Moda

"Contato" é o tema da primeira edição da ELLE View

Nossa revista digital estreia com capa interativa, editorial de moda com inspiração de outro mundo, participação dos leitores em uma reportagem especial de beleza e muito mais!

Foto Camila Cornelsen e Thales Banzai
PUBLICIDADE

Você tem conseguido manter contato com seus amigos nos últimos meses? E com você mesmo? Ou já está surtando a ponto de querer fazer um contato imediato de quinto grau e fugir no primeiro disco voador que aparecer? Pois é, o "contato" pode ter vários significados e, nessa pandemia, o termo ganhou ainda mais relevância. E é justamente ele o fio condutor da primeira edição da ELLE View, a nossa revista digital mensal, que acaba de estrear.

A ELLE View não é apenas uma versão online, muito menos um PDF de uma publicação impressa. Ela traz um novo jeito de apresentar um conteúdo consistente, com textos aprofundados, vídeos e imagens impactantes, que você pode acessar pelo celular, pelo desktop ou no tablet.


A novidade já começa na capa interativa, a nossa "cápsula do tempo": ela guarda mensagens que artistas de diversas áreas criaram para enviar para o futuro. Para descobrir essas mensagens, basta clicar em qualquer espaço em branco da tela – a cada clique, um novo vídeo se abre. Essas imagens podem ser redimensionadas, arrastadas e apagadas para que cada pessoa crie a sua própria capa. O rapper Criolo escreveu e leu uma carta emocionante para a mãe. Linn da Quebrada conversa consigo mesma. Elza Soares fez diferente e, em vez de enviar um recado para o futuro, volta ao passado e escreve para a neta Vanessa, dias antes dela nascer. A cápsula traz ainda mensagens do ator Johnny Massaro, das cantoras Jup do Bairro e Karol Conka, do DJ KL Jay, vídeos do fotógrafo Gleeson Paulino, dos artistas Caco Neves e Jan M.O., entre muitos outros talentos.

PUBLICIDADE

A ideia da capa interativa veio do premiado designer gráfico William Richardson e do designer e desenvolvedor Rafa Cobiella. Baseado em Londres, Richardson cria identidades para marcas, embalagens, motion graphics e websites com uma linguagem conceitual e intuitiva. Já Cobiella trabalha em Madri com design editorial e direção de arte, tanto para veículos impressos como digitais.


A segunda capa da revista (capaz que a gente iria se contentar com uma capa só, né?) traz uma das imagens do editorial de moda "Já tô com roupa de ir". As fotos e vídeos, realizados pela dupla Camila Cornelsen e Thales Banzai, juntamente com o diretor criativo da ELLE, Luciano Schmitz, simulam abduções de pessoas por extraterrestres – com direito a efeitos especiais que dão a impressão de que os modelos estão sendo sugados pela luz de uma nave espacial.

PUBLICIDADE

O editorial de beleza também tem clima de ficção científica: Jô Portalupi criou makes com ares intergalácticos, que ganharam ainda interferências em 3D de Gabriel Massan. As fotos e vídeos são de Ivan Erick.

Ainda falando em beleza, a reportagem "Olho no olho" traz depoimentos, fotos e vídeos de leitores selecionados no nosso open casting. Clicadas e filmadas à distâncias por Leo Faria, 15 pessoas de diferentes estilos e lugares do Brasil revelam o que pensam quando se veem no espelho. Lembrando que o nosso open casting é permanente: se você quiser participar, basta marcar uma foto sua com a hashtag #olhaelle e publicar no instagram. Estamos sempre atentos para puxar mais leitores para nossas publicações.

Quer mais? Tem muito mais: ELLE View fala do futurismo na moda, dos ETs na cultura brasileira e traz uma reportagem importantíssima sobre o racismo embutido em soluções tecnológicas pensadas apenas para a população branca – às vezes parece até bug, mas é racismo mesmo.

Não assinou a ELLE View ainda? Clique aqui para aproveitar o desconto de lançamento e curtir todo mês uma nova edição com conteúdo surpreendente, aprofundado, interativo e em formato mais sustentável.

Esta reportagem foi atualizada em 26 de agosto de 2020.


Toda segunda-feira, a redação comenta as notícias de moda mais relevantes da semana e entrevista gente de dentro e fora do mercado. Já disponível nas principais plataformas, como Spotify, Google Podcasts e Apple Podcasts.


A gente sabia que seria bom, mas não imaginava que ia ser TÃO BOM. Com escolhidos do Rio Grande do Sul ao Pará, dos 18 aos 75 anos, o open casting que marca a volta da ELLE está apenas maravilhoso.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE