PUBLICIDADE

Em pouco menos de um mês, Paris retomará os calendários de desfiles de moda masculina e Alta Costura. Nesta quinta-feira, 24.12, a Fédération de la Haute Couture et de la Mode da França anunciou a programação oficial de ambos eventos — que irão mesclar formatos físicos e digitais, respeitando o distanciamento social imposto pela pandemia de coronavírus.

Entre 19 e 24 de janeiro, LGN Louis-Gabriel Nouchi, Arturo Obegero, Basscoutur e Valette Studio, Kolor, Taakk e Kidill, Wales Bonner apresentarão as coleções de Primavera/ Verão 2021 pelas passarelas de Paris. A abertura ficará a cargo da grife Berluti, e o encerramento será feito pela Celine.

Já a semana de Alta Costura de Paris acontece de 25 a 28 de janeiro. Entre os highlights do evento estarão Alber Elbaz, ex-estilista da Guy Laroche, Saint Laurent e Lanvin, agora à frente da AZ Factory; e a estreia do artista e estilista norte-americano Sterling Ruby, um dos maiores colaboradores de Raf Simons.

Pela primeira vez na história a semana de alta-costura foi realizada durante uma pandemia e precisou se adaptar para o formato digital. Neste Pivô, a gente explica o que faz com que uma produção ganhe o status de alta-costura e dá um review do último evento.

PUBLICIDADE


Sem grandes emoções, desfiles digitais de alta-costura buscam refletir parte das emoções e sentimentos durante a pandemia.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE