.01), aos 96 anos. A informação foi divulgada pelo empresário da atriz, Larry Thompson, em comunicado à agência de notícias Associated Press. A causa da morte não foi revelada.

"Com os corações pesados, a família de Cicely Tyson anuncia sua morte pacífica na tarde desta quinta-feira. Pedimos respeito à nossa privacidade neste momento", diz a nota.

Em seus 70 anos de carreira entre teatro, cinema e televisão, Cicely Tyson recebeu um prêmio Tony, três estatuetas do Emmy, foi indicada ao Oscar de melhor atriz pelo filme Lágrimas de Esperança em 1973 e posteriormente, em 2019, recebeu um Oscar honorário por sua contribuição ao cinema.

Cicely começou sua carreira como modelo, nos anos 1950. Pouco tempo depois, no entanto, a artista começou a se aventurar pelos palcos. Já em 1963, ela participou da série de TV East Side, West Side — uma das primeiras mulheres negras a conseguir um papel regular na televisão.

No cinema, Tyson trabalhou em produções como Tomates Verdes Fritos, Diário de Uma Louca e Histórias Cruzadas. Recentemente, a atriz participou também das séries House of Cards e How To Get Away With Murder.

Cicely Tyson interpretou Ophelia Harkness, mãe da protagonista Annalise Keating (Viola Davis) na série de televisão "How to Get Away With Murder". Na imagem, ela está à direita, com um sobretudo verde.Raymond Liu/ Getty Images

PUBLICIDADE

Cicely Tyson publicou seu livro de memórias, Just as I am, na última terça-feira (26.01). Em entrevista ao jornal The New York Times para divulgar o lançamento, ela disse não ter medo da morte: "Não tenho medo de morrer. Não sei como é, como eu poderia ter medo de algo que eu não conheço?".

Com quinze anos de experiência na Casa de Criadores, Weider Silveiro traz glamour a coleções que tratam de temas latentes da sociedade.



Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE