Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Foto: Divulgação/Marco Lafer
PUBLICIDADE

Compositor, cantor, multi-instrumentista e arranjador, Tim Bernardes transita entre o indie e a MPB. Vocalista do trio O Terno, ele também lançou o álbum solo Recomeçar (2017). Participou de Shore (2020), disco da banda estadunidense de folk Fleet Foxes, de Nenhuma dor (2021), álbum que marca os 75 anos de Gal Costa, e está no próximo trabalho de Maria Bethânia, o inédito Noturno. Filho do músico Maurício Pereira (Os Mulheres Negras), Tim foi fotografado para o Volume 3 da ELLE, ao lado do irmão, o também músico Chico Bernardes. Aqui, ele conta quais são seus discos, filmes, séries preferidos:

Alguém que te fez querer cantar:
Steve Winwood no (grupo inglês) Spencer Davis Group.

Um disco que gostaria de ter gravado:
The very special world of Lee Hazlewood (1966).

Uma música que gostaria de ter escrito:
"Across the universe", de John Lennon.

Que cantor (a) ou banda nunca falta em uma playlist sua?
Erasmo Carlos.

Foto: Reprodução

Três discos que você levaria para uma ilha deserta:
A tábua de esmeralda, Jorge Ben; Pet sounds, Beach boys; O clube da esquina 1972.

Um show inesquecível que você assistiu:
Fleet Foxes lançando Crack-up (2017) em Nova York.

Um show que você ainda quer assistir:
Dirty Projectors.

Um filme você que adora ver a reprise:
A grande beleza (filme de 2013, de Paolo Sorrentino).

PUBLICIDADE


Cena de "A grande beleza"Foto: Reprodução


Uma série que você maratonaria de novo:
Midnight gospel (série animada, disponível no Brasil na Netflix).

Um ator, uma atriz ou diretor preferido:
Alejandro Jodorowsky (ator, escritor, roteirista e diretor chileno).

Quem você adora seguir no Instagram?
Saquinho de lixo.

Uma exposição que te marcou:
Inhotim como um todo.



Um livro de cabeceira:
Guardador de rebanhos, de Alberto Caeiro (heterônimo de Fernando Pessoa) e Memórias, sonhos e reflexões, de C.G. Jung.

Uma peça que gostaria de rever:
Mephistópheles, de Antônio Abujamra (2003).

Uma descoberta recente nas artes:
Zé Ibarra (cantor, ex-vocalista da banda Dônica).





Um show de Tina Turner, no Maracanãzinho, e a peça Os Saltimbancos, da qual ela participou ainda criança, estão na lista de preferidos da cantora.


Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.