Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
Moda

A volta da calça cargo

Entenda a tendência que vem dominando desfiles, como o da Balenciaga (foto), redes sociais – e os looks de Marc Jacobs.

Balenciaga | Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Se você acompanha desfiles e semanas de moda pelas redes sociais, já deve ter reparado num assunto recorrente: a calça cargo. O modelo que começou a dar as caras novamente lá por 2019, mais ou menos, agora subiu nas passarelas e já começa a ganhar o mainstream. Ou seja, pode se preparar para ver muita calça larga com bolsos laterais nos próximos meses.

A peça queridinha do momento foi criada na década de 1940 para o exército britânico. Sua principal característica são os bolsos, desenhados para guardar munição e dar mais agilidade e mobilidade aos soldados. O lado funcional foi, aos poucos, se adaptando ao dia a dia civil, ganhou interpretações esportivas e ganhou seu espaço entre diversos estilos e movimentos culturais a partir dos anos 1980.

Bolsos utilitários estão cada vez mais presentes nas mais diversas peças do guarda-roupa, muitas vezes até deixando de lado o objetivo prático e se tornando apenas um detalhe estético. Duas marcas que se tornaram referência no assunto são a Prada e a Louis Vuitton.

A italiana sempre teve uma quedinha por funcionalidade e elementos de uniformes, principalmente aqueles de trabalhadores fabris. No inverno 2019, porém, uma bota tratorada com pequenos bolsos acoplados no tornozelo virou hit absoluto. Mais recentemente, no inverno 2021, os bolsos apareceram nas luvas. Já na maison francesa, o diretor criativo da linha masculina Virgil Abloh coloca bolsos (mil) em tudo e sempre que pode: calças, coletes, camisas, jaquetas, moletons. Muitas vezes, nos lugares menos utilitários possíveis, como ombros, cotovelos e quadris.

PUBLICIDADE

modelo em desfile masculino da Louis Vuitton. Louis Vuitton, verão 2019Foto: Agência Fotosite

detalhe de look Prada. Prada, inverno 2021.Foto: Divulgação

Nos últimos anos, contudo, o utilitarismo já fazia sucesso em alguns movimentos e estilos urbanos, como o Techwear. Nele, coletes repletos de bolsos, elementos militares e esportivos e, claro, a calça cargo são algumas das peças-chaves. O ar futurista também é comum nos looks de frequentadores da cena techno, numa espécie de reedição ou atualização do visual clubber e raver do fim dos anos 1990.

Look Techwear Look Techwear.Foto: Reprodução

E assim chegamos a um ponto essencial para entender o boom das calças cargo: a virada do milênio e a moda dos anos 2000, o tal Y2K. As calças cargo marcam grande presença no estilo daquele período, tanto nos visuais tomboy e skatista quanto na estética Barbie.

Hoje, a marca que faz o maior barulho nessa estética é, de longe, a Blumarine. No final de 2019, a grife foi comprada pelo empresário Marco Marchi, do grupo Liu Jo, e a então fundadora e diretora criativa Anna Molinari foi substituída pelo designer Nicola Brognano. Com apenas duas coleções, o novo estilista mergulhou na herança da label do final dos anos 1990 e começo dos 2000, reproduzindo uma imagem bem à la Britney Spears, Paris Hilton e Lindsay Lohan. E adivinhem qual foi o item que apareceu em quase todos os looks da última coleção de resort 2022? Exatamente, as calças cargo!

PUBLICIDADE

Blumarine, resort 2022. Blumarine, resort 2022.Foto: Divulgação

Blumarine, resort 2022. Blumarine, resort 2022.Foto: Divulgação

Se engana, porém, quem pensa que a versatilidade da peça se limita a esses estilos, muito pelo contrário. Quase como uma resposta ao look neo barbie temos o mall goth (em bom português: góticos de shopping). O termo foi criado com uma conotação pejorativa para se referir àqueles que se vestiam como góticos apenas pela estética e não pela subcultura. Aqui, as calças cargo também têm um papel importante, com uma lavagem mais envelhecida, e cheias de detalhes metálicos, como correntes, botões e tachas. Outro detalhe importante é o volume das calças, quase sempre mais amplo e oversized.

Uma reedição dessas peças apareceu na coleção de verão 2022 da Balenciaga. Os itens rapidamente se tornaram trending topics nas redes sociais. Inclusive nas do estilista Marc Jacobs, que já a mostrou ser uma grande fã das calças estilo mall goth da Balenciaga. Só em junho, ele já fez quatro posts usando diferentes peças desse estilo em seu perfil no Instagram. Alguém tem dúvida de que os novos modelos cargo vão aparecer por lá muito em breve? Nós não.

Balenciaga, ver\u00e3o 2022. Balenciaga, verão 2022.Foto: Divulgação

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE