Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Moda

Morre estilista Mara Mac Dowell aos 84 anos

Importante personalidade da moda brasileira, ela sofreu uma embolia pulmonar na madrugada desta quinta-feira (14.10), dois anos depois de fechar sua grife.

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Morreu na madrugada desta quinta-feira (14.10) a estilista Mara Mac Dowell, aos 84 anos, vítima de uma embolia pulmonar. Nascida em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, Mara fundou a grife Mara Mac, com presença constante em desfiles em semanas de moda como o Fashion Rio até encerrar suas atividades, em 2019.

Mara formou-se jornalista pela PUC e, após alguns anos de atuação na área, tornou-se compradora da rede de lojas de departamento Mesbla, onde criou sua primeira coleção de roupas, chamada Garota Kar — bordão utilizado pelo também jornalista Ibrahim Sued que significa "chique". Ela deixou a empresa para fundar a boutique Mariazinha, junto com as irmãs Jane Mellin e Edith Vasconcelos, inaugurada em 25 de agosto de 1961, em Ipanema, no Rio de Janeiro.

Nos anos 2000, a marca passou a chamar Mara Mac e abriu filiais em outras cidades do Brasil, como São Paulo, Salvador e Brasília. Suas roupas ficaram conhecidas pelo corte contemporâneo, uso de matérias-primas de alta qualidade e acabamento aprimorado. O ar minimalista das peças as tornaram bastante queridas entre as mulheres da alta-sociedade brasileira. Famosas como Fernanda Abreu, Marília Pêra, Ana Botafogo, Lília Cabral e Ângela Vieira eram clientes assíduas da marca.

PUBLICIDADE

Desfile Mara Mac Fashion Rio 2016 Desfile da Mara Mac em 2016, no Fashion Rio.Getty Images

A grife encerrou suas atividades em 2019. Na época, a Mara Mac tinha 12 lojas abertas no país em peças à venda em mais de 150 lojas multimarcas. Anos antes, a empresa havia sido investigada por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e crime contra a ordem tributária. Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, Mara Mac teria dividido sua empresa em nove firmas com menor faturamento a fim burlar o sistema tributário e pagar menos impostos. No entanto, ao fechar a marca, a empresária não mencionou o escândalo, e disse apenas que tinha planos de se dedicar ao meio acadêmico.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE