Moda

Brasil terá oito marcas na semana de moda de Milão

Nomes fortes da indústria sustentável brasileira ganham dois dias exclusivos na programação do evento que ocorre em setembro.

Foto Divulgação/Natural Cotton Color
PUBLICIDADE

O Brasi estará representado no calendário da próxima semana de moda de Milão. As coleções das marcas Natural Cotton Collor, Helena Pontes, Catarina Mina, Rico Bracco, Enéas Neto, Libertees e KF Branding, que trabalham exclusivamente com materiais sustentáveis, serão apresentadas em desfiles presenciais entre os dias 24 e 25 de setembro durante o Fashion Vibes, um dos muitos eventos do line-up oficial da semana italiana.

A iniciativa partiu de Rafael Morais, coordenador do Brasil Eco Fashion Week, um evento que acontece há cinco anos no Brasil e dá espaço à moda sustentável, em parceria com Francisca Vieira, fundadora da Natural Cotton Color. "Em 2019, minha marca foi convidada para a semana de Milão, mas, sozinha, eu não me interessava em participar", conta Vieira.

Ambos concordaram. Afinal, mais interessante do que levar um único nome a Milão, seria levar um grupo de marcas. "Queríamos apresentar ao mercado europeu também a gama de materiais que temos aqui, como o algodão orgânico que nasce colorido em alguns estados do Nordeste, a seda e poliamida biodegradável", explica Rafael.

Apesar das primeiras negociações para os desfiles em Milão não terem corrido bem, Francisca e Rafael conheceram a Fashion Vibes, produtora de eventos que realiza apresentações durante a semana de moda de Milão e já havia trabalhado com a KF Branding, da estilista Kel Ferey. Os organizadores estavam dispostos a construir com eles o espaço necessário para os desfiles.

PUBLICIDADE

"Não queríamos só um projeto de moda, mas que o Brasil fosse a Milão com toda sua cultura. O quarto pilar da sustentabilidade é a cultura, e o que mais vemos hoje em dia na moda é ela indo embora, estilista vindo e se apropriando indevidamente dela", diz Francisca. "A sustentabilidade precisa estar primeiro no coração, depois ir para o cérebro e ser transformada em business."

Enquanto sete marcas irão, de fato, às passarelas, uma oitava, a Dona Rufina, participará do evento em um showroom. As apresentações serão transmitidas paralelamente no Brasil, às vésperas da sexta edição do Brasil Eco Fashion Week, que ocorre entre os dias 24 e 30 de setembro em formato híbrido, metade digital, metade presencial, devido às restrições impostas da pandemia.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE