PATROCINADO • CONTINUE ABAIXO

O que mantém a sua chama acesa? O mês de julho é marcado por trânsitos fortes, exaustivos mas também revitalizadores, começando com a lunação de Câncer e finalizando com o ingresso do Sol no radiante território leonino. Ao contrário do que acontece na realidade brasileira, no céu astrológico (quase) todos os astros estão em suas respectivas casas! Estamos na metade de um ano marcante. A meta é chegar em 2021 com a chama acesa e renovada. Marte e Saturno estão ambos domiciliados, fortes e forçud os. Proteção, estratégia e atenção se fazem mais do que necessárias. E essa proteção vale especialmente para saúde, demandas coletivas e até segurança digital (vários golpes ardilosos estão rolando, atenção). A vida é também uma guerra. Esse é um momento de muitas disputas, não apenas políticas, culturais e econômicas, como também espirituais.

Muita coisa vem sendo eclipsada neste jogo intenso de luz e sombra que se tornou 2020. No dia 5 de julho, tivemos um último eclipse lunar fechando um ciclo, no eixo Câncer-Capricórnio, ativando a conjunção Júpiter/Plutão. Esse eclipse se relaciona com as tensões de poder, fronteiras e assuntos de apelo popular em favor do povo. Num aspecto mais espiritual, tudo o que for da natureza, do inconsciente, do instinto e da noite se intensificou. A Lua é altamente emocional e guarda todas as memórias do mundo. Essa situação atípica que estamos vivendo nos faz encarar coisas que antes eram facilmente ignoradas ou esquecidas em favor da manutenção do status quo. Mas agora é hora de encarar, reconhecer e lidar com o que vem à tona. Esses aspectos nos pedem para resgatarmos sabedorias ancestrais, subvertendo os poderes saturninos-patriarcais que restringem e tentam controlar a multiplicidade da vida.

O mês de junho finalizou com Mercúrio fritíssimo (e retrógrado) transitando no coração do Sol, Marte iniciando seu longo trânsito pelo território de Áries, e Saturno retornando para Capricórnio. Fazendo um aspecto de tensão (e ação) com Mercúrio em Câncer, Marte em Áries vem chegando com tudo sabendo que vai causar, fazer e acontecer. É como se Mercúrio estivesse se dando conta de certas coisas, talvez até feridas e questões lá do passado que ainda se fazem sentir com força no presente, e intimasse Marte para que algo seja feito a respeito. O que fazemos com o que sabemos? Não é apenas sobre discursos bonitos. Este é um mês que traz uma necessidade de agir com verdade e fazer algo efetivo a respeito de problemas que insistem em se repetir. O retorno de Saturno ao signo de Capricórnio, onde transita até o fim do ano, vem para desatar nós e arrematar uns tantos outros.

Este horóscopo não promete verdades, minúcias ou previsões infalíveis (por favor!). Minhas ferramentas são limitadas. A ideia é propor uma conversa sincera a partir dos tópicos e assuntos astrologicamente pertinentes para o período analisado. São jogos efêmeros inspirados na astrologia. Você pode ler o seu signo solar, lua e ascendente, se quiser. Palavras têm poder. Esteja atenta. Este horoscopinho é também um encantamento para direcionar o foco. Que seja sutil, que seja intenso, que venha julho.

Madama Brona

Bafos astrológicos que merecem destaque:
27/06: Marte entra em Áries, onde transita até janeiro de 2021
01/07: Saturno (retrógrado) volta para Capricórnio, onde transita até 17/12
05/07: Lua cheia e eclipse lunar ativando a conjunção de Júpiter, Saturno e Plutão em Capricórnio
12/07: Mercúrio retoma o movimento direito no signo de Câncer
22/07: Sol ingressa em Leão

Abaixo o astral de julho para cada signo:

Áries

Então, garouta, é o seguinte: essa lunação de Câncer finaliza um processo estruturante na sua vida. Este é um momento para resgatar memórias e lembrar das suas origens. Você não está flutuando na vida, você tem chão e terra onde pisar. Você tem base! Questões familiares e íntimas podem vir à tona para serem melhor compreendidas e ressignificadas. Volte para si mesma. Cuide da sua casinha, concentre sua energia na sua vida íntima. Foda-se o que os outros acham. A vida lá fora anda um tanto hostil e agressiva, é preciso se proteger.

Saturnão em capricórnio voltou com tudo para evidenciar limites deste nosso sistema que já anda falido e arrastado. O mais importante é você reconhecer sua longa caminhada, e entender que certas coisas precisam sim acabar. Com Marte, seu planeta regente, ingressando no seu signo, as coisas tendem a se renovar e reenergizar. É sobre a sua relação consigo, com seu corpo e com sua autoestima. Motivação e autoconfiança são palavras-chave para esta segunda metade do ano.

Cuidar da saúde de forma integral dá trabalho (e deveria ser um direito fundamental garantido a todes!). A vida é também uma luta, mas você tem as ferramentas necessárias para desenrolar as batalhas, e nos próximos seis meses você estará refinando e renovando suas armas. Boraaaa, hora de retomar o controle e invocar a fogosidade mais elevada, indo direto ao ponto, do jeitinho que você gosta. Hora de se enxergar e se sentir!!!

Na segunda metade do mês, o ingresso do Sol em Leão contribui para a vitalidade, alegria e motivação. O Sol estará fortalecido, indicando um bom momento para se aceitar, se entender com mais leveza, compaixão e abertura. É também sobre se permitir celebrar as pequenas vitórias. A vida é também uma festa. Respeite sua história, honre a sua jornada, e não se cobre tanto. Questões externas estão se movimentando e podem afetar o seu caminho (afinal, o eu só existe porque nós existimos). Esteja atenta e seja fiel ao seu coração. No fim, vai valer a pena.

Será que a pandemia diminuiu o encantamento pela vida das influenciadoras tradicionais? Nos últimos meses, abriram-se as alas para especialistas que criam e compartilham conteúdos confiáveis — e que hoje parecem representar melhor o significado da palavra influenciador.

Touro

A retrogradação de Vênus retomou questões importantes para serem resolvidas e para você se sentir mais segura consigo mesma. Agora você está podendo acessar seu valor pessoal com mais clareza e discernimento.

Estabilidade e confiança no valor do próprio trabalho foram temas centrais no mês de junho. O que começou com questões profissionais pode ter se estendido para aspectos mais amplos da vida. Oportunidades para reajustar o seu caminho e as suas escolhas podem ter surgido de forma mais incisiva. Parcerias e relações foram revisadas e renovadas. Alinhar pensamento, discurso e ação se faz agora um imperativo fundamental. Se atente para onde está indo sua força de trabalho e o que tem alimentado sua alma. Foco, meu amor! Agora que você já reconheceu a necessidade de algumas mudanças, é preciso colocar isso em prática, no seu ritmo, passinho por passinho, com muita determinação. A vida segue para frente!

A lunação de Câncer, em julho, movimenta seu eixo do aprendizado e das ideias. Talvez esse seja um momento de muitas revelações, para abrir a mente, tomar consciência das suas próprias limitações e também das limitações do mundo, que envolvem uma coletividade de pessoas e a própria materialidade da vida. Valorize o seu descanso e foque no seu bem estar, isso é muito importante. Os trânsitos do momento são pesados mesmo, e a vida em meio a uma pandemia anda exaustiva. Você estando bem, o resto se desenrola.

O longo trânsito de Marte em Áries pede atenção para atenuar os efeitos da ansiedade. Cuide da sua cabeça, filtre seus pensamentos, faça um detox geral. Este é um mês para se purificar. Na segunda metade de julho, o Sol ingressa em Leão e traz aquela força que você está precisando. É sobre regenerar as raízes, fomentar suas bases e reconhecer a potência da sua própria história. O Sol que brilha e ilumina o céu também brilha dentro de você. É do coração que nasce a vida. Não pense em metas ou objetivos. Antes disso, se atente para os verdadeiros desejos da sua alma. O que você realmente quer? O que te dá tesão pela vida? A temporada de Leão vem para te fazer essas perguntas. Seja sincera!

Dos grandes e já renomados ingredientes usados nos cosméticos às novas promessas da indústria, eis aqui seu novo guia de ativos para uma rotina com a sua cara!

Gêmeos

A retrogradação de Vênus pode ter remexido na sua relação consigo mesma. Questões de autoestima, fogo no cy, tesão, criatividade e prazer deram as caras. Frustrações nas relações também podem ter rolado. Esse trânsito focou nas suas contradições internas e ambiguidades geminianes. Será que agora você sabe o que quer? Às vezes, a gente precisa se confundir para se entender, se perder para se encontrar, e aquela coisa toda que já não é mais novidade para você. Talvez agora você esteja podendo acessar mais conscientemente seu valor pessoal, enxergando seus próprios recursos sob outro ponto de vista. Precisamos trabalhar com o que temos, e a partir disso a coisa vai crescendo.

A lunação do caranguejo remexe em tudo isso, em tudo o que diz respeito a recursos próprios e compartilhados. O que te alimenta e traz segurança para a sua vida material? Como você tem cuidado do seu corpo e da sua casa? Questões de grana, trabalho, parcerias, dívidas, fomentos, investimentos em geral estão sendo eclipsadas, remexidas e renovadas. Bafos estão para surgir. Mas essa é a constante da vida. Um passinho de cada vez, e a natureza das coisas vai se revelando. Este, especialmente, tem sido um ano ardiloso e um tanto sinistro. Pois é, meu anju, o momento não está de brincadeira e os trânsitos astrológicos confirmam essa nebulosidade. Sorte a sua que a inteligência geminiane é boa em se virar e tem perspicácia para lidar com os imprevistos e nuances da vida. Seu Mercúrio é bom em trabalhar com a aparente escassez, e sabe encontrar liberdade dentro dos limites do possível. É preciso ter um boa dose de fé e confiar que você já está trilhando o seu caminho.

Seu planeta regente (ele mesmo, Mercúrio) volta a andar em movimento direto no dia 12 de julho e se comunica com o longo trânsito de Marte em Áries: é preciso agir com estratégia, unindo esforços coletivos em prol de interesses comuns. Agora é hora de acessar o brilhantismo solar (a temporada de Leão está chegando para causar!) e confiar na sua visão! Cuide bem e bote fé nessa sua cabecinha, ela é preciosa!!

Câncer

Que momento para se fazer aniversário, ai meu coração. O processo tá bem intenso e geral tá sentindo. No caso do seu signo, a retrogradação de Vênus pode ter remexido em questões muito íntimas e que antes até passavam despercebidas – ou se mostravam insistentes e repetitivas, mas um tanto diluídas na correria do dia a dia.

O certo é que nem todo mundo vai se dar conta de certas coisas. Mas é fato que estamos num momento muito decisivo e que só vai fazer sentido lá pra frente. Lidar com a incerteza e com a ausência de segurança é o babado mais incisivo da vez. Questões de amor, vícios emocionais e autossabotagens podem ser agora melhor compreendidas — e até resolvidas!

Esses últimos eclipses no eixo Câncer-Capricórnio podem impactar suas percepções nos seus relacionamentos (amorosos, afetivos, profissionais, comunitários, etc). Além disso, Marte vai estar transitando no seu meio do céu pelos próximos meses, indicando que esse talvez seja um período propício para empreender novidades e inventar outros formatos e possibilidades de se estar no mundo.

Marte sempre aponta desafios e traz toda uma energia nervosa, e também muito cansaço, já aviso. Marte é exaustivo. Mas, ao mesmo tempo, ele também traz coragem e indica alta motivação e abertura de novos caminhos por meio do desejo. Marte nos compele a agir com mais iniciativa e agressividade, aumenta o risco de erros, o que faz totalmente parte da vida. Ninguém aprende sem errar. Marte rege as ferramentas e as invenções. Talvez sua criatividade esteja borbulhando, e fazer algo é melhor do que esperar que algo seja feito. Agora é hora de assumir a direção desse trem doido que é a vida. Feito é melhor do que perfeito! Bora agir, mas sem fazer a louca, entenda que você precisa descansar e coloque isso como prioridade.

Saturno, que agora volta para Capricórnio pelos próximos seis meses, está impondo seus limites e trazendo dificuldades. Faz parte, é coletivo, precisamos lidar com isso. Sim, as energias do momento podem nos sobrecarregar! Tem que ter estratégia e se dispor a experimentar, trabalhando os limites. Forçaa, vamo time, mais uma grande volta ao Sol!

Leão

Olá olá doçura foguentinha que ilumina aonde quer que vá, como anda esse nosso inferno astral chamado 2020? Logo mais, o Sol chega no seu lugar preferido, no seu signo! Em Leão, tudo brilha e se torna mais visível, mais consciente e espontâneo. O Sol é a visão e a luz da consciência. Principalmente neste ano, estamos tendo que lidar com uma consciência intensificada da nossa própria vida, da sociedade e das estruturas que nos regem.

Realmente, às vezes a ignorância é uma benção. Certas coisas são difíceis de serem vistas e reconhecidas. Marte em Áries intensifica a necessidade de você ser cada vez mais você mesma, e fazer as coisas do seu próprio jeito, praticando o que você acredita. Esse longo trânsito de Marte, que vai até janeiro de 2021, faz aspectos de fluidez com o seu signo, mas também pode trazer um cansaço extra, uma irritação a mais e toda uma agressividade de quem está vendo muita merda acontecer e já está cansada de se indignar.

A primeira metade do mês pode te pedir mais descanso e boas horas de sono. Tente se cuidar com carinho. Boa hora para investigar eventuais problemas pessoais e buscar resolvê-los de uma vez. Você precisa se lembrar de si mesma. Com o ingresso do Sol no seu signo, a vitalidade tende a aumentar e a disposição para entrar nas brigas certas também! Bom momento para se analisar e se preparar para mudanças necessárias. No entanto, nada disso vai acontecer da noite para o dia. Agora, mais do que nunca, as virtudes da paciência e da temperança precisam ser refinadas, exercidas e aperfeiçoadas. Aprender a lidar com as frustrações com compaixão e autocuidado pode fazer muita diferença. Mas, atenta, uma dose de raiva é sim necessária. Não podemos normalizar e aceitar a ideia de que nada pode ser mudado. Isso é desculpa para fugir da responsa de se envolver nos assuntos desse mundo humano demasiadamente humano. Good vibes só serve se for para fortalecer e nos preparar para ação. Do contrário, o que era para ser bom se torna um fascismo espiritual legitimando opressão em troca de uma boa vida para poucos.

Aproveite que Saturno deu uma folga, saindo de Aquário e voltando para Capricórnio pelos próximos meses, e resolva de uma vez as suas pendências acumuladas. Chega de deixar para amanhã o que você adiou para ontem! Pessoalmente, agora é hora de entender suas prioridades e apreciar sua vida, seu corpo e sua história. Estamos precisando fortalecer a energia vital. Não é apenas sobre metas ou produtividade, é sobre valorizar cada minuto do tempo que temos nessa existência, focando no que realmente importa. Segura esse tchan, querida.

Virgem

Julho é um mês oportuno para fazer limpezas e se purificar de um certo acúmulo de coisas que podem estar sobrecarregando seu corpo e pesando o astral. Se o cansaço estiver pegando, permita-se descansar e entenda que você está passando por um processo muito profundo que exige uma dose extra de perdão, compaixão e carinho. Você não é a única que está passando por isso. Esse é um momento de crise geral, onde tudo o que é ruim na nossa sociedade está sendo exibido de maneira mais evidente.

Estamos em contato mais íntimo com os nossos medos e inseguranças, num momento em que muitas ilusões caem por terra. Saturno voltou para Capricórnio, enfatizando os limites desse sistema já bem desgastado. Marte iniciou seu trânsito no signo de Áries, trazendo um impulso profundo e um desejo por mudanças. É possível que muita coisa bloqueada e ignorada esteja vindo à tona, inclusive de uma forma mais agressiva. Gostamos de idealizar que somos sensatas e racionais, mas a verdade é que nós também temos as nossas monstras. Tomar consciência de certos aspectos não tão refinados da nossa personalidade e acolher inclusive nossa irritabilidade pode se converter em algo construtivo, apesar de ser um tanto exaustivo.

A meta é sobreviver e chegar em 2021 com energia renovada. Não se cobre tanto, não! Fique atenta com as armadilhas da comparação e da idealização e esse tipo de forma-pensamento que atrai coisa ruim. Você não é obrigada a nada, você não precisa impressionar ninguém e tá tudo bem ser "inútil", rude ou pouco produtiva. Não somos máquinas, somos criaturas orgânicas viventes.

O capitalismo é realmente muito saturnino, inimigo da vida, e consegue transformar tudo que é vivo em recurso a ser explorado, inclusive a nossa subjetividade. Precisamos nos limpar disso, e aceitar que também somos animais irracionais. Acolha a sua fragilidade. Menos julgamento e mais aceitação. Reconhecer é o primeiro passo. E se observar, dialogando com os próprios mecanismos que nos prendem em lugares desconfortáveis e doloridos, sem projetar no outro o peso das nossas frustrações.

Antigas feridas podem ressurgir para serem limpas e tratadas nos próximos meses. Com paciência e uma postura mais amorosa, esse pode ser um momento potencialmente muito construtivo e libertador. Para você, para suas relações e para todo um sistema.

Os games ficam fashionistas e a moda encontra uma sobrevida no digital, principalmente em tempos de pouco contato. E, sim, hoje em dia já existe marca fazendo roupa sem costureiro, mas com expert em realidade aumentada e virtual.

Libra

Vem comigo que julho tá invocado: temos Marte em Áries puxando briga, Saturno em Capricórnio enchendo o saco e a lunação de Câncer dando uma motivação positiva e necessária. Obrigada mãezinha! Alguém tem que contribuir pra esse troço andar!
Estamos numa encruzilhada, com muita coisa e nada acontecendo ao mesmo tempo. A noção de tempo, espaço e auto-percepção anda um tanto alterada. Essa coisa de ficar em casa (ou de se ver obrigada a ir pra rua num momento tenso), de não ter muitas certezas, de estar em suspensão, pode nos fazer perder o chão.

Uma solidão pode bater, na medida em que nossa vida social se resume a contatos virtuais diluídos numa temporalidade inconsistente. É preciso aterrar, colocar os pés na terra, se estabilizar. Pra ser sincera, eu não sei dizer como você pode fazer isso exatamente (mas eu sei que você sabe!), e tenho esperança que os trânsitos astrológicos nos deem alguma pista. Então vai ser o seguinte: Marte vai nos dizer onde precisamos tomar cuidado, ter cautela e ao mesmo tempo onde podemos agir e iniciar algo novo. No seu caso, librianisticamente falando, pega nas relações (afetivas, profissionais, amorosas, comunitárias etc), no seu contato com o outro. Então proteja bem sua segurança (inclusive a digital, o que mais tá rolando por aí é golpe ardiloso, fique atenta, tia!) e faça seu ritual de proteção energética.

Marte tem toda uma energia nervosa, tretosa e também magnética. Libra ama a harmonia e tem paciência para chegar aonde quer da maneira mais elegante possível. E Marte é um apressado que força a barra. Isso pode indicar que os próximos seis meses vão exigir que você escolha suas brigas com sabedoria. Saturno em caprica pode indicar desafios na convivência íntima e familiar, promovendo um amadurecimento dessas relações. É preciso gerenciar os espaços para não saturar a paciência. A lunação de Câncer faz você brilhar e fortalece sua criatividade, vontade e disposição, desde que você se permita fluir nos ritmos cíclicos que atravessam o corpo, a mente e o humor de cada dia. Se deixando guiar sem se perder de vista, esse pode ser um mês muito construtivo. Vamo lá, librinha, mostra que você é boa no jogo da vida.

Escorpião

Bota na sua cabeça que este mês vai render! Marte, seu planeta regente, iniciou um longo trânsito no signo de Áries, seu primo de fogo que é um tanto emocionado e intenso. Esse trânsito pode movimentar a sua rotina e aumentar a carga de trabalho. Por um lado, é bom para tomar frente, puxar o bonde, liderar iniciativas e se adiantar. Pode ajudar a resolver algumas pendências e enrolações que estavam sendo procrastinadas. Por outro lado, é preciso ter cautela com a energia nervosa que esse planeta se relaciona. Marte em Áries é também dor de cabeça. Priorize seu descanso, cuide bem da saúde, mantenha-se hidratada e proteja-se, meu amor. Esses trânsitos não estão para brincadeira!

A lunação do caranguejo resgata memórias e tudo o que se relaciona com os seus porquês. Olhando a doideira do mundo lá fora, bate uma solidão. Parece que o bom senso fugiu deste planeta. Questões de convivência íntima e vida offline exigem uma atenção especial. É preciso gerenciar os espaços para não saturar as relações mais próximas.

Às vezes dá vontade de fugir, né? Sumir, ir morar em outro país, e reaparecer dez anos depois com outro nome, outro corte de cabelo, família nova. Enfins, pequenas coisas que essa quarentena me faz imaginar. Em outros momentos, eu diria que a lunação de Câncer seria perfeita para viagens especiais. Porém contudo entretanto todavia, precisamos nos manter em casa e a viagem mais possível é aquela feita pelo Google Street View.

Esse também pode ser um momento para finalizar estudos, estruturar projetos de pesquisa e se dedicar à leitura ou à qualquer atividade intelectual. A lunação de Câncer indica que você precisa alimentar sua alma, renovar a fé, atualizar os porquês. Planos servem para nos ajudar a caminhar, a ter um norte, mesmo que não sejam cumpridos à risca. É importante se dar um desconto e não se cobrar tanto, entendendo que todo mundo está fazendo o melhor que pode (exceto o presidente, mas isso já é outra história).

A partir do dia 22 de julho, o Sol ingressa no signo de Leão, iluminando os seus horizontes, trazendo luz, consciência e motivação pra vida! Cerque-se de tudo o que te inspira a crescer e se desenvolver. E fique atenta para não se intoxicar com a frustração alheia disfarçada de crítica. Esse pode ser um momento muito contemplativo para se questionar e abrir a mente para outras possibilidades de se estar no mundo.

Nesta quarentena, a cultura da alta performance também se manifesta na ilusão de que devemos manter visuais impecáveis mesmo quando sequer há público para isso. Você desencanou total do espelho? Não se culpe por isso.

Sagitário

Bem-vinde a julho, cavalona amada! O negócio é o seguinte: eu vou começar falando das partes mais chatas e terminar falando sobre as coisas boas, pode ser? Preciso fazer jus ao otimismo sagitariane que, vamos combinar, tá um tanto em falta. É que Júpiter, seu planeta regente, anda meio caidinho este ano. Ele tá andando por lugares mais densos, na companhia de Plutão e Saturno, e tá se comportando de um jeito um tanto atípico. Vamos dizer que 2020 não é aquele auge. Mas só porque Júpiter tá mais introspectivo, vivendo os processos íntimos dele, não significa que ele está perdido. Esse processo que estamos vivendo está atrelado a toda uma engrenagem que inevitavelmente nos trouxe até aqui.

De tempos em tempos, Júpiter passa pelo território de Capricórnio. E a cada duzentos anos, mais ou menos, Júpiter se encontra bem de pertinho com Saturno, indicando uma mudança de paradigma que marca um grande ciclo. O mês de julho começou com o retorno de Saturno a Capricórnio. Digamos que Saturno voltou para fazer um ajuste de contas e trazer Júpiter pra mais pertinho até que, no fim do ano, ambos Júpiter e Saturno ingressarão de vez em Aquário, inaugurando um novo ciclo coletivo. E a gente já tá sentindo o impacto. Toda essa coisa Black Mirror tem cheiro, gosto e aparência de Aquário.

As coisas já estão se movimentando. Mas como Júpiter está colado com Saturno, sua liberdade e sua natural expansividade ficam restringidas e se voltam para dentro. E assim vai ser por mais um tempo, então precisamos lidar com isso, encontrando nossa liberdade interna e trabalhando com esses limites. O foco é entrar em 2021 transformadas e fluir na medida em que Júpiter vai se afastando de Saturno. Essa é a parte mais difícil: lidar com esse retorno de Saturno, com essa falta de liberdade. Pois é, micróbio do caralho. Mas seguimos: Marte entra em Áries fazendo um aspecto de fluidez com o seu signo, indicando que os próximos seis meses prometem motivação, paixão e movimentações que liberem energia criativa e sexual. Tesão acumulado, né meu anju? Como tudo na astrologia (e na vida!), isso também é ambíguo. Esse Marte pode indicar dor de cabeça, frustrações e uma certa irritabilidade. Mas ao mesmo tempo ele é também coragem, ousadia e desejo. Esse Marte em Áries se comunica com a lunação e com Mercúrio em Câncer: fome de vida que se aprofunda em si mesma, buscando se regenerar.

A primeira metade do mês está boa para focar em limpezas e purificações. Com o ingresso do Sol em Leão, tudo tende a se renovar, e a consciência se ilumina a partir de novos pontos de vista. Estamos trocando de pele, estamos em transformação. FÉ. Enquanto isso, vamos fortalecendo nossas defesas, aprimorando nossa sabedoria e nos movimentando com cautela, parcimônia e muuuita paciência. É preciso ter em conta que as ações do momento terão consequências no futuro. Ainda há tempo de reajustar a rota e fazer as pazes com a realidade, sem perder de vista a busca por liberdade e transformação. Cada dia mais maduras, sem jamais perder a gostosura.

A saúde mental virou a bola da vez na internet (ainda há alguém sereno e equilibrado a essa altura do campeonato?). Mas como identificar fontes seguras entre tantas informações desencontradas? Nossa editora Vivian Whiteman mostra o caminho.

Capricórnio

Então o mês começou com um eclipse da Lua cheia em Capricórnio bem na sua cara. Sensações no corpo, coisas que vêm do nada, sentimentos do mundo que invadem. O que é seu, o que é do outro? Se por um lado as emoções estão à flor da pele, por outro lado a realidade pode ficar um tanto mais dolorida. Sentimento de secura, falta, ausência, solidão, melancolia, tudo isso pode vir à tona para ser acolhido.

A temporada de Câncer nos diz que precisamos nos hidratar e umidificar nossas relações e nosso contato com o mundo lá fora. É com a água que se prospera e flui a vida. Capricórnio enxerga Câncer tal qual um espelho. Para reunir força, é preciso reconhecer a fragilidade. A Lua cheia em Capricórnio eclipsada do dia 5 de julho encerrou o ciclo de eclipses no seu signo. Seu planeta regente, Saturno, retornou para Capricórnio para ajustar contas e arrematar pontas soltas de um processo que se iniciou lá em 2017.

É sobre a sua relação consigo mesme, sua autoconfiança e sua capacidade de se comprometer com o que você deseja e sente que precisa construir. É sobre definir limites nas relações e reconhecer que ninguém pode ou precisa ter tudo. É nesses limites que podemos encontrar nosso espaço de liberdade, fazendo as pazes com o equilíbrio da vida.

Nesses tempos, o cansaço anda batento com mais força. É preciso descansar e se permitir relaxar. Encare este mês como uma oportunidade de encarar certas verdades, mesmo que doloridas. No fim do mês, faça uma limpeza no astral da sua casa, um detox no corpo, purifique as energias. Este é um momento de fechamento de ciclo, hora de se comprometer com certas decisões que precisam ser feitas.

Marte iniciou seu longo trânsito no signo de Áries, acendendo uma chama profunda, alimentando impulsos e desejos por mudança. Essa é um configuração que fala de coragem, ousadia e poder de ação e realização. Ela pode indicar também uma certa agressividade ou irritabilidade, mas um pouquinho de energia fogosa não faz mal a ninguém.

Fique atenta para não projetar no outro frustrações que só dizem respeito a você. Assuma a sua parte. Entenda o que é do outro, o que é do coletivo, e o que é só seu. Assuma seus B.O.s!!! Mas não viaje achando que você é A responsável por tudo o que existe no mundo. Saturno pede humildade e reconhecimento do próprio tamanho. Questões de convivência familiar e intimidade se fazem agora mais evidentes. É preciso gerenciar os espaços para não saturar as relações. Agora é hora de amadurecer e canalizar com sabedoria todos os vulcões que estão rompendo.

Aquário

Julho começou com Marte ingressando em Áries, ativando mil ideias, vontade de fazer tudo que é curso, ler tudo que é coisa, se inteirar dos babados e atualizar os conhecimentos. Aquela famosa vontade de ferver o cy e sair pra passear também anda dando as caras. Saudades das amigues, saudades de ir e vir com tranquilidade. Acontece que existe perigo na esquina, amor. A vida anda hostil lá fora. Se puder, fique em casa. Se proteja.

Esse Marte fica em Áries até janeiro de 2021, implorando por movimento e ação. Isso amplia a curiosidade, a vontade de trocar, falar, fazer e acontecer. Mas nós, meros mortais, não podemos simplesmente fazer tudo o que queremos. Nem os deuses do Olimpo podem fazer tudo o que querem. Limites precisam ser respeitados. A liberdade só existe quando há responsabilidade. Fora disso, é inconsequência, imaturidade e puro individualismo. Eu sei, tem gente metendo o loko e a vontade de chamar para o soco só aumenta. Esse Marte nervosor vai precisar lidar com certos limites e trabalhar com o que tem. Pelo menos, Saturno deu uma folga do seu signo até o fim do ano.

Os próximos meses favorecem que você fortaleça suas defesas e resolva de uma vez por todas as pendências que possam estar se acumulando. Não deixe para amanhã o que você já adiou para ontem. Faça o que precisa ser feito o quanto antes! Agora é um bom momento para se livrar do que vem pesando e se arrastando. Se resolva! Tente chegar no fim do ano sabendo que você fez o seu melhor. Claro, tudo dentro do possível, né meu anju. Se cobrar e se martirizar também não vai ajudar em nada. A maioria das coisas estão fora do nosso controle, essa é a dura verdade. Precisamos acolher essa nossa vulnerabilidade. Se tratar com carinho é sinal de respeito por si mesma, pelos seus ancestrais e por toda sua história. Lembra disso!

Cuide da sua saúde mental, ela é preciosa. Converse com as vozes críticas e um tanto cruéis que existem aí dentro, e analise elas. Não acredite em tudo o que se passa na sua mente. Muita coisa sequer é sua. Certas coisas vêm, mas logo vão embora. Faça seus banimentos, proteja seus limites e resolva suas pendências. Vai valer a pena.

Saturno se expressa nas consequências dos nossos atos, nada mais, nada menos. Analise o que tem se estruturado e se transformado na sua vida desde 2017. Isso pode te dar pistas sobre o que está sendo concluído e amadurecido agora, até o fim deste ano. A partir do dia 22 de julho, o Sol ingressa em Leão, seu signo oposto. Isso indica um momento de encarar certas questões e trazer para a luz da consciência tudo o que se refere a relações, parcerias, amor e responsabilidade afetiva e comunitária. Como Marte anda em Áries, tenha uma atenção especial com a agressividade nas palavras. Cuidado para externalizar coisas que nem você mesme acredita.

Neste mês, sua força interior pode ser nutrida por meio de atividades intelectuais e de boas conversas. Quando estiver na dúvida, ou sofrendo de angústia, tente escrever e elaborar em palavras o que você sente. Isso pode ser poderoso e muito terapêutico. O papel, ao contrário dos ouvidos alheios, aceita tudo de bom grado, é gentil e generoso, e um ótimo ouvinte. O cenário astrológico deste mês pode trazer um calor a mais para a intimidade, intensificando as relações. Tente gerenciar essa energia toda.

Peixes

Vamos lá, meu anju: julho chegou chegando, Mercúrio retrógrado embolado, Sol em Câncer, eclipse, tudo junto misturado nesse feeling bizarro que 2020 tem nos proporcionado. Primeiramente, precisamos falar sobre amor. Parece que as coisas estão sendo revisadas neste aspecto da vida. É o amor, no mais amplo sentido, que faz a vida valer a pena. Quando falo de amor, posso estar falando de relações, mas também de autoestima, valorização da própria vida, desejos genuínos da alma e tudo o que for expressão sincera que vem do coração. Nada de ser calculado para agradar ou se encaixar. Não é sobre metas ou objetivos. É sobre desejos. Somos seres irracionais, nem tudo pode ser explicado e controlado. Muita coisa é apenas o coração que manda. E isso nos coloca num lugar de vulnerabilidade, no qual nosso maior norte é a sensibilidade, sem muitas certezas ou garantias.

Não existe fórmula pronta para viver nossos processos. Na verdade, ir atrás de fórmulas prontas pode nos afastar da nossa real plenitude e chance de transformação. Tem que ter coragem pra fazer a louca e se permitir vivenciar a própria singularidade. É preciso se aceitar, se permitir experimentar, ir e vir, oscilar, acolhendo as naturais inseguranças desse processo.

Infelizmente, vivemos numa sociedade tão injusta e tão viciada em suas próprias opressões, que seguir o coração e escutar a alma é privilégio de poucos. E é justamente por isso que a gente politiza tudo, que é pra lembrar que o que é bom merece ser compartilhado, redistribuído, reformulado e também resgatado. É possível viver e se relacionar de outros jeitos, mas para saber disso precisamos ter tempo, recursos, apoio e disposição para encarar um profundo processo de autoconhecimento.

A libertação só acontece em comunidade, apesar de ser um processo profundamente solitário. Quanto mais gente se dedicando a viver com verdade, mais rápido e intensamente as coisas vão se transformando. E o momento atual nos oportuniza enxergar muita coisa que antes passava despercebida. Estamos vivemos num momento de revolução, inclusive espiritual. Isso está acontecendo, mas não é algo que possa ser controlado ou direcionado com precisão. Dentro dos limites do agora, podemos fazer o que temos à mão, o que está disponível.

A retrogradação de Vênus está se desenrolando num processo que vem desde abril e se prolonga durante este mês de julho. Esse movimento proporciona a tomada de consciência a respeito dos nossos próprios recursos internos. Se você se atentar, pode perceber que muito do que você precisa, você já tem. Está nas suas raízes, na sua ancestralidade, e na sua história. Você não surgiu do nada, você tem base e chão para pisar. Mesmo que você não queira repetir os mesmos padrões da sua família (e talvez esse seja o caso da maioria das pessoas), você já aprendeu o que não fazer, onde olhar, o que desviar, o que transformar e onde se aperfeiçoar.

Existe muita sabedoria nas suas vidas passadas, no sentido de herança cultural, emocional e física. Muita gente percorreu um longo caminho e deu o seu melhor para você estar aqui. É preciso honrar essa jornada sem idealizá-la. Erros e traumas fazem parte. Mas eles também ensinam. Agora que Vênus anda em movimento direto, as coisas tendem a fluir mais. Agora que você já entrou em contato com antigas dores e com as suas próprias monstras, é hora de se respeitar e botar fé em si mesma. Não existe nada de errado com você. Se tratar com carinho numa sociedade que é movida a ódio e violência é mesmo difícil. É preciso disputar espaços dentro de si. E isso pode ser cansativo, porém a energia tende a se regenerar quando você se trata com carinho e tem coragem para agir. Saber que você está fazendo algo a respeito já fortalece muito!

Madama @Br000na é a drag astrológica de Brona Paludo, mística profissional, fazedora de horoscopinhos, feitiços meméticos, leituras intuitivas e oraculares.

Obrigada por chegar até aqui e consumir o nosso conteúdo. Queremos que você saiba que ter você como leitor é muito importante para nós e incentivamos que você considere fazer uma assinatura da ELLE View, a nossa revista digital mensal. Ela é aquela leitura essencial de todos os meses para quem ama moda, beleza, cultura e comportamento, e custa apenas R$9,99 nos seis primeiros meses. Consumir e apoiar jornalismo de qualidade é essencial, e se você pode dispor do valor da assinatura para manter a ELLE por aqui no futuro, saiba que essa contribuição será fundamental. Clique aqui para assinar com desconto!

Nesta quarentena, a cultura da alta performance também se manifesta na ilusão de que devemos manter visuais impecáveis mesmo quando sequer há público para isso. Você desencanou total do espelho? Não se culpe por isso.



Expoente da geração millennial, a autora de Falso Espelho critica o excesso de opiniões e diz que uma manifestação online só é relevante quando leva a alguma ação: "A internet encoraja as pessoas a acreditarem que o discurso já é o desfecho".

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE VIEW, A REVISTA DIGITAL DA ELLE BRASIL