• ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Foram longos 15 meses para os fãs, mas Bridgerton finalmente está de volta – sem o Duque de Hastings (Regé-Jean Page), que deu o que falar na primeira temporada. A nova leva de episódios da série que já foi a mais assistida da Netflix, só superada por Round 6, estreia na sexta-feira (25.03) repleta de bailes luxuosos, vestidos elaborados, amores complicados e muita fofoca. Mas cadê o Duque? Continua lá no interior com Daphne (Phoeby Dynevor) e (cuidado, spoiler!) o bebê. Mas, enquanto ela aparece de vez em quando para dar um “oi” para a família, o Duque só é mencionado.

Segundo os produtores, tudo isso já estava planejado desde o início, já que cada um dos nove livros escritos por Julia Quinn, na qual a produção se baseia, é dedicado a um membro da família Bridgerton. Saiba o que a segunda temporada da série produzida por Shonda Rhimes reserva:

Bridgerton | Temporada 2 | Trailer oficial | Netflix www.youtube.com


Sai o Duque, entra o Visconde

Depois de casar a irmã Daphne com o Duque de Hastings, é a vez de Anthony (Jonathan Bailey), o Visconde Bridgerton, encontrar seu par. Ele será o galã da temporada, com direito a sair do lago de camisa molhada e tudo, à la Sr. Darcy de Colin Firth na série Orgulho e preconceito – não é segredo que Bridgerton bebe na fonte/homenageia as obras de Jane Austen e das irmãs Brontë. Quem viu a primeira temporada sabe que ele não foi muito competente para encontrar um par perfeito para Daphne. Racional, Anthony elabora uma lista de atributos necessários para sua futura noiva: bonita, boa dançarina, poliglota, fã de literatura. Mas sem essa de se apaixonar. Será que ele vai encontrar a moça que seu cérebro deseja?

PUBLICIDADE

Diamante bruto
Enquanto isso, chegou a hora da irmã mais nova de Anthony, Eloise (Claudia Jessie), debutar. Claro que a mais desencanada e feminista da família Bridgerton não está nem um pouco confortável com a situação. Como será que ela vai se sair na frente da sociedade? Terá ela chance de ser o “diamante”, a escolhida, da rainha?

As Sharmas e o ViscondeFoto: Divulgação/Netflix


Sharmas

Lady Danbury (Adjoa Andoh) tem uma nova protegida, que ela espera ser a escolhida como “diamante” da rainha Charlotte (Golda Rosheuvel). Edwina Sharma (Charithra Chandran) chega da Índia com sua mãe, Mary (Shelley Conn), deixada de lado pela nobreza britânica anos atrás. Sua irmã mais velha, Kate (Simone Ashley, de Sex education) vai colocar seus próprios interesses de lado para protegê-la – às vezes de uma maneira agressiva e dominadora.

PUBLICIDADE

Obstáculos do amor
O que seria de Bridgerton sem uma relação complicada? Na primeira temporada, Daphne combinou com o Duque de fingir estarem apaixonados para que ela atraísse pretendentes, e ele afastasse moçoilas e suas mães que o viam como grande partido. No fim, claro, acabaram apaixonados. Nesta segunda temporada, Anthony vai ficar dividido entre a razão e a emoção. Ele, que assumiu a família muito garoto, procura um casamento por conveniência. Daí suas exigências em relação à sua noiva. Edwina parece perfeita para ocupar a posição. O obstáculo vai ser a irmã dela, Kate, que não quer um casamento sem amor para a caçula. O problema é que, antes de uma apresentação formal, Kate tinha conhecido Anthony no parque, um encontro que provocou faíscas. A relação dos dois, que mistura tensão sexual, dever e competição, vai ser o motor da temporada. O criador da série, Chris Van Dusen, nega ser um triângulo amoroso. Mas que tem toda cara daquele vai-não vai com gosto de amor proibido, isso tem.

Penelope FeatheringtonFoto: Divulgação/Netflix


Gossip Girl

Nós, espectadores, já sabemos que a fofoqueira Lady Whistledown (voz de Julie Andrews), que conta todos os podres da corte, é, na verdade, a querida Penelope Featherington (Nicola Coughlan). Na segunda temporada, ela vai ter cada vez mais dificuldade de manter seu segredo, especialmente de sua BFF Eloise Bridgerton. A verdade é que Penelope segue invisível para a maioria das pessoas e como a fofoqueira perfeita. Ela continua apaixonada por Colin (Luke Newton), mas ele só enxerga nela uma amiga. Enquanto isso, a família Featherington enfrenta incertezas e recebe o novo administrador das finanças – porque, na época, as mulheres não podiam cuidar de suas próprias fortunas.

PUBLICIDADE

As músicas
Como Sofia Coppola já fez lá atrás, em Maria Antonieta, Bridgerton adora usar canções pop, principalmente em seus muitos bailes, só que com arranjos clássicos, como se fossem músicas do início do século 19, assinados por Vitamin String Quartet, Duomo, Kris Bowers, entre outros. Algumas são feitas especialmente para a série. Outras, não. Nesta segunda temporada, teremos "Stay away", do Nirvana, "Material girl", de Madonna, "Diamonds", de Rihanna, "You oughta know", de Alanis Morissette, e "Sign of the times", de Harry Styles, entre outras. Há até uma faixa de Bollywood, "Kabhi khushi kabhie gham". Se, na primeira temporada, os produtores tiveram de correr um pouco atrás para convencer alguns artistas, na segunda, as ofertas não paravam de chegar. Só a cover de Harry Styles demorou um pouquinho mais para conseguir a liberação dos direitos. Para a terceira temporada, Chris Van Dusen já disse que adoraria usar alguma música de Olivia Rodrigo.


Foto: Netflix/Divulgação

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE

A ELLE Brasil utiliza cookies próprios e de terceiros com fins analíticos e para personalizar o conteúdo do site e anúncios. Ao continuar a navegação no nosso site você aceita a coleta de cookies, nos termos da nossa Política de Privacidade.

Assine nossa newsletter

Doses Semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas as novidades e lançamentos da ELLE no seu inbox.
Increva-se gratuitamente.