Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Lifestyle

Xô, friaca! Aqueça o corpo com bebidas quentes turbinadas

Chocolate quente com Amaretto, chazinho com brandy, Hot Toddy, Irish Coffee... Para espantar o frio, confira receitas fumegantes com uma dose de álcool para um aquecimento duplo.

Foto: Billy Kwok / Unsplash
PUBLICIDADE

Adeus, Gim Tônica, vejo você na primavera. Perdão, Spritz, mas não vou querer nada com você dessa vez. A onda agora são as bebidas que vêm pelando e fumegando, com uma boa dose de destilados fortes e, de preferência, envelhecidos em madeira. Um tanto a mais de teor alcoólico pode trazer a sensação de aconchego que a gente tanto quer quando a tarde e o termômetro caem.

Reunimos alguns preparos clássicos e autorais que ajudam a brigar com as temperaturas gélidas. A bartender Adriana Pino dá uma receita bem aromática de Quentão, perfeita para ser compartilhada entre amigos. Derivan de Souza colabora com um chocolate quente e um chá de maçã bem turbinados. Tem também o Mulled Wine (vinho quente gringo), um leitinho com abóbora e pecado, o famoso Irish Coffee e um Hot Toddy que nada tem a ver com aquele a que estamos acostumados.

Receita de quentão

xicara com quentao fumegante

Uma boa cachaça faz toda a diferença no Quentão.

Foto: Divulgação

Adriana Pino ensina sua versão bem perfumosa de uma das mais tradicionais bebidas quentes do Brasil, com um toque oriental no aroma, vindo da pimenta síria. A receita serve de 6 a 8 pessoas.

Ingredientes

1 garrafa (750 ml) de cachaça branca
200 g de gengibre (picado ou ralado)
300 g de açúcar cristal
3 canelas em pau
10 unidades de cravo-da-índia
1 colher (café) de pimenta-síria
2 litros de água quente

Modo de preparo

1. Em uma panela, coloque o açúcar e mexa até virar um caramelo (fique de olho para não queimar).

2. Quando o açúcar estiver todo derretido, adicione a água quente e mantenha em fogo baixo.

3. Adicione as especiarias e espere reduzir por 5 minutos.

4. Desligue o fogo, adicione a cachaça, mexa e tampe.

5. Prove e faça ajustes, se necessário. Adicione mais água, se quiser um perfil leve e mais fácil de beber.

Dica: aquela história de que certas receitas pedem "bebidas baratinhas" já anda ultrapassada. Só se consegue fazer bons coquetéis com bons ingredientes – não necessariamente caríssimos. Adriana sugere que você opte por uma cachaça de qualidade para seu quentão, a mesma que escolheria em um bar bacana se pedisse ao garçom uma Caipirinha tradicional.

Receita de chá Josephine (com brandy e licor)

Cha no copo de conhaque

Que tal um chazinho para acalmar?

Foto: Divulgação

Vai um chazinho? A receita do mestre Derivan de Souza tem os ingredientes perfumados essenciais: mel, laranja, cravos, maçã... E um toque de brandy e licor de laranja para aquecer de vez.

Ingredientes

30 ml de brandy (ou conhaque)
20 ml de licor de laranja triple sec
200 ml de chá de maçã quente
1 colher (chá) de mel
1 rodela de laranja
3 cravos

Modo de preparo

1. Em um copo de conhaque escaldado, coloque o brandy, o licor, o mel e complete com o chá.

2. Misture bem com uma colher de bar.

3. Finalize mergulhando a rodela de laranja com os cravos espetados no coquetel.

Dica: o brandy é um destilado de uvas que passa por madeira para ganhar cor e complexidade. A região francesa de Cognac é sua denominação de origem mais famosa, mas há boas opções brasileiras (das vinícolas do Rio Grande do Sul), espanholas (da região de Jerez) e portuguesas (o célebre Macieira). É sempre bom ter brandy em casa – uma das bebidas que mais aquecem e reconfortam.

Receita de chocolate quente Cashmere (com cachaça e Amaretto)

xicaa com chantilly e canela

Chocolate quente, quente mesmo!

Foto: Divulgação

Este chocolate quente é turbinado com cachaça, Amaretto, aperitivo francês e um toque brasileiro de cupuaçu. Mais uma criação de Derivan de Souza.

Ingredientes

50 ml de cachaça envelhecida em carvalho
20 ml de licor Amaretto
15 ml de St. Remy
80 ml de chocolate quente
Cobertura de espuma de cupuaçu*
1 pau de canela
Cacau em pó

Modo de preparo

1. Prepare a seu gosto o leite com chocolate ou cacau, se quiser uma bebida mais amarga. Mantenha-a aquecida.

2. Escalde uma caneca de ágata ou cobre. Em seguida, coloque a cachaça, o Amaretto, o St. Remy e o chocolate quente.

3. Misture bem e finalize com a espuma de cupuaçu (servida com sifão ou com uma colher).

4. Decore com o pau de canela e salpique cacau em pó sobre a espuma.

*Dica: você pode preparar a espuma de cupuaçu de um jeito caseiro ou profissional, usando o sifão de CO2 (como fazem os bartenders).
Método caseiro: bata 500 ml de creme de leite fresco e 2 colheres de açúcar numa batedeira, até alcançar o ponto de chantilly. Acrescente 100 ml de polpa de cupuaçu e misture bem. Se quiser mais facilidade, você pode usar chantilly comprado pronto.
Método profissional: em uma panela, ferva 300 ml de água e dissolva nela 1 lâmina de gelatina incolor (ou 1 colher de sobremesa de gelatina em pó). Agregue 100 ml de polpa de cupuaçu e misture. Deixe esfriar, coloque o líquido dentro de um sifão. Feche com segurança e agite bem. Coloque o gás no sifão e mantenha-o na geladeira até o momento de usar.

Receita de Mulled Wine

bebida cor de vinho em tacas com alca.

Na versão europeia, o vinho quente leva brandy.

Foto: Gaby Dyson / Unsplash

Se quiser dar uma esnobada no linguajar, prepare um vinho quente com sotaque natalino europeu, cheio de especiarias e sem a presença dos pedacinhos de maçã que costumamos colocar no caldeirão das festas juninas. A receita pode variar bastante, mas cravo, canela e anis são cheirinhos que aparecem com frequência no Mulled Wine.

Ingredientes

1 garrafa (750 ml) de vinho tinto
1 laranja-bahia grande
60 ml de brandy ou conhaque (opcional)
1 a 2 colheres (sopa) de mel (ou xarope de maple ou agave)
2 paus de canela
3 anises-estrelados
4 cravos-da-índia

Modo de preparo

1. Corte a laranja ao meio. A primeira metade deve ser cortada em rodelas. Esprema a outra metade e coloque o suco em uma panela.

2. Despeje o vinho na panela, junto com o brandy, o mel, o anis, a canela e o cravo.

3. Ligue o fogo médio e espere que as primeiras bolhinhas subam. Então, abaixe o fogo para o mínimo possível.

4. Cozinhe por cerca de 10 minutos. Apague o fogo e abafe.

5. Sirva em canequinhas transparentes, coado ou com as especiarias.

Dica: Aqui vale a mesma lógica do quentão – invista em vinhos de melhor qualidade. É claro que você não vai usar um Gran Reserva de Rioja, mas dá para fazer algo bem melhor do que o vinho quente de panelão da quermesse. Escolha um vinho jovem (isto é, sem passagem por madeira) e que seja bem redondo e frutado, pois os taninos não vão bem com o calor. Vinhos frescos de Merlot (uva bastante difundida no Brasil), Garnacha (Espanha) ou Primitivo (Itália) costumam combinar com esse preparo.

Receita de Hot Toddy

bebida cor de ambar em xicara transparente

Este toddy não tem chocolate nem leite.

Foto: Getty Images

A mistura de água quente, mel, limão, especiarias e uísque é usada como antídoto para os sintomas dos resfriados nos países do hemisfério norte. Sugerimos a importação dessa moda, esteja você com o nariz escorrendo ou não.

Ingredientes

230 ml de água quente (bem quente!)
45 ml de uísque escocês
1 colher (chá) de mel
15 ml de suco de limão-siciliano (ou taiti, se preferir)
Casquinha de limão, canela em pau, cravo ou anis estrelado para finalizar

Modo de preparo

1. Em uma taça previamente aquecida, coloque a dose de uísque, o mel e o suco de limão. Mexa bem.

2. Despeje a água quente por cima. Mexa.

3. Guarneça com o que você preferir (ou com tudo junto: casca de limão, canela, cravo e anis).

Dica: O scotch whisky é a bebida tradicionalmente indicada para essa receita, por seu caráter "picante", que vai casar bem com as especiarias. Mas dá para variar a mezinha com outras bases alcoólicas. Tente bourbon, rum ou cachaça (de preferência, as que tenham passado por madeira).

Receita de Spiked Pumpkin Latte

xicara com pure de abobora no fundo e espuma de leite

O purê de abóbora dá textura e sabor a essa bebida típica do Halloween.

Foto: Getty Images

O Pumpkin Spice Latte é bastante consumido nos Estados Unidos na época do Halloween, quando tudo por lá vira abóbora. É uma opção sazonal bem comum nas cafeterias. Há quem incremente o leite quente com bourbon e – tchã-rã! – ele se transforma em Spiked Pumpkin Latte.

Ingredientes
200 ml de leite
30 ml de café espresso (ou café coado bem forte)
50 ml de bourbon
2 colheres (sopa) de purê de abóbora
1 pitada de gengibre em pó (ou uma colher de café de gengibre fresco ralado)
1 pitada de canela em pó
1 pitada de noz-moscada

Modo de preparo
1.Cozinhe a abóbora em água sem sal, até que ela possa ser processada como purê.
2. Coloque as duas colheres do purê de abóbora em uma caneca, adicione o gengibre, a canela e a noz-moscada e misture bem.
3. Coloque o café e a dose de bourbon. Misture mais um pouco.
4. Finalize com o leite bem quente, misture e, se quiser, salpique um pouco mais de canela em pó sobre a bebida.

DICA A receita fica bem com outras bebidas envelhecidas em madeira, como rum, cachaça, brandy e uísque escocês.

Receita de Irish Coffee

taca com Irish coffee.

O Irish Coffee leva uísque irlandês, que é mais adocicado.

Foto: Sarah Power / Unsplash

Há muitas versões sobre a origem do Irish Coffee. Uma das mais aceitas é a de que o drinque tenha sido inventado pelo chef Joe Sheridan, em uma base aérea irlandesa nos anos 1940. Na década seguinte, teria sido levado do aeroporto de Shannon, onde Sheridan trabalhava, para o Café Buena Vista, de San Francisco, ganhando fama no resto do mundo.

Ingredientes

120 ml de café quente (espresso ou coado) bem forte
45 ml de uísque irlandês
2 colheres (chá) de açúcar
30 ml de chantilly (ou o quanto baste para finalizar o coquetel)

Modo de preparo

1. Em uma taça transparente escaldada, coloque o café e o açúcar. Mexa bem.

2. Acrescente o uísque e mexa mais um pouco.

3. Finalize o coquetel com o chantilly.

Dica: existe sempre alguém ensinando o jeito considerado correto de fazer as coisas. Pois dizem que não se deve misturar o chantilly ao líquido no Irish Coffee. O correto seria beber o drinque através do creme. Para conseguir tal proeza, treine o biquinho de Marilyn Monroe, que passou pelo aeroporto de Shannon e pediu Irish Coffee, ao lado de Arthur Miller, em 1956.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE