PUBLICIDADE

O isolamento social fez com que milhões ao redor de todo o globo tivessem que se adaptar às videoconferências, ao home office e à tela de seus smartphones como visão exclusiva da sociedade. Não demorou para que, em contrapartida, houvesse também uma exaustão virtual gritante.

A quarentena mostrou que a tecnologia pode, sim, ser muito legal, mas ela jamais será suficiente para saciar todos os instintos de nós, seres sociáveis. Um ambiente ao ar livre, um vento fresco e uma mínima proximidade com a natureza eram e continuam sendo os desejos de muitos para aliviar este período. E foi pensando nisso que, então, a Loewe decidiu lançar uma linha de fragrâncias para casa inspirada na horta da casa de Jonathan Anderson, diretor criativo da etiqueta.

Em vez de aromas frutais e florais, que costumam dominar este mercado, a marca espanhola optou pela simplicidade e refrescância terrena. A responsável por alcançar as essências foi a perfumista interna da Loewe, Nuria Cruelles, que usou vegetais, como beterraba, ervilha e tomate, e ervas, como orégano, coentro e maconha. Os perfumes encontram-se em velas, castiçais de cera, difusores e sprays de ambiente, trazendo a energia rústica para dentro de casa.

Fragr\u00e2ncia de beterraba da nova linha da Loewe, inspirada na horta de Jonathan Anderson. Fragrância de beterraba da nova linha da Loewe, inspirada na horta de Jonathan Anderson.Divulgação Loewe

PUBLICIDADE

As fotografias que estampam as embalagens foram feitas em uma colaboração com o suíço Erwan Frotin. Também destaca-se a cerâmica das velas derivadas de ingredientes naturais, propondo um prazer tátil e evidenciando o já conhecido apreço de Jonathan pelo artesanato. A partir do dia 03 de setembro, os produtos estarão disponíveis para compra.




Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE VIEW, A REVISTA DIGITAL DA ELLE BRASIL