Cultura

Globo de Ouro na corda bamba

Crise em torno da premiação cresce depois que NBC, Netflix e Amazon se retiraram do evento, enquanto Tom Cruise devolveu três prêmios que recebeu.

Foto: Getty Images
PUBLICIDADE

A NBC, emissora americana que transmite o Globo de Ouro, anunciou no domingo que não vai mais exibir a cerimônia e que suspendeu um importante contrato que tem com a organização. Para completar, Netflix e Amazon também anunciaram que não vão mais submeter seus filmes à premiação, conhecida como a prévia do Oscar.

Há um histórico de acusações sobre a imparcialidade dos votantes da HFPA, ou Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, que concede o prêmio. Neste ano, pouco antes do Globo de Ouro, em 28 de fevereiro, o jornal Los Angeles Times publicou uma matéria apontando a ausência de pessoas negras entre seus membros – o que se refletiria entre os vencedores da premiação – e mostrando indícios de corrupção. A HFPA negou as acusações e anunciou que procuraria selecionar 20 novos integrantes.

O boicote foi além dos veículos de mídia: segundo a CNN, Tom Cruise devolveu três prêmios que recebeu da premiação. Scarlett Johansson e Mark Rufallo também criticaram publicamente o Globo de Ouro.

Até fevereiro de 2022, muita água vai rolar, mas, por enquanto, o Globo de Ouro está sem espaço para ser transmitido pela TV.





Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE