Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Flores numa coleção de primavera não são uma grande novidade, como bem disse Miranda Priestly, em O diabo veste Prada. Porém, em 2006, quando o livro de 2003 foi adaptado para o cinema, não havia a pandemia de Covid-19. Num primeiro momento de lockdowns e quarentena, muita gente se voltou à jardinagem ou cultivo de plantas como passatempo e até como terapia. Pós-vacina, a botânica assumiu outros contornos, um de experiências ao ar livre e celebração – de vida mesmo.

No verão 2022 de Jason Wu, desfilado nesta sexta-feira (10.09), na NYFW, o tema floral assume posição de destaque. Começa pelo cenário, como um jardim, e termina, obviamente, nas roupas. Para esta coleção, o estilista aposta em técnicas orgânicas de tingimento, usando apenas materiais naturais como rosas congeladas, ranúnculo, açafrão-bastardo e campeche. A imperfeição desse processo gera um contraste interessante nas roupas de formas contidas que o designer tanto gosta.


Parte dessa sensação também se deve à escolha de tecidos (quase todos naturais, com destaque para o linho com estampa aquarelada) e algumas técnicas como os plissados armados, os tricô de pontos abertos e os bordados de paetês transparentes, que formam florais borrados.

O styling, com rasteiras e sapatos baixos em sua grande maioria, também apontam para uma estética mais casual, diferente daquela que ele trabalhou durante quase toda sua carreira. Mesmo os looks de festa aparecem com toque despretensioso, como se fossem feitos para serem usados em um encontro de fim de tarde na praia, não no tapete vermelho.

PUBLICIDADE
Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE