Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Lifestyle

Cozinhas pequenas, práticas e apaixonantes

Ambientes integrados, uma paleta esperta de cores, acabamentos escolhidos a dedo: confira 11 ideias para deixar espaços compactos lindos e funcionais.

Foto: Fran Parente / Nildo José Arquitetura
PUBLICIDADE

Que o brasileiro curte se reunir ao redor da mesa, não é segredo. Compartilhar o preparo das refeições e criar uma cozinha de estar são dois desejos cada vez mais comuns, especialmente nesses últimos tempos, em que a quarentena estimulou muita gente a aperfeiçoar os dotes culinários. "A cozinha já virou um lugar de permanência, não restrito apenas ao preparo das comidas. Até por isso, a escolha dos revestimentos deve levar em conta a funcionalidade e a beleza dos materiais", avalia o arquiteto Nildo José, baiano radicado em São Paulo, que comanda o escritório NJ+.

Se a sua vontade é mesmo a de começar uma reforma para modernizar o canto que você tem por aí, vale atentar para algumas dicas que multiplicam centímetros preciosos. "Integrar ambientes é uma das principais táticas usadas para ampliar os espaços. Quando demolimos paredes entre a cozinha e a sala, temos a sensação de dobrar o tamanho dos cômodos, criando uma sensação de permeabilidade", explica o arquiteto Rafael Ramos, do Rio de Janeiro. Outra dica: mapear tudo o que vai ficar no ambiente, desde eletrodomésticos aos utensílios do dia a dia. Com base nessa informação, encontrar a medida certa para os armários se transforma numa tarefa funcional.

PUBLICIDADE

Vale investigar também as novidades tech que chegam ao canto mais querido dos lares. "O micro-ondas que também cumpre o papel de forno pode ser um bom investimento. Até porque numa cozinha pequena são raros os momentos em que há necessidade de uso simultâneos dos dois eletrodomésticos", orienta Nildo. Selecionamos 11 cozinhas de medidas enxutas para inspirar você e ajudar a planejar sua reforma. Confira a seguir.

Paleta suave

Cozinha com moveis azul clarinho  Foto: Fran Parente

A antiga cozinha tipo corredor roubou um pedaço da sala em nome da integração. Agora a península com bancada de material sintético em tom de concreto é um dos lugares mais concorridos do apê paulistano. O projeto do arquiteto Nildo José casou ainda a marcenaria de laca em tom de verde-azulado com o piso de ladrilhos hidráulicos da Dalle Piagge. O nicho com a prateleira central revela um bom truque para ampliar a área de apoio. Banquetas da Etel.

Corredor cool

cozinha estreita com moveis brancos Foto: Evelyn Müller

O formato estreito exigia que o arquiteto Renato Mendonça criasse bancadas magrinhas sob as bancadas de material sintético. As cores claras ajudam a alargar visualmente o espaço, que ganhou texturas com o lambri branco na parede e o forro ripado no teto. Note ainda que a cor da parede de fundo repete o tom de madeira, resultando num efeito elegante e casual. Marcenaria da Criare.

PUBLICIDADE

Praticidade em alta

cozinha integrada a sala em tons de cinza Foto: Alain Brugier

Ao planejar esta cozinha de um apartamento paulistano, o arquiteto Rogério Shinagawa elegeu o Corian, revestimento sintético à prova de manchas, para dar forma à bancada. A pia é moldada no mesmo material e fica no nicho que resume a cozinha, ao lado do cooktop e da coifa discretamente embutida no armário superior. Outra solução que ajuda a ganhar espaço: a mesa de jantar dobrável se recolhe e fica suspensa junto à parede.

Tempero colorido

cozinha compacta com detalhes amarelos e azulis Foto: Juliano Colodeti/MCA Estúdio

A arquiteta Carmen Zaccaro trouxe cores para este projeto no bairro carioca do Leblon. O frontão – ou backsplash ou rodabanca, como preferir – ganhou painel de azulejos do Coletivo Muda. Ao lado, a torre de eletrodomésticos da Franke concentra micro-ondas e forno ao lado do cooktop, numa distribuição prática para os cozinheiros. Marcenaria da Roma Mobili.

Tudo à mão

Foto: Denilson Machado/MCA Estúdio

Os 40 m² disponíveis no imóvel exigiam uma cozinha prática para a moradora deste apartamento em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. O arquiteto Gustavo Passalini desenhou, então, uma península de quartzo sintético para abrigar a pia esculpida e alguns armários. A mesa de jantar, também criação do arquiteto, se encaixa com perfeição no espaço de jantar com banco fixo. Cadeira da Lider e almofadas da Codex Home.

Candy color

Foto: Denilson Machado/MCA Estúdio

Sobre a base cinza – paredes, pisos e marcenaria tomam partido dessa neutralidade –, o arquiteto Rodolfo Consoli ganhou liberdade para pincelar de cor alguns ambientes deste apartamento carioca de 36 m². A cozinha ganhou azulejos no tom de rosa antigo, boa combinação com a bancada de granito aqualux da Ardomarmo.

Geometria moderna

Foto: Luiza Schreier

Ao integrar a cozinha ao espaço social, tudo acaba parecendo maior. A solução do arquiteto Rafael Ramos favorece a convivência – daí a necessidade de acabamentos bonitos entrarem em cena. Aqui, a bancada de quartzo cinza da DFX ganhou a companhia de azulejos com motivos gráficos da Lurca. Detalhe importante: a marcenaria superior é branca e contrasta com a de baixo, de madeira. Tons claros no alto multiplicam a claridade e ampliam visualmente o espaço.

Granito em nova versão

Foto: Mariana Orsi

Há duas belas sacadas neste projeto do escritório paulistano Oliva Arquitetura. A primeira é concentrar os elementos principais da cozinha – fogão e pia – em nichos; a segunda é aproveitar o bom e velho granito preto São Gabriel em nova roupagem. A pedra tem preço camarada e ganha visual moderno com o acabamento escovado substituindo o tradicional polido, com brilho.

Três em um

Foto: Gisele Rampazzo

A atmosfera neutra e moderna ganha personalidade com a mistura de três acabamentos na marcenaria compacta. A ideia do Mandril Arquitetura, escritório paulistano, vai clareando à medida em que se aproxima do teto. O fogão tradicional cede lugar ao cooktop de indução, que quase não ocupa lugar na bancada de quartzo branco.

Mix de estampas

Foto: Renato Navarro

Sem medo de ousar, a arquiteta Shirlei Proença apostou num porcelanato gráfico para o piso da cozinha, bancada de Corian, marcenaria rosê e papel de parede estampado da marca italiana Fornasetti. E não é que deu certo?

Preto no branco

Foto: Luis Gomes

Marcenaria preta, quartzo na bancada, azulejos de metrô no frontão. Nesta combinação de clássicos da arquitetura, o resultado veio certeiro. A geladeira retrô preta da Brastemp completa o conjunto. Obra do arquiteto Bruno Moraes, de São Paulo.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE