PUBLICIDADE

Brindar por Zoom ou Whatsapp não é exatamente a maneira mais gostosa de confraternizar, mas o espírito do "é o que temos para hoje" tem levado quem respeita o isolamento social a adotar essa medida. E é possível ir além da latinha de cerveja ou da taça de vinho no brinde da quarentena. Para os fãs da coquetelaria, vários bares oferecem soluções para levar, com frescor, suas receitas à porta dos clientes.

"A figura do bartender é insubstituível, mas nossa proposta de convidar o cliente a fazer seu próprio coquetel tem feito sucesso em festas ou happy hours corporativos à distância", diz Herbie Ramos, sócio da equipe Help!Bar, que lançou kits completos para preparo de coquetéis em casa.


Muitos dos bons endereços de São Paulo estão com cartas especiais de drinques para entrega e acredita-se que a tendência deva se prolongar mesmo quando o acesso aos bares for permitido. "Tenho conversado com clientes que garantem não ter coragem de voltar aos bares tão cedo. Muita gente deve continuar se resguardando e pedindo coquetéis em casa", diz a bartender Carina Salazar, do projeto Adote um Bartender. Entre as opções por delivery, há drinques engarrafados, preparados com as medidas exatas por mestres do balcão, e também caixas com todos os ingredientes necessários para o preparo, acompanhados das devidas instruções. Algumas incluem até aqueles gelos perfeitos e bonitões, que derretem mais lentamente.

PUBLICIDADE

"O coquetel engarrafado não substitui a experiência do bar, que tem muito a ver com o contato social", diz Maurício Porto, sócio do Caledonia Whisky & Co. "Mas o delivery descomplica o acesso. A possibilidade de pedir algo que tenha sido produzido na hora é bem empolgante. Algo que não foi feito a rodo, mas em pequenos lotes, desenvolvido como se fosse um coquetel na bancada do bar. Isso vai permitir que muita gente se aventure e descubra o prazer da coquetelaria", acredita ele. Confira a seguir algumas opções para brindar em casa – e ver o copo meio cheio em tempos de isolamento social.

Kits na dose certa

Caixa de papelao com limao-sicliano e bebidas O kit para o preparo do drinque Banzeiro, de Laércio Zulu, inclui até a espuma de gengibre para a finalização. Foto Divulgação

A empresa Help!Bar há 18 anos anima etilicamente casamentos, festas e eventos em várias cidades brasileiras. A ideia de lançar os kits Drinks On The Rocks Club para o preparo de coquetéis já vinha sendo gerada pelos sócios e nasceu a fórceps com a pandemia. São mais de 30 receitas divididas nas categorias Help!Bar (os drinques mais pedidos nas festas, como Negroni e o Penicillin, que está na foto que abre esta reportagem), CocktailLovers (clássicos da coquetelaria como Fitzgerald e Old Fashioned) e Bartenders All Stars (receitas autorais dos mais variados perfis de sabor, elaboradas por profissionais convidados). Stephanie Marinkovic, Laércio Zulu, Marcelo Serrano, Sylas Rocha e Marquinhos Félix são alguns dos bartenders que assinam as criações especiais, que serão renovadas de tempos em tempos. As caixas vêm com os destilados e todos os insumos necessários, cuidadosamente embalados, para o preparo dos coquetéis: frutas, xaropes, bitters, temperos, guarnições e até as espumas usadas no New York Sour e no Moscow Mule (a regulamentar canequinha de cobre pode ser adquirida à parte no site). Os kits incluem ainda uma folha com o passo-a-passo das técnicas de preparo e um copo dosador para ninguém errar as medidas. Os preços variam de R$ 109 a R$ 219, dependendo da receita, para caixas que servem quatro coquetéis. É possível aumentar o pedido para 8 ou 12 doses.

PUBLICIDADE

Drinks On The Rocks: pedidos pela loja virtual para entregas em São Paulo e no ABC, em até 90 minutos. Para entregas no Brasil, consulte a disponibilidade pelo Whatsapp (11) 98361-1490.

Garrafinhas para um

Drinque em taca vintage O coquetel Alma, de Adriana Pino, leva Lillet Blanc, vermute branco seco, licor de pêssego e vinagre de maçã.Foto Divulgação

Tão logo a quarentena provocou o fechamento de bares e restaurantes, um grupo de amigos lançou o projeto Sip Lovers, angariando garrafinhas de 100 ml e distribuindo-as para os bares que começaram a trabalhar com delivery. A ideia evoluiu para uma loja própria, com drinques clássicos e autorais assinados pela própria equipe Sip Lovers e por bartenders como Adriana Pino, Marcelo Serrano e Jean Ponce. Uma das novidades é o Coconut Negroni (R$ 30), com gim, blend de vermutes, Campari e fat wash de óleo de coco. Adriana Pino colabora com o sutil Alma (R$ 30), com Lillet Blanc, vermute branco seco, licor de pêssego e vinagre de maçã. Marcelo Serrano criou o Magic Sip (R$ 30), com bourbon, vodca, shrub de pera, xarope de cookies, Campari e suco de cranberry. Na página dos Sip Lovers também é possível conferir o que os bares e restaurantes apoiados pelo projeto estão oferecendo, entre eles Venuto, Me Gusta, Regô, Ipo, Banqueta, Bar do Naga, Fôrno, Café Hotel e Imakay.

Sip Lovers: Pedidos pela loja virtual. Entregas em São Paulo.

Garrafas para quatro

homem de barba despeja bebida vermelha no copo Alê D'Agostino serve uma dose do coquetel Pink Me UP, lançado em parceria com Fabio La Pietra, do SubAstor.Foto Divulgação

O Apothek Cocktails & Co., do bartender Alê D'Agostino, é um dos pioneiros na onda de coquetéis engarrafados – ele já nasceu com esse propósito. O apertado showroom da marca, no entanto, tornou-se um dos bares mais celebrados por quem gosta de boa coquetelaria em São Paulo. Com a quarentena, os engarrafados voltaram a ser a atividade primordial da casa, que tem lançado uma nova receita a cada quinzena, em colaboração com outros sacudidos bares paulistanos. Em parceria com Chula Barmaid, do Bar dos Arcos, Alê lançou kits com bases para tônicas com gim e vodca (R$ 123 cada), que vêm acompanhados de gelo especial da Ice4pros e garrafinhas da água tônica London Essence. Com Fabio La Pietra, do SubAstor, foi elaborado o frutado e intensamente rosé Pink Me Up! (R$ 98), com tequila, rum, açaí, abacaxi, limão-taiti e aperitivo italiano. O 212 (R$ 90) foi criado em conjunto com Diogo Sevílio, do Cozinha 212, e tem uísque escocês, vodca, vinho de Jerez Manzanilla e vinagre de jabuticaba descansado em barris de carvalho. O lançamento mais recente é o Umami Disco (R$ 81), feito em dupla com Gunter Sarfert, do Caracol Bar. Tem bourbon, saquê, Fernet e especiarias. Todas as garrafas têm 375 ml e servem quatro drinques.

Apothek Cocktails & Co.: pedidos pela loja virtual, com entregas na cidade de São Paulo em até três dias e envios por PAC e Sedex para o Brasil (produtos com gelo disponíveis apenas para São Paulo).

Garrafas tamanho família

taca de dry martini com garrafa ao fundo Garrafão de 750 ml de Dry Martini. Em São Paulo, também dá para encomendar o gelo bonitão.Foto André Clemente/Divulgação

A Bitter & Co. oferece três receitas tradicionais em garrafas de 750 ml, que servem oito coquetéis e podem ser guardadas na geladeira depois de abertas, conservando suas características por um bom tempo. A marca chegou ao mercado com seu Negroni engarrafado e, em seguida, lançou as receitas de Dry Martini e Rabo de Galo, clássico dos botecos brasileiros, com cachaça, aperitivo de alcachofra e vermute. Com a chegada da quarentena, foi criada uma loja virtual, em parceria com a Jungle Gin e a fábrica de gelo Ice4Pros. É possível encomendar kits de coquetéis prontos ou para o preparo de Gim Tônica e outros clássicos, com preços que variam de R$ 69 (garrafa de 375 ml) a R$ 129.

Bitter & Co.: pedidos pela loja virtual da marca. Os kits com gelo profissional são entregues apenas na cidade de São Paulo. As garrafas podem ser despachadas para todo o Brasil.

Robustos e potentes

garrafinha sobre t\u00e1bua de madeira Rat Pack Manhattan: aqui é álcool sobre álcool.Foto Divulgação

O Caledonia Whisky & Co. abriu com a intenção de ser o templo do uísque em São Paulo, e de fato conseguiu isso. Ali é possível encontrar todos os rótulos disponíveis no nosso mercado, de países como Escócia, Irlanda, Estados Unidos, Japão, Brasil. Os coquetéis engarrafados têm assinatura do bartender Rodolfo Bob e sua equipe e privilegiam o conceito de álcool sobre álcool – ou seja, sem insumos frescos, o que facilita a conservação das bebidas. São seis receitas clássicas e potentes em garrafinhas de 100 ml, como o Rob Roy (R$ 36), com Scotch whisky defumado, vermute tinto e Angostura Aromatic Bitters; o Rat Pack Manhattan (R$ 33), com Jack Daniel's Old N.7, Cointreau, vermute tinto, vermute seco e Angostura, ou o De La Louisiane (R$ 40), com rye whisky, vermute tinto, Benedictine D.O.M., pastis e Angostura. A casa também tem uma extensa oferta de flights, degustações de diferentes uísques em três doses de 30 ml, com preços que variam de R$ 55 (Ballantines Finest, Famous Grouse Finest e White Horse) a R$ 314 (os blends ultraluxuosos Royal Salute 21, Johnnie Walker Blue Label e Dewar's 25). Além disso, é possível encomendar desde garrafas dos blends de guerra aos mais finos single malts. Ou destilados como vodca, gim, conhaque e cachaça. O cardápio de comidas traz hambúrgueres e sanduíches de salmão que podem ser pedidos em combos com cerveja Beck's.

Caledonia Whisky & Co: é possivel combinar retiradas pelo Whatsapp (11) 93022-2291 ou fazer pedidos pela página do bar no iFood. Entregas na Grande São Paulo.

Gim com poesia

garrafinha com tampa de rolha e drinque ao fundo No Eugênia, a entrega do drinque pode ser acompanhada de bilhetinhos, poemas e outros mimos.Foto Tales Hidequi/Divulgação

Enquanto o aconchegante Eugênia Café Bar permanece fechado, seus sócios levam o calor do ambiente nas entregas dos coquetéis engarrafados, executados pela bartender Paola Menezes. Os kits de presente podem trazer bilhetinhos, taças, livros e poemas com as doses desejadas, em garrafas de 100 ml. Uma das marcas registradas da casa, o Clitória, está na carta, com gim infusionado com a flor clitória e licor St. Germain. A florzinha dá ao coquetel a cor azul, que se transforma em púrpura sedutor quando em contato com algum elemento ácido – gotas de limão, por exemplo. Outras pedidas do Eugênia são o Dadá, variação do Old Fashioned com rum envelhecido e bitter de chocolate; o Negroni Rosé, com gim, Campari e vermute branco, e o Rabo de Galinha, com cachaça, Cynar 70 e bitter de laranja. A dupla de coquetéis custa R$ 50 e o trio, R$ 70. Há kits para preparo de Gim Tônica com a base colorida de gim com clitória (duas doses por R$ 35) ou premium (uma dose por R$ 40).

Eugênia Café Bar: pelo Whatsapp (11) 93093-5491, o cliente recebe o cardápio e faz a escolha. A entrega é feita pelo motoboy da casa em São Paulo.

Pizza e coquetel

garrafa com bebida cor de pessego sobre livro Guarita Fizz: vodca infusionada em casca de cítricos, com calda de gengibre e água com gás. Pizza acompanha, se o cliente quiser.Foto Divulgação

Dois endereços famosos pela harmonia de pizzas de fermentação lenta com coquetéis, nas regiões de Pinheiros e Vila Madalena, trabalham com entregas rápidas e bem azeitadas. O Guarita Bar, do bartender Jean Ponce, montou uma carta de coquetéis clássicos e autorais, entre eles o potente Alfaiate (R$ 32), com bourbon, rum, vermute tinto, licor de laranja, blend de amaros e perfume de cumaru. Outro drinque encorpado e bastante complexo é o Breu (R$ 29), com cachaça envelhecida em sete madeiras, Campari com vinagre balsâmico, Brasilberg, perfume de cacau e figo desidratado com mel e mix de pimentas. Para quem quer leveza, a pedida pode ser o Guarita Fizz (R$ 36 o combo de dois drinques), com vodca infusionada em cascas de cítricos, calda de gengibre temperada e água com gás. Além de pizzas, também é possível encomendar galetos assados no melhor estilo "frango de padaria" para o final de semana.

Garrafinhas dispostas como pinos de boliche A carta de coquetéis engarrafados muda toda semana no Picco.Foto Tales Hidequi/Divulgação

No Picco, o bartender Lula Mascella modifica a carta de coquetéis semanalmente, apresentando receitas autorais como o Tampa Vermelha (R$ 25), com tequila, mezcal, Jerez, vermute tinto, Campari e pimenta de cheiro. Ou o Calma Fanciulli (R$ 80), kit que convida a manter a paz em tempo de pandemia, com dois coquetéis engarrafados com bourbon, vermute tinto, Fernet, chá verde, camomila, maçã e canela, acompanhados de uma lata de chá da Tea and Art. No cardápio de pizzas, há desde a clássica de mozarela a combinações como a Kombi, que leva mascarpone, gorgonzola e fatias de pancetta.

Guarita Bar: atende pelo Rappi, de quarta a domingo, com entregas em São Paulo.
Picco: entrega em São Paulo pelo iFood.

Bons e baratos

garrafas copo e sacola de papel para entrega de drinques Os coquetéis do Molotov vêm com gelo especial.Foto Tales Hidequi/Divulgação

O pedaço da Rua dos Pinheiros que ficou reconhecido como reduto dos bons drinques com preços justos continua agitando as coqueteleiras em modo delivery. O Sylvester Bar, comandado por Rogério "Frajola" Souza, montou uma carta de quarentena que inclui clássicos como Negroni, Martinez, Dry Figo (Dry Martini com gim e vermute infusionado com figo) e o popular Macunaíma (receita do bar Boca de Ouro com cachaça de jambu, Fernet, mel e limão). Todos os coquetéis custam R$ 22 (ou cinco por R$ 100) e ainda há combos de dois Gim Tônicas a R$ 40. O Pineapple Bar, um dos preferidos dos bartenders de São Paulo, tem Boulevardier, Negroni, Mahnattan, Old Fashioned, Dry Martini e Margarita para delivery, todos a R$ 20, além de double Gim Tônica a R$ 30. O bartender Michel Felício também aceita pedidos customizados, de acordo com as preferências dos clientes e com os ingredientes disponíveis. Sua receita com bourbon, amaro e bitter de cumaru tem feito sucesso no delivery. Ainda em Pinheiros, o Molotov Bar tem mais opções de bons e baratos, executados por Edinelton Melchior, a começar pelo Autostrada, autoral da casa com bourbon, vermute tinto, Cointreau e bitter de laranja. Há clássicos como HankyPanky, Fitzgerald e Penicillin. Todos por R$ 25 e acompanhados de cubos de gelo translúcido da Companhia Paulista de Gelo.

Sylvester Bar: pedidos pelo telefone (11) 3034-1628 e pelos números de Whatsapp (11) 96234-4324 e (11) 96704-9512. Entregas em São Paulo.
Pineapple Bar: pedidos pelo Whatsapp (11) 97071-0052. Entregas em São Paulo..
Molotov Bar: pedidos pelo delivery da casa. Entregas em São Paulo.

Coquetéis por uma boa causa

garrafinha ao lado de copo de negroni Garrafinha do projeto Adote um bartender: tome um negroni e ajude a categoria.Foto Matheus Angelini/Divulgação

O projeto Adote um Bartender, idealizado pela bartender Carina Salazar, vende coquetéis engarrafados com renda revertida para profissionais de bar que perderam seus empregos durante a pandemia e enfrentam dificuldades financeiras. Com apoio de pessoas, empresas e marcas que doaram dinheiro ou bebidas, foram elaboradas doses engarrafadas de 100 ml de Black Manhattan, Vesper Martini, Negroni, Rabo de Galo e Ramazzotti Tonic, todos a R$ 29. Os coquetéis são feitos por uma turma de bartenders solidários no Soroko's Bar e a carta pode mudar ou evoluir de acordo com os insumos angariados pela equipe. Estabalecimentos que quiserem contribuir com o projeto podem oferecer os produtos do Adote um Bartender em consignação em suas plataformas de delivery.

Adote um Bartender: pedidos iFood do Graxa Pizzas (Sumaré), pelo delivery do Brechó Bar (Mooca), pelo Whatsapp (11) 3819-6248,do restaurante oriental WafuNumber 1 (Pinheiros) e pelo delivery da hamburgueria Black Trunk (Vila Madalena). Entregas em São Paulo.




Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE