Cadastre-se em nossa newsletter para ler este e outros artigos.

Doses semanais de moda, beleza, cultura e lifestyle, além, é claro, de todas os lançamentos da ELLE!
Inscreva-se gratuitamente.

  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER
  • O melhor da ELLE direto no seu inbox! Inscreva-se gratuitamente.
  • INSCREVA-SE AQUI
PUBLICIDADE

Marco Gobbetti deixou a diretoria executiva da Burberry para assumir o cargo de CEO na Salvatore Ferragamo. Nos quatro anos em que esteve à frente da marca inglesa, o empresário italiano desempenhou um importante papel na reestruturação da marca. Gobbetti ficará na atual posição até o final de 2021, quando retornará para a Itália.

A notícia da demissão de Marco Gobbetti foi um baque para a empresa, cujo valor de mercado caiu cerca de 9% nesta segunda-feira, segundo o site The Business of Fashion. Em comunicado, o presidente da Burberry lamentou a saída do CEO: "Eu e o conselho estamos naturalmente desapontados com a decisão do Marco, mas entendemos e respeitamos seu desejo de retornar à Itália após 20 anos fora", disse Gerry Murphy.

"Gostaria de agradecer Marco por sua parceria e imensa contribuição à Burberry. Ele transformou a empresa, estabelecendo propósitos, estratégias claramente, uma equipe excepcional e um forte estímulo da marca", completou o presidente.

O sucessor de Gobbetti ainda não foi definido. Antes de trabalhar na Burberry, o italiano esteve à frente de outras marcas de luxo, como a Givenchy e a Céline, ambas do conglomerado LVMH.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
ASSINE A ELLE